“Vidas Opostas”: Resumo dos próximos episódios

"

96º Episódio (16 a 22 de julho)

Para não ser acusada da morte de Paulo, Eva refugia-se em casa de Jorge e simula um desmaio para passar lá a noite. Quando o corpo de Paulo é encontrado, Teresa procura por Eva para a interrogar. Salomé avisa Eva de que a PJ anda atrás dela.

Eva está em pânico quando Elias chega à MUVV a dizer que o chefe não vem. Aurora aparece de seguida e trata Eva com rispidez, adiantando que não vai ser Álvaro a limpar a porcaria que ela fez ao matar Jorge. Aurora manda-a embora e diz-lhe que arranje um álibi para o resto da noite. Depois ele sair, dá ordens a Elias e ele coloca a arma de Eva num saco sem a limpar.

Eva entra de rompante em casa de Jorge e conta-lhe que alguém anda a querer tramá-la dentro da rede. Ele manda-a embora mas Eva finge desmaiar, para não ter de sair dali. Jorge fica preocupado e tenta reanimá-la, aceitando que ela coma ali alguma coisa antes de ir para casa.

Aurora entra em casa pé ante pé mas Lucas assinala a sua presença na sala, pregando-lhe um susto. Depois pergunta-lhe o que andou a fazer até àquelas horas da madrugada e ela inventa que foi resolver um problema num evento. Lucas revela que viu no telemóvel dela que foi Álvaro quem lhe ligou antes de ela sair de casa. Aurora fica indignada, volta a mentir e sugere-lhe que vão dormir, pois está cansada. Lucas não fica convencido com as explicações que Aurora dá.

Maria está apressada para sair de casa mas Ricardo brinda-a com um anel de noivado igual ao que Marco atirou pela janela em Moscovo e conversa com ela sobre a proposta que o pai fez para que vão viver para o estrangeiro porque lhe parece sensata. Maria fica indecisa mas promete pensar no assunto.

Álvaro fica agradavelmente surpreendido por Cecília concordar com ele em que Ricardo e Maria devem ir viver no estrangeiro e tenta uma aproximação à mulher. No entanto, Cecília afasta-se e Álvaro não gosta de ser rejeitado.

Anabela está de mau humor e não quer acreditar que o filho seja homossexual. Fausto diz que não vê qualquer mal nisso e que não pensava que ela fosse tão preconceituosa. Anabela não se conforma.

Tomás acha graça a que os pais pensem que ele é homossexual mas Mónica confessa o seu desconforto por lhes estar a mentir.

Tito está a sonhar que está a fazer amor com Joana. A avó acorda-o e ele fica irritado culpando-a por lhe ter metido Joana na cabeça. Leonor reafirma que eles estão destinados um ao outro e Tito insiste que não vai trair o seu melhor amigo.

Hugo desabafa com Débora sobre os efeitos que o caso do doping teve na Ludis e culpa-se por isso, mas esconde que ele próprio se injecta. Débora tenta animá-lo e desafia-o para uma corrida.

Eva permanece em casa de Jorge e pesquisa sobre Paulo, evidenciando grande tensão. Jorge leva café para ambos e ela acaba por beijá-lo. Ele cede por momentos mas depois afasta-a. Ela insiste para que fiquem juntos e faz uma declaração carregada de sentimento. Jorge não cede e Eva acaba por se ir embora, perturbada por ele ter falado de Paulo.

Eva chega ao laboratório muito perturbada e reclama com Álvaro por ninguém lhe dizer nada sobre como se livraram do corpo de Paulo. Ela afasta-a para uma zona mais reservada e diz que está tudo tratado. Eva exige garantias e Álvaro dá-lhe a sua palavra.

Teresa procura Eva e conta a Salomé que Paulo morreu e que por isso tem de lhe fazer algumas perguntas. Depois de a inspectora ir embora, Salomé liga muito aflita para a filha e conta-lhe o que aconteceu.

Eva agradece à mãe e apressa-se a desligar a chamada. Depois confronta Álvaro com a descoberta da polícia, gritando em tom de ameaça que exige que a rede a proteja. Álvaro perde a paciência e lembra-lhe com violência qual é o seu lugar, dizendo-lhe que diga à inspectora onde passou a noite e que faça o que ele manda, porque tudo correrá bem.

Artur repara no ar cansado de Lucas e ele confessa ao amigo que anda preocupado com as saídas de Aurora às horas mais despropositadas e que acha que ela tem um caso com Álvaro. Artur não acredita que isso seja verdade.

Marco diz a Simão que Teresa está controlada e para ele se despachar a entregar a pasta com informações falsas a Álvaro, porque a seguir vai ter ainda mais trabalho. Simão não percebe o que ele quer dizer e Marco afirma que não vai poupar Ricardo, Jorge e Maria, pois se ela não quer ficar com ele também não fica com mais ninguém. Simão fica tenso com o que ouve.

Cecília vai a casa de Maria e tenta convencê-la a aceitar a proposta de Álvaro para ela ir viver com Ricardo e Alice para o estrangeiro. Maria reafirma que não quer nada dele e volta a acusá-lo de ter matado o pai, mas Cecília coloca-a entre a espada e a parede, colocando em dúvida o seu amor por Ricardo.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close