Vêm aí os 5 ‘Tubarões’: Saiba como vai ser a versão portuguesa de “Shark Tank”


Shark Tank  - O Lago dos Tubarões

“Shark Tank” é um dos mais aclamados programas de televisão orientados para os negócios. Foi nomeado para o prémio “Producers Guild Award “, para os “Emmy” e para “Critics’ Choice Television Award” e ganhou em 2014 o Emmy para “Outstanding Structured Reality Program”.

Numa altura em que Portugal vive uma crise económica, 5 empresários de sucesso resolveram colocar o seu dinheiro e experiência à disposição de empreendedores que merecem ser ajudados a desenvolver as suas ideias e negócios.

Eles estão dispostos a arriscar o seu próprio dinheiro para concretizar o seu sonho e acreditam que, em conjunto consigo, o negócio pode chegar mais longe. Aqui há dinheiro para injetar na economia real, na que muda a vidas das pessoas!

Os 5 Tubarões vivem numa procura constante de novos negócios em busca do melhor que os empreendedores portugueses têm para oferecer.

Os “Sharks” são self made men (and woman!!), duros nas negociações mas dão as possibilidades aos empreendedores de vir a realizar o sonho da sua vida.

Se tem um negócio de sucesso que precisa de dinheiro para crescer, uma ideia inovadora ou uma patente este programa é para si. Concorra já! As inscrições são limitadas. Antes de concorrer veja o programa na SIC Radical.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

  • r

    ponham a Rita Ferro Rodrigues a apresentar a versão portuguesa

    • okay

      apresentador/a não

  • jony

    Este programa não precisa de nenhum apresentador, que mania de aqui em Portugal meterem apresentadores em tudo o que é programa…

  • maria

    MAIS um flop a caminho…

    • Kaiser Kosta

      E? É um programa fabuloso, que enriquece o país!

      • FRS

        Sim sim, vamos já sair da crise com isto…

        • Kaiser Kosta

          Sim, ajuda a sair a crise. Por ex.: movimenta inventores, empreendedores, empresas, instituto de marcas e patentes.

      • Marta Clemente

        Sempre é certamente melhor do que outro reality show.
        O problema é que na programação actual isto só parece ter espaço ao Sábado. Já era uma mudança no bom sentido se as televisões generalistas deixassem de encher chouriços nos noticiários, arrancassem o horário nobre às 21h e deixassem o horário a partir das 23h ou no máximo 23h30 com um programa diferente cada dia.

        • Kaiser Kosta

          Correto, mas é uma utopia. Não há dinheiro/rentabilidade/retorno. 70% do público quer novelas, logo uma generalista vai dar o quê?

          • Marta Clemente

            Basta olhar para as programações das generalistas dos anos 90 e perceber o quanto a televisão generalista regrediu em Portugal desde então. Grande quantidade e diversidade de programas em cada dia, noticiários de 1/2 hora, etc.
            É um círculo vicioso, os públicos comerciais estão cada vez mais desligados das generalistas e então estas apostam sempre nos mesmos conteúdos para os mesmos públicos às mesmas horas. É realmente triste e nem em países mais pequenos e/ou com crises maiores que a nossa isso acontece tanto.
            Só estava a sugerir um horário diferente, mesmo que fosse já a entrar no late-night, tem de se começar por algum lado. E o que não faltam são conteúdos que podiam ocupar esse horário, em vez de estarem concentrados nos sábados à noite ou nas madrugadas.

          • Kaiser Kosta

            Tem toda a razão, mas hoje as TV têm muito menos dinheiro do que nos 90. Por outro lado, o público está cada vez mais segmentado, empobrecendo as generalistas, mas enriquecendo o cabo, por ex.. Nos 90, não havia SIC Not, AXN, Fox, etc.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close