“Vidas Opostas”: Resumo dos próximos episódios

"

103º Episódio (23 a 29 de julho)

O carro de Marco é descoberto com os seus pertences junto a uma ravina e a polícia acredita que ele terá morrido. Sem o aparecimento do corpo, todos temem que ele tenha ido atrás e Ricardo e Maria

Lucas desabafa com Artur sobre Aurora e conta que ela o traiu e que anda a ser ameaçada pelo homem com quem se envolveu. Artur oferece-se para arranjar uns amigos para pôr o sujeito na ordem mas Lucas rejeita porque ele emprestou dinheiro à mulher para aguentar a Zenit. Lucas confessa que mal consegue olhar para a cara da mulher e não sabe o que fazer, nem se a consegue perdoar, apesar de ela dizer que ainda o ama.

Salomé nota que Cecília está muito preocupada e ela acaba por confessar que isso se deve ao facto de o filho ter sido obrigado a sair do País por causa de Marco. Salomé também expressa a sua revolta pelo que ele faz a Eva. Cecília decide ligar a Álvaro para saber de Ricardo e quando o marido diz que falou com ele e que está tudo bem, ela protesta porque queria falar com o filho. Álvaro justifica que a conversa teve de ser curta por razões de segurança. Depois de finalizar a chamada, Álvaro pergunta a Elias se já localizaram Marco mas ele revela que não o conseguiram descobrir.

Eva conta a Jorge que Álvaro declarou guerra a Marco. A inspectora Teresa revela que a polícia encontrou o carro de Marco junto a uma ravina, suspeitando de que ele tenha morrido. Jorge fica desconfiado da morte do irmão e Eva diz que só acredita quando o vir num caixão. Teresa quer que alguém vá reconhecer os pertences de Marco.

Ricardo irrita-se por não conseguir arranjar o esquentador da casa onde estão e Maria diz que vai às compras com Alice e que quando chegar quer ter água quente.

Álvaro espera com Elias por Eva e quando ela chega dá-lhe um raspanete por estar atrasada. Ela conta que esteve com Teresa e que a polícia está convencida de que Marco morreu. Álvaro não acredita e ordena que a as buscas para o encontrar sejam reforçadas.

Soraia está irritada por não conseguir falar com Eva e porque ela não disse que não ia trabalhar. Salomé pede-lhe que tenha paciência com a filha e Salomé responde que não tem feito outra coisa e despede-se porque tem um compromisso importante.

Mariana faz-se difícil para assinar as partilhas do tesouro e Joana fica exasperada. Soraia chega e força a irmã a assinar. Joana diz que depois dá notícias e Soraia conta a Mariana que foi despedida da casa dos Candal, mas que valeu a pena porque se vingou e bem de Íris. Mariana fica furiosa com ela e diz que mais uma vez terá de ser ela a resolver o problema.

Anabela chega a casa e grita por Tomás, irritada porque ele faltou às aulas. Fausto critica-a por ter querido afastar o filho de Mónica à força e telefona-lhe deixando mensagem a pedir-lhe que vá para casa para conversarem. Anabela descobre que Tomás fugiu de casa e quer fazer queixa de Mónica à polícia por ter desviado um menor. Fausto impõe-se e não permite.

Tomás obriga Mónica a abrir-lhe a porta e diz que vai ficar com ela e que a mãe fez queixa dela à Ordem dos Psicólogos. Mónica fica arrasada e ele tenta beijá-la mas é afastado. Mónica faz-se de forte e decreta que não podem ficar juntos e ele vai-se embora destruído por dentro. Quando Tomás sai, Mónica chora, desesperada.

Hugo fica atrapalhado ao encontrar Tito na Academia e desculpa-se para não o ajudar nos treinos. Débora aparece para falar com Hugo e é surpreendida com a presença de Tito que os convida para o ajudarem num vídeo, levando com eles Joana, já que Hugo conta que ela veio assinar os papéis para resgatar o tesouro de família. Débora não gosta da ideia mas tal como Hugo, disfarça o constrangimento e a tensão por andarem a enganar Tito.

Benny reclama pela ajuda de Caio no bar mas ele está alheado da conversa a olhar para Bia e diz que volta quando puder. O amigo finaliza um prato e Caio leva-o aos clientes. Depois vai ter com Bia que o manda embora para não lhe estragar o encontro. Gonçalo, homem a rondar os quarenta anos senta-se numa mesa em frente e finge mexer no telemóvel. Caio, diz à filha para o chamar se precisar e afasta-se. O homem observa-os.

Salomé confessa a Jorge que sabe que a filha anda metida com bandidos. Ele diz que vai ajudar Eva e Salomé fica chocada quando Jorge, depois de falar ao telefone com Teresa, lhe conta que Marco pode estar morto.

Cecília duvida de que Marco se tenha suicidado e teme que ele o tenha simulado para ir atrás de Ricardo e Maria. Íris acha que ele pode mesmo ter sido morto, pois tinha muitos inimigos. Álvaro remete para a polícia o desfecho do caso. Cecília diz que só fica descansada quando ouvir a voz do filho.

Ricardo grita por Maria a dizer que comprou um esquentador novo mas ela ainda não regressou das compras com Alice. Ele aproveita para ligar à mãe e fica muito preocupado quando Cecília lhe conta que Marco está dado como morto, mas que duvida que isso tenha acontecido. Ricardo teme porque Maria foi sozinha às compras com a filha.

Cecília conta a Álvaro que Ricardo está bem mas que ficou preocupado com a notícia sobre Marco, porque Maria foi sozinha com a filha à cidade. Álvaro também fica inquieto mas ao mesmo tempo esperançado que Marco seja encontrado vivo ou morto. Joel toca à campainha e quando Cecília abre a porta, pede para falar com Íris.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close