“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 164 (27 de maio a 2 de junho)

Vera está a respirar com muita dificuldade, e recusa que a levem ao hospital, disfarçando sentir-se melhor e vai para o quarto. Lara pega-se com Simão por ele insistir que viu Julie no convento com o padre e que ela está em conluio com Marta e o assassino.

Julie diz a Marta que já tratou de ir avisar o padre que não pode contar a ninguém o que sabe sobre as cartas do Jesuíta para Leonor, e Marta abraça-a.

Jaime finge-se chocado por Cecília lhe dizer que Vera quase foi assassinada no quarto de Matilde, e o questiona se ele teve alguma coisa a ver com isso. Vera descontrola-se com Tiago ao insistir que ele confesse que tem cúmplices. Cecília conta a Simão que tentaram matar Vera em casa de Jaime.

Simão fica a saber que o padre foi envenenado e sente-se frustrado. Rafa faz chantagem com Filipe para que ele não conte o seu segredo a Joana.

Filipe recusa, e entrega ao filho um bilhete para ele regressar para Lisboa, mas Rafa rasga-o. Vera fica chocada por Mário a acusar de ter passado as marcas ao tentar agredir Tiago, e que fica suspensa de funções, sendo Lopes a substitui-la.

Vera pede ajuda a Simão para provar que Jaime é cúmplice do assassino, por a ter tentado matar, e vinca que assim Tiago poderia ficar inocentado dos seus crimes. Simão, percebe o descontrolo dela e pede-lhe tempo para pensar.

Lopes interroga Jaime sobre a tentativa de homicídio a Vera, e defende-se que não estava em casa. Lara insiste com Julie para lhe contar o que sabe sobre o assassino, mas são interrompidas por uma mensagem do assassino a ordenar a Julie que mate Lara.

Julie despacha Lara, que fica desconfiada. Rafa avisa provocador Filipe para não se esquecer que lhe tem de dar quinhentos euros e Filipe esmurra-o.

Joana reitera a Rafa estar predisposta a ajuda-lo a entender-se com Filipe, abraçando-o em sinal de apoio. Rafa aproveita a situação e beija-a, e ela afasta-o chocada.

Valdemar abraça aliviado Lara por ela concordar que a história de Marta e Julie está a tornar-se perigosa e o melhor é afastar-se delas. Julie conta a Marta que o assassino lhe ordenou que matasse Lara, e mostra-se disposta a cumprir aquela tarefa.

Simão liga para Lara e pede-lhe para ter cuidado, por poderem estar na mira do assassino. Julie surpreende Lara de arma na mão e diz-lhe que ela tem de morrer, por saber que nunca irá ser feliz com Marta se ela continuar viva.

Lara a chorar pede-lhe para se acalmar e Julie aponta-lhe a arma à cabeça. Valdemar e Humberto trabalham na oficina e ficam gelados ao ouvirem o som de um tiro a ser disparado, e pensam imediatamente em Lara.