“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 14 (3 a 9 de dezembro)

Simão enfrenta Augusto, dá-lhe um murro e foge com Inês no seu carro. Augusto faz participação do rapto da neta.  Augusto chega ao escritório e informa Paulo e Ricardo que Simão lhe raptou a neta e que já informou as autoridades, mas que não quer ficar à espera. Pede-lhes que lhe tragam Inês.

Inês e Simão chegam a um hotel de beira de estrada.  Simão fala com Lara ao telemóvel e conta-lhe que fugiu com Inês, pois pelas vias legais, nunca vai conseguir a guarda da filha. Simão diz a Inês que estão à espera de um amigo que lhes vai trazer documentos falsos para poderem fugir.

Rececionista vê foto de Augusto e Inês numa revista e começa a fazer muitas perguntas. Lara vai ter com Mónica para saber se ela sabe para onde fugiu Simão com Inês. Mónica vira costas e Lara agarra-a e o conteúdo da sua mala cai, incluindo o telemóvel que Lara não repara que fica esquecido. Mónica apanha telemóvel e arregala os olhos com a MMS que vê e apaga mensagem.

Na oficina Lara fala com Ricardo ao telemóvel. Paulo aparece e exige a Lara que lhe diga onde está Simão, Humberto surge e envolvem-se à pancada.  Mayra entrega envelope a Jaime, que quando vê o seu conteúdo tem dificuldade em esconder a perturbação. Elvira comenta com Ricardo que recebeu um panfleto de uma funerária. Ricardo vê a sua correspondência e encontra panfleto idêntico.

Elvira acha que se trata de mais uma ameaça. Ricardo diz que a partir de agora deve ser cada um por si.  Isaura e Dalila conversam. Humberto entra indignado com o panfleto da funerária que estava na caixa de correio e Dalila fica em pânico.  Dalila está muito assustada e começa a encher um saco de viagem com roupas, quando Humberto entra. Dalila disfarça, dizendo que está a preparar roupas para o Rúben, quando ele sair do hospital.

Paulo recebe um panfleto de uma funerária igual ao dos outros e fica irritado.  Mónica vai ter com Simão ao hotel e diz que está preocupada com eles e entrega envelope com dinheiro a Simão para que possam ir para um sítio seguro. Entretanto ouvem sirenes da polícia e ficam os três sobressaltados.

Agentes da PSP colocam-se em posição de ataque e exigem a Simão que saia.  Simão descontrolado agarra em Mónica e ela deixa cair a carteira e o conteúdo espalha-se pelo chão.

Agentes dirigem-se para à porta do quarto, quando Simão sai lá de dentro com Mónica como refém, apontando-lhe uma arma à cabeça. Agentes ficam em tensão e Simão volta para dentro com Mónica.  Mónica faz ver Simão que usar a sua arma foi um bom plano para afastar os agentes.

Paulo fala de forma ameaçadora com Joana, exigindo-lhe que faça o aborto.  Cecília conversa com João Maria, que diz que quer assumir o filho e Cecília é da opinião que Joana deve abortar.

Ricardo, Jaime, Dalila e Paulo estão reunidos, chega Elvira que lhes diz que o melhor é fugirem cada um para seu sítio, pois qualquer um deles pode ser a próxima vítima.  Ricardo revela a Augusto que se vai despedir, pois recebeu uma proposta irrecusável no Brasil e Augusto reage mal, diz que ele ainda se vai arrepender.

Rúben faz gincanas pelo corredor com a cadeira de rodas, Dalila chega e abraça-o como se se estivesse a despedir.

Paulo diz que consegue recuperar Inês, só precisa que Augusto corresponda com uma recompensa de cem mil euros.  Jaime vê a notícia de Simão barricado no hotel com a filha e comenta com a mulher.

Cecília estranha o envelope da funerária no casaco do marido e Jaime desvaloriza. Jaime está amedrontado, mas não quer admitir. Pega numa pistola automática e carrega-a com munições.

Lara aproxima-se do hotel onde está Simão e Tiago não a deixa passar. Lara finge afastar-se, dá meia volta e corre velozmente e fura o cordão policial. Bate à porta e Simão deixa-a a entrar.  Lara abraça Simão, que lhe diz que não sabe o que fazer e tenta aconselhar Simão.

Humberto está a vestir-se e repara no saco de viagem que Dalila estava a preparar e abre-o. Humberto confronta Dalila e acusa-a de ir fugir com o amante. Dalila nega e quebra em lágrimas.

Lara e Mónica saem e Lara diz a Tiago que tem um comunicado de Simão para ler.  Paulo consegue neutralizar agente que estava de vigia e avança para os quartos.

Simão prepara fuga com Inês e tenta a janela do wc, mas não abre. Simão arromba porta do quarto contíguo e avança com Inês. Inês vê Paulo que exige a Simão que lhe entregue Inês e este dá-lhe um soco deixando Paulo atordoado.

Simão foge com Inês, carro aproxima-se, entram e fogem. Elvira entrega passaportes falsos a Ricardo e Jaime. Jaime diz que não quer e falam de Paulo e Dalila…

Empregados preparam o fecho dos armazéns e a Dalila sente-se seguida, corre para os provadores e é agarrada pelo perseguidor. Tiago perde a paciência e avançam para os quartos.