“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

88º Episódio (10 a 16 de dezembro)

Vitória desabafa com Júlia e sente remorsos de ter virado as costas a Paulo. Não gostou de o ver desesperado e de não ter feito nada depois de ele a ter ajudado tanto. Arrependida, decide ligar-lhe. Em casa de Paulo, o telemóvel toca mas não há movimento. Há várias garrafas de whiskey vazias caídas e Paulo está morto, a boiar na piscina.

No hospital em África, Gonçalo traz ao colo uma criança que ficou ferida numa perna depois de ter pisado uma mina. Margarida apressa-se a ajudá-lo a tratar o ferimento e trata a criança com carinho.

Diana pergunta a António como estão as coisas com Vera e este explica que está a deixar andar sem fazer muita pressão. Diana quer desabafar sobre a sua situação com João mas receia assustar o amigo com a verdade.

Rodrigo arruma as coisas de Paulo numa caixa mas deixa ficar uma fotografia dele com toda a equipa. Rodrigo sente tristeza porque foram muito amigos e observa a Ana que Paulo é bom profissional e que é graças a ele que a estação está na liderança.

Vitória desabafa com Júlia e sente remorsos de ter virado as costas a Paulo. Não gostou de o ver desesperado e de não ter feito nada depois de ele a ter ajudado tanto. Arrependida, decide ligar-lhe.

Em casa de Paulo, o telemóvel toca mas não há movimento. Há várias garrafas de whiskey vazias caídas e Paulo está morto, a boiar na piscina.

Na sede do grupo, Zé Maria prepara-se para trabalhar na campanha quando tocam à campainha. Abre a porta a Francisca e ela insiste com ele para voltar para casa. Zé Maria recusa e diz à mãe que não o vai obrigar a aceitar a conduta do pai.

Ana vai à casa de Paulo levar as suas coisas e encontra-o morto, a boiar na piscina. Com todo o esforço consegue tirá-lo da água e faz respiração boca a boca mas é tarde demais para o salvar. Ana desaba a chorar em choque.

Na marisqueira, Rodrigo recebe com pesar o telefonema de Ana a informar que encontrou Paulo morto. Sai de imediato para ir ter com ela. Noutra mesa, Eduarda pede a Nelson que a ajude a fazer desaparecer a multa da ASAE e este, contrariado, promete que vai ver o que pode fazer.

Carmo fala com Adelaide sobre ir passar um fim de semana com Celso à casa de Tróia. Adelaide não se opõe e Carmo acha isso estanho.

Diana pressiona João a contar a Adelaide que se vão divorciar e João pede-lhe mais algum tempo. Por fim, este observa que a mãe nunca irá aceitar que ela fique com Rodrigo mas Diana não quer saber.

Rodrigo, Ana e Gil chegam a casa de Rodrigo arrasados. Ainda não se sabe se foi suicídio mas todos se sentem culpados pela morte de Paulo. Diana liga a Rodrigo e ele conta que Paulo morreu. Diana fica chocada e consola-o. Quando falam deles, Rodrigo mostra-se arrependido por ter ido à casa dela e do irmão e Diana responde que ela também o quis ver. Por fim, assegura que só precisa de algum tempo para resolver tudo com João.

Aida está muito agradecida a Gustavo por tê-la ajudado tanto e serve-lhe pastéis de milho. Naomi quer comemorar e decide que vai fazer uma festa de inauguração da associação. Lucas entra com Leo e felicita Gustavo. Comenta ainda com todos que vai reabrir a mercearia do pai, fingindo que quer levar uma vida honesta.

Na escola de circo, Rui prepara-se para ir para casa quando Martim chega com a bebé. Vera e António ficam confusos e acham que eles deviam ir à polícia comunicar a situação.

Em casa, André disfarça diante de Francisca que precisa de beber álcool e conversam sobre o encontro dela com Zé Maria. Francisca recebe uma chamada de Ana a informar que Paulo morreu e fica estarrecida.

Nestor comenta com Jacinta que ligaram do banco para falar com ela e quer saber se há algum problema com a sua conta. Jacinta disfarça, nervosa. Carmo entra muito alegre e pede a chave da casa de Tróia à avó para ir com Celso passar um fim-de-semana. Jacinta opõe-se pois acha que é ainda é cedo para isso e Carmo fica chateada.

Adelaide encontra-se com João e dá-lhe um envelope com dinheiro para o filho entregar a Celso, como contrapartida de ele se afastar de Carmo. João aceita tratar do assunto mas diz à mãe que não vai poder controlar Carmo para sempre.

Diana ouve música quando recebe uma mensagem de Vitória. Esta diz que precisa de falar com ela pois ninguém a entende e está farta que Júlia lhe diga o que fazer, como pensar e agir.

No hospital em Angola, Margarida está perto da criança a quem salvaram a perna. Gonçalo elogia-a e ressalva que foi tudo graças a ela. Margarida responde que ele também estava no lugar certo à hora certa e que se esforçou muito porque a sua filha perdeu uma perna recentemente.

Na rádio, Rodrigo diz a todos que Paulo vai ser autopsiado e Ana acusa Francisca de ser a culpada da morte dele. Esta não se cala e não assume essa culpa, nunca desejou a sua morte e só queria que ele pagasse pelos seus atos.

João entra na casa de chá e pergunta pela irmã. Clara explica que Carmo ainda não chegou e ele pede um café.

Na loja de tecnologia, dentro da oficina, Carmo e Celso beijam-se felizes. Este ouve alguém entrar na loja e vai atender. É João que vem oferecer dinheiro a Celso para se afastar da irmã pois ninguém da família deles aprova aquele namoro. Carmo ouve tudo e chora em silêncio.