“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 167 (27 de maio a 2 de junho)

Joana liga a João Maria e conta que aconteceu uma tragédia e pede-lhe que vá a sua casa. João Maria chega e fica em choque com o que aconteceu e apoia Joana.

Patrícia entra em casa e Joana e João Maria surgem juntos, muito comprometidos. Patrícia repara que têm a roupa molhada e apercebe-se que eles estão a esconder algo.

Marta diz a Simão que Julie teve que viajar para Edimburgo e Simão estranha. Julie está presa e amarrada à cama, Marta surge com um tabuleiro que tem serrotes, facas, bisturis, etc.

Marta ameaça Julie que a tenta demover, afirmando que ainda podem ser felizes. Marta parece vacilar, mas depois diz que não acredita nela. Simão recebe mensagem de Julie e Lara teme que ela corra perigo de vida.

Julie continua a tentar demover Marta de lhe fazer mal, mas Marta está convicta das suas ações. Gonçalo, Patrícia, João Maria, Matilde, Cecília e Filipe aguardam que Joana saia do interrogatório. Patrícia continua a afirmar que apanhou Joana e João Maria em flagrante e todos discutem com Patrícia.

Lopes ouve o testemunho dos funcionários dos Armazéns e depois vai ter com Mário, que lhe diz que começa a achar que se calhar Tiago não é o assassino. Lopes está com os membros de peritagem a recolher indícios no wc e Patrícia continua a acusar a mãe. Liliana queixa-se a Humberto da aproximação de João Maria a Joana.

Entretanto chega Cecília e Humberto continua magoado com ela, e exige que ela se vá embora. Cecília e Jaime discutem e ela diz ao marido que ele é o último da lista do assassino e Jaime garante que já tomou as devidas precauções para não ser morto. Mayra comenta com Cecília que o Jaime tem andado muito estranho ultimamente.

Lopes recolhe o telefone de Vera e ouve o início de uma gravação onde é dito que Tiago está inocente. Raposo conta à Pessoa que Marta se fez passar por ele e mandou matar Lara e a Pessoa fica furiosa.

Marta conta a Julie que Lara lhe ligou e que está disposta a entregar-se no seu lugar. A porta está entreaberta. Simão entra em casa de Marta e liberta Julie e esta conta-lhe que Marta e Lara vão-se encontrar. Lara entra no estúdio de Simão e abraça Julie e conta que Marta não apareceu.

Todos estranham Marta não ter aparecido e Simão conta que quando foi libertar Julie, a porta da rua estava aberta. Pessoa prepara-se para matar Marta, mas Raposo consegue evitar.

Lopes mostra a gravação do telemóvel de Vera e Mário diz que este elemento vai mudar o rumo da investigação, no entanto acha prematuro libertar Tiago, sem primeiro avaliar a veracidade das provas de Vera.

Batem à porta e Lara abre e vê um envelope no chão e constata que contém um anel antigo e um bilhete.