“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

215º Episódio (22 a 28 de abril)

Marta está desesperada e não consegue entender como tudo de mal lhes acontece. Gustavo recebe uma chamada a informar que a autópsia já foi feita e que o corpo de Margarida já está liberado. Marta chora no colo do irmão.

Rui conversa triste com Carla sobre a morte de Margarida. Carla acha que aquela família não tem sorte e que Gustavo devia ir à bruxa. Quer vender sanduíches da casa de chá a Rui para ele vender no seu bar.

Aida reza concentrada pela alma de Margarida quando Leo entra em casa e conversam sobre o que aconteceu. Aida já avisou Naomi e continua preocupada com o filho que não se atina.

Sara está muito acelerada enquanto Diana, por sua vez, está triste pela morte de Margarida e acha que deviam ter previsto que algo assim podia acontecer, sendo Cesário tão violento. Falam sobre a investigação de Diana e Sara é agressiva.

Vitória está inquieta porque Gustavo não lhe atende o telemóvel e Clara aconselha-a a dar espaço pois ele precisa de estar em família. Vitória sabe que Clara tem razão e decide só enviar-lhe uma mensagem.

João pensa em Margarida e sente-se culpado por tê-la despedido da clínica. Se ela ainda lá estivesse, talvez não se dedicasse tanto à associação e não teria morrido. Alice consola o marido.

Celso queixa-se de ter dormido mal enquanto Deolinda marca com um post-it tudo o que é dela lá em casa. Raimundo acorda e começam a discutir. Celso, farto, vai para o seu quarto.

Rui vê um vizinho prestes a matar um galo e fica com pena do bicho. Diz ao vizinho que lhe compra o galo e manda-o ir ao talho. O vizinho aceita e entrega-lhe o galo.

António e Diana estão preocupados com Marta e Gustavo. Gonçalo aparece e provoca Diana e esta faz-lhe frente. António manda Gonçalo embora e este refere que está ali para apoiar os filhos de Margarida.

Marta está desesperada e não consegue entender como tudo de mal lhes acontece. Gustavo recebe uma chamada a informar que a autópsia já foi feita e que o corpo de Margarida já está liberado. Marta chora no colo do irmão.

Rodrigo diz a Vitória que falou com um contato na polícia e estes não estão a avançar com a investigação sobre o roubo das armas no armazém militar. Vitória quer tentar procurar pistas na dark web mas Rodrigo discorda. Vitória avisa Rodrigo que Gonçalo irá ao velório de Margarida.

Gustavo e Marta ficam emocionados ao ver tanta gente ali para os apoiar. Maira chora e sente-se culpada. Jacinta e Nestor convidam Marta e Gustavo para irem viver com eles.

No mercado, Júlia fala com um cliente sobre uma casa. A seguir, liga a Gonçalo e quer saber se ele já foi ao velório e se Diana está lá. Este confirma que sim e conta que Vitória também está. Diz a Júlia que pode ficar descansada pois ele vai estar atento.

No estaleiro, Alice está enjoada e pergunta a Adelaide se não vai ao velório de Margarida. Adelaide não está para levar com dramas e acha que Margarida nunca devia ter ido viver para o bairro. Decide mandar a nora descansar para casa.

Naomi entra na casa mortuária e abraça Gustavo e Marta, consternada. Gostava muito de Margarida e ainda não quer acreditar que ela morreu. Diana tenta conversar com Vitória e esta ignora-a. Gonçalo mete-se no meio delas e Diana reage agressiva, tornando a situação constrangedora.

Na marisqueira, Sara não pára e está cada vez mais acelerada. Dá indicações a toda a gente quando Nelson entra e conta sobre o nova vida dos Lopes no Dubai. Martim queixa-se de cansaço mas Sara não quer saber.

Alice conversa com o padre Nuno sobre andar a enganar João com a gravidez. João entra em casa cansado e conta que o velório foi muito triste e Marta e Gustavo estão de rastos. Alice explica ao marido que está em casa porque estava com muitos enjoos e Adelaide mandou-a para casa.

João atende uma chamada de Nelson e pede-lhe que o deixe em paz. Está numa relação com Alice e não quer estragar o que tem. Alice ouve a conversa sem que João repare nisso.

Nelson desliga a chamada de João e depois conversa com o agente da PJ. Este diz a Nelson que está farto de sentir que está a ser enganado e, até agora, não prenderam ninguém por causa do armazém. Ou lhe dá algo em concreto, ou irá para a prisão.

Carmo chega ao estaleiro, vinda do funeral de Margarida. Está abatida e conta a Pedro que foi muito duro. Este fala da filha e está a conseguir dialogar com ela. Agradece a Carmo por isso e convida-a para jantar. Carmo fica atrapalhada mas aceita.