"

«Alberto da Ponte comporta-se como Pôncio Pilatos», Nuno Santos

O ex-diretor de informação do canal público respondeu a Alberto da Ponte

O caso da cedência de imagens pela RTP à PSP levou a uma troca de palavras entre Nuno Santos e o presidente da estação, Alberto da Ponte.

Primeiro foi o presidente da estação pública a tomar posição e dizer que que não percebia a «autoflagelação» do jornalista. Agora chegou a vez de Nuno Santos, que apresentou a demissão do cargo de diretor de informação do canal, reagir e chamar «Pôncio Pilatos» a Alberto da Ponte.

«O que temos aqui é um ato sumário de crucificação. O Dr. Alberto da Ponte comporta-se agora como Pôncio Pilatos. Constato, mas não estranho», revelou o ex-diretor de informação da RTP ao jornal Público, quando confrontado com as palavras de Alberto da Ponte.

Pôncio Pilatos, foi governador da província romana da Judeia entre os anos 26 e 36 d.C.. Foi o juiz que, de acordo com a Bíblia, condenou Jesus Cristo à morte na cruz, apesar de não ter nele encontrado nenhuma culpa. «Lavo daí as minhas mãos», é a citação mais famosa do governador que também proferiu a famosa pergunta «E o que é a Verdade?».