“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 156 (6 a 12 de maio)

Jaime acorda com mensagem do assassino que o felicita pelo bom trabalho que fez. Equipa de peritagem tira fotos e Lopes observa a cena com Vera.

Simão fica a saber por Vera que Elvira morreu e a inspetora exige que lhe diga onde está Tiago, com Simão a assentir que o amigo está inocente.

Tiago entrega a Mário fotos que mostram o assassinato de Elvira e que provam a sua inocência. Tiago entra em casa e Cláudia abraça-o aflita.

Mayra informa Marta que Jaime não está, por ter ido à PJ e Marta envia mensagem à Pessoa. Vera interroga Jaime e mostra as fotos que Tiago entregou à PJ, e Jaime continua a dizer que Tiago é o autor do crime.

Renata, Bruno, Domingos vêm as notícias sobre a morte de Elvira e comentam. Simão conta a Tiago que Vera acha que foi ele quem matou Elvira e Tiago descobre uma escuta na casa de Simão.

Vera entra no gabinete de Mário e fica surpreendia por ver Tiago e Simão. Mário confronta Vera por ter colocado uma escuta na casa de Simão e despromove-a, anuindo que a partir daquele momento terá que andar sempre acompanhada por Lopes.

Vera chega a casa e abre a encomenda que recebeu e vê algo que a deixa com um sorriso de orelha a orelha. Simão comenta que a camisa de Ricardo não pode cair em mãos alheias, e Lara refere que deve ser Marta quem a tem.

Simão diz a Julie que quer falar com Marta, pois acha que ela está ligada ao assassino do capuz e Julie diz que ela não está. Marta chega e Simão confronta-a com a questão da camisa e Julie defende-a.

Tiago e Simão fazem ponto situação, e Simão mostra a sua convicção em ajudar Tiago a provar a sua inocência. Isaura entra em casa e vitimiza-se e Lara mostra-se sem pena da mãe.

Valdemar pede a Isaura que lhe faça o almoço e diz que a aceitou em casa porque ela admitiu que não tinha agido bem, quando ajudou Augusto.

Vera, mostra os resultados do laboratório a Mário, e vinca qua pode prender o assassino. Cláudia sugere ao marido mudarem-se para Lisboa e Tiago acaba por concordar que será o melhor para a família. Batem à porta e é Vera que detém Tiago pelo homicídio de Ricardo. Tiago é levado para a cela e sente-se injustiçado.