“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 353 (30 de setembro a 6 de outubro)

João e Rodrigo ficam em choque ao encontrar a mãe inconsciente no chão. João vê os sinais vitais e Adelaide está morta. Ao ver o copo de vinho e a máscara de oxigénio afastada, João percebe que a mãe se suicidou. Diana não quer acreditar que Adelaide morreu.

Laura vê a publicação de Vitória e queixa-se por estar a trabalhar. Carmo aparece de surpresa e Celso adora. Trocam presentes apaixonados. Laura observa-os cheia de inveja.

João está muito nervoso porque finalmente decidiu apresentar Carlos à família e à mãe. Carlos pergunta se tem mesmo a certeza de o querer fazer e João confirma. Saem para a rua.

Leo regressa a casa depois de ter sido hospitalizado. Todos estão preocupados com ele. Está desolado com o fato de Valter só se ter aproximado dele por dinheiro. Vai descansar e Aida faz as pazes com Raimundo.

Leonor partilha com a família que está preocupada com Leo. Tem esperança que ele se trate agora depois do susto que apanhou. Leonor conta que vai fazer uma audição e decidem jantar todos juntos.

Júlia está só e deprimida e não consegue comer. Põe música e vai até à janela. Lembra a última conversa com Vitória e olha para uma fotografia sua com a filha.

Na quinta, Vitória tenta abrir a porta sem sucesso e grita para Gonçalo a tirar dali. Nada acontece e ela dá um murro na parede, desesperada.

Durante o jantar do aniversário de Adelaide, João apresenta Carlos a família como seu namorado. Adelaide observa todos, finalmente estão todos felizes e bem orientados na vida. Pede desculpa a João e pede para o filho a levar até ao jardim.

Já no jardim, Adelaide diz a João para ir ter com Carlos e salvá-lo do interrogatório da família. João hesita e Adelaide assegura que fica bem. Põe o pó dos comprimidos no vinho, tira a máscara do oxigénio e bebe o vinho enquanto olha as estrelas e o céu:

Preocupada com Léo, Leonor liga para ele e aconselha-o a tratar-se. Não é vergonha ele pedir ajuda e acha mesmo que ele deve internar-se e tratar o vício da droga. Léo sente muita vergonha de todos os disparates que tem feiro. Agradece os conselhos dela e afirma que a adora. Deseja-lhe boa sorte para a audição. Depois de desligar, Léo diz a Aida que precisa de ajuda e quer tratar-se.

Na sala todos estão bem dispostos. Celso gosta de ver Carmo com Inês ao colo. Esta avisa-o para não ter ideias já sobre maternidade. Rodrigo está ansioso com a chegada de Afonso e sai com João para o jardim para ir ver Adelaide.

João e Rodrigo ficam em choque ao encontrar a mãe inconsciente no chão. João vê os sinais vitais e Adelaide está morta. Ao ver o copo de vinho e a máscara de oxigénio afastada, João percebe que a mãe se suicidou. Diana não quer acreditar que Adelaide morreu.

Gonçalo está fora de si e Raul aconselha o chefe a descansar e a deixar de ler os livros que o estão a batalhar mais. Gonçalo deixa uma bala na pistola e dispara contra Raul que fica em pânico.

No quarto de Vitória, o segurança insiste com ela para comer e não sai dali enquanto ela não terminar tudo. Ouvem um tiro e o segurança sai, deixando o telemóvel para trás. Vitória pega nele e marca um número e espera que atendam.

Rodrigo informa todos que Adelaide morreu e que foi tudo planeado por ela. Tomou comprimidos e tirou a máscara de oxigénio. Todos ficam em choque com a notícia e Jacinta chora desesperada.

Na quinta, Gonçalo age como um louco e dispara um tiro contra um dos seguranças. É um tiro seco. Raul manda os seguranças embora e acalma Gonçalo. Este diz ao campanha que não ia mesmo matar ninguém.

Nervosa, Vitória volta a marcar o número de Diana mas o segurança regressa e ela não tem tempo de apagar o registo da chamada. Quer saber o que aconteceu lá fora mas o segurança manda-a comer e ficar em silêncio.

Em casa dos Macedo, todos sofrem com a morte de Adelaide. Os bombeiros levam o corpo de Adelaide numa maca. João vai falar a sós com o seu colega médico. Este amigo informa que escreveu que Adelaide morreu de uma paragem cardio-respiratória provocado pela doença para evitarem a autópsia a Adelaide. João agradece e o amigo consola-o.