“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

217º Episódio (22 a 28 de abril)

Nelson e João são apanhados em flagrante por Alice. Magoada esta exige que ele lhe diga que é gay. João assente, devastado, e Alice sai porta fora, perturbada. João vai atrás dela.

Lucas conversa com Gustavo e este pergunta-lhe como é que fez para ultrapassar a morte da sua mãe. Lucas explica que a sua relação com a mãe não era igual à relação dele com Margarida e aconselha-o a viver um dia de cada vez.

Vera faz uma visita aos seus colegas do estaleiro e todos ficam encantados com o bebé Manuel. Vera conhece Pedro e Carmo explica-lhe que Adelaide está de férias e Nestor está a substitui-la.

Vera vai ver Nestor no gabinete de Adelaide e falam sobre a morte de Margarida. Nestor conta a Vera que teve um grande desentendimento com Adelaide e não sabe se o melhor não será ela seguir o seu caminho. Vera quer voltar a trabalhar mas em part-time.

Alice vai fazer chá e Pedro pergunta a Carmo como é Vera. Carmo explica que não terá problemas com ela porque Vera é uma chefe justa e trata toda a gente bem. Falam sobre o jantar e trocam sorrisos e olhares cúmplices.

Celso faz o seu programa de rádio e dá conselhos a um ouvinte que fica perplexo com o que este diz e desliga a chamada. Laura faz sinal a Celso para ir falar com ela.

Laura avisa Celso que ou ele volta a dar conselhos razoáveis e a fazer rir as pessoas ou acaba com o programa. Clara diz a Celso para esquecer os problemas em casa. Vitória chega a casa abatida.

Nelson entra no gabinete de João na clínica e pergunta a João se este não tem saudades. João responde que não quer enganar Alice e pede a Nelson que o deixe em paz. Nelson pede-lhe que vá ter com ele mais tarde a sua casa e promete que será a última vez.

Na sala de convívio da “Fábrica”, António e Sérgio tocam uma música. António quer renovar algumas coisas ali e trocam impressões. Marta reconhece que António tinha razão e não vai desistir de dançar.

Carmo e Pedro jantam e conversam. Ela refere que não sabe se é boa ideia sair com colegas de trabalho e fica nervosa com a resposta dele. Conversam sobre Sofia e o jantar corre bem.

João está de saída, supostamente para a clínica e diz a Alice que não vai voltar tarde. Alice quer ir com ele mas João responde que não vale a pena e é melhor ela ficar a descansar. Alice, desconfiada, vai atrás dele.

Pedro e Carmo estão de saída da marisqueira quando Diana chega. Está desiludida com Sara por ela ter contado a Vitória que foi violada por Gonçalo. Sara não sente culpa e mente, negando ter sido agressiva e esquiva-se de fazer promessas a Diana.

Vitória confronta Gonçalo e quer saber se ele não se arrepende de ter violado Diana. Júlia fica em choque e Gonçalo olha a filha nos olhos e jura que é tudo mentira e acusa Diana de estar a contaminá-la. Jura que não a violou e Júlia defende-o.

Nelson abre a porta a João e abraça-o. João esclarece que é a última vez e Nelson responde que ele sabe que isso não é verdade. Nelson explica que aquela é a casa da sua irmã mas é ele quem vai tomar conta.

Vitória conta a Clara que Diana inventou que foi violada para a afastar do pai. Clara afirma que lhe custa a acreditar que Diana minta em relação a algo tão grave. Vitória não quer falar com Diana nunca mais.

Nelson e João são apanhados em flagrante por Alice. Magoada esta exige que ele lhe diga que é gay. João assente, devastado, e Alice sai porta fora, perturbada. João vai atrás dela.

Júlia diz a Gonçalo que pode ficar descansado pois Vitória acreditou nele. A única coisa que importa é manter Diana afastada da filha.

Alice chora e João garante que nunca a quis magoar. Promete ser forte e nunca mais ceder à tentação pois quer ficar com ela. Alice decide ficar com João desde que as coisas sejam como ela disser.