“Vidas Suspensas” bate recorde e mantém liderança

"

“Vidas Suspensas” manteve a liderança absoluta das audiências e bateu o seu próprio recorde de share.

O programa de Sofia Pinto Coelho com Ribeiro Cristóvão registou uma média fidelizada de 1 milhão e 321 mil espectadores.

Com 13,6 de rating e 27,7% de quota média de mercado, a investigação jornalística voltou a bater a concorrência.O pico foi de 15,1/30,1%, registado no fim da transmissão.

O “Vidas Suspensas” desta segunda-feira  contou a história de Luís Lopes e da sua família. Todos estão em suspenso desde o dia em que a Polícia Judiciária lhe foi bater à porta com a suspeita de ter sido ele o responsável pela morte de Francisco Baptista.

As provas que viriam a condenar este conhecido construtor civil de Elvas mostram como é ténue a fronteira que separa a vida em liberdade do inferno da cadeia.

Perante a ausência de uma prova inequívoca, haveria indícios suficientes que conduzissem a uma condenação de 15 anos pelo homicídio? Estará este homem – que agora tem 72 anos, preso injustamente? Esta eram as perguntas que serviram de base à edição de ontem do “Vidas Suspensas”.

Os dados apresentados são provisórios, da responsabilidade da CAEM/GfK e podem sofrer alterações. Inclui Vosdal.

Pode consultar mais dados no fórum Zapping.

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close