“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 147 (29 de abril a 5 de maio)

Elvira conta a Vera e Lopes que Max foi instigado por Tiago a matá-la e ela apenas se defendeu. Elvira exige que prendam Tiago, pois tem a certeza que ele é o assassino do capuz e Vera quer saber quais os motivos de Max, para querer matar a própria mãe.

Cláudia diz a Tiago que devia apresentar queixa contra Elvira. Vera comenta com Mário a confissão de Elvira e ele anui ser necessário averiguar a veracidade do depoimento dela.

Elvira conversa com Jaime e diz-lhe que Tiago é o assassino do capuz e só descansa quando ele for preso. Vera conversa com Tiago para tentar apurar factos na investigação, mas ele não se mostra disponível a colaborar.

Jaime discute com Tiago e ameaça despedi-lo. Simão aproxima-se e diz ao amigo que o vai ajudar, mas que ele tem de mudar de atitude e deixar de beber.

Elvira paga a Hitman que lhe entrega uma carabina. Renata entra para ver como Elvira está e assusta-se ao ver que está acompanhada e Elvira empurra-a para fora do quarto.

Domingos, Bruno e Renata despedem-se de Flor, que sai com uma assistente social. Mónica despede-se de Mayra, entregando-lhe a baixa e conta que vai voltar para Lisboa, pois precisa fazer um corte com o passado.

Mónica entrega as chaves de casa de Ricardo a Julie, que lhe arrendou a casa. Mónica despede-se de Inês e Simão e comenta que Julie e Marta estão juntas e que arrendaram o apartamento do Ricardo.

Julie e Marta entram em casa e Marta mostra-se agradecida por Julie a ter aceitado de volta na sua vida. Simão conta que Julie está com Marta e Lara fica em choque e não acredita que Marta tenha mudado.

Vera vasculha o processo de Diana e junta as mais recentes mortes, e procura uma ligação. Olha para a caixa dos seus comprimidos e deita-os fora. Tiago brinca com Maria.

Elvira chega de carro e, escondida, monta a carabina. Vera descobre que foi Augusto que comprou os explosivos que estavam na avioneta onde Diana morreu. Tiago continua a brincar com Maria. Elvira prepara-se para disparar, mas o seu telemóvel toca, é Vera.