“A Teia”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 141 (22 a 28 de abril)

Simão segue o sinal do GPS da localização do telemóvel da Inês e fica desesperado ao encontrar o telemóvel da filha largado perto da berma. Simão vai a casa de Jaime para saber onde está Inês e Cecília fica a saber por Simão que Jaime se quis vingar dele.

Entretanto Jaime entra e relativiza, dizendo que Inês está na escola. Mónica e Lara estão preocupadas com Simão e temem que tenha acontecido alguma coisa a Inês.

Simão fala com uma professora, que lhe diz que Inês não apareceu.  Simão está completamente derrotado e Inês e Mónica entram em casa. Simão agarra-se à filha emocionado e Inês conta-lhe, que Jaime a deixou num prédio com muito mau aspeto e foi Domingos quem a salvou.

Elvira e Hermínia fazem ponto situação sobre o assalto. Vários clientes são atendidos pelos funcionários dos armazéns. O expositor com a nova coleção de joias acabou de ser montado, Max passa e vê Cláudia a testar o sistema de alarme.  Vera interroga Jaime, que se mostra muito seguro de si, e tenta seduzi-la.

Jaime chega a casa e fica feliz por ver Matilde que não se manifesta. Cecília e Simão surgem e ela informa o marido que a filha só veio buscar as suas coisas, pois vai passar uns tempos em casa de Joana e que ela também vai sair de casa. Joana chega de viagem e abre a porta a Gonçalo, Cecília e Matilde de malas.

Cecília conta que saiu de casa e pede a Joana que as deixe ficar ali, até se conseguirem organizar. Jaime está alcoolizado, Mayra bate à porta do gabinete e Jaime atira-lhe com um copo furioso e quase lhe acerta.

Segurança visiona os monitores com os vídeos de vigilância. Tiago entra e dispensa o segurança e estranha encontrar Flor ali. Mayra, Filipe, Cláudia, Renata, Domingos, últimos clientes e funcionários saem todos para a rua e resolvem ir beber um copo.

Flor diz a Tiago que Hermínia é muito querida, mas está muito esquecida e por isso a deixou ali. Tiago diz que não a pode levar a casa e Flor diz que quer ficar com ele, a vê-lo trabalhar.

Max entra à socapa e coloca pen no computador ligado às câmaras de vigilância e a imagem dos monitores muda. As várias câmaras de vigilância espalhadas pela loja filmam o espaço vazio de pessoas.

Flor que não está a aguentar a pressão abraça Tiago, que estranha a atitude dela.