“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

64º Episódio (19 a 25 de novembro)

Júlia fica chocada ao ver o postal que Vitória recebeu. Sabe que foi Diana mas disfarça e pede à filha que esqueça o assunto e insinua que possa ter sido Margarida. No entanto, Vitória está determinada em descobrir quem o escreveu e sai para a rádio para ir ver as imagens de segurança. Em pânico, Júlia pede a Fernando que vá até lá apagar tudo.

Na casa de chá, Marta diz a Gustavo que tem a certeza que Naomi ainda não o esqueceu e está certa que ela volta para ele quando este lhe fizer a surpresa de saber dançar. Clara atende-os nervosa e entorna café em cima de Gustavo.

Margarida cruza-se com Nelson na clínica de João e fica nervosa. O polícia pede descrição em relação à forma como se conheceram pois é paciente regular ali. João interrompe e fica feliz por vê-lo ali. Nelson explica que quis fazer surpresa.

Adelaide pede explicações a Vera por causa de alguns e-mails trocados com um cliente e estaresponde torta que se lhe reportar todos os contatos que faz, não faz mais nada. Irritada, Adelaide manda-a fazer mais horas.

No tribunal, Júlia e Vitória conversam com o Dr. Tavares sobre as testemunhas. O advogado reforça que era importante terem Fernando a depor e Júlia avança sem ele autorizar. O Dr. Tavares acha estranho Vitória estar tão nervosa e Júlia insiste que ele tem de acreditar que a sua filha é inocente.

Diana entra no carro de André, à porta do tribunal, e ameaça que irá contar os podres dele caso não desista da queixa contra ela. André fica furioso mas ela deixa-o a falar sozinho pois vê Gustavo chegar. Diana comenta com ele que está confiante que André vai retirar a queixa.

Vitória e Júlia dia de caras com Gustavo. Trocam algumas palavras azedas e Júlia leva a filha dali. Diana estranha o comportamento de Gustavo e fica estarrecida ao saber que a filha atropelou Marta e fugiu a seguir.

Durante a audiência, o advogado de André declara que querem chegar a acordo e pede uma indemnização pelas ofensas corporais mas Diana recusa. Em surdina, volta a ameaçar André que vai contar que ele anda com Adelaide e, diante disso, ele aceita retirar a queixa. Gustavo fica sem perceber nada mas elogia Diana.

Na universidade, Zé Maria tenta esconder-se de Clara mas esta, furiosa, humilha-o à frente de toda a gente presente, mostrando a fotografia que ele lhe enviou. Clara vira costas e os amigos dele riem-se.

Na rádio, Paulo tranquiliza Vitória e reforça que vai testemunhar a favor dela e que dirá o que for preciso.

Fernando fica incomodado por Júlia ter avançado com o seu nome sem ele decidir. Júlia faz bluff e finge que quer ligar para o advogado a retirar o nome do companheiro e, no último momento, Fernando aceita depor a favor de Vitória e contra a própria filha.

Gustavo diz a Diana que o que ela disse a André teve resultados. Sobre o atropelamento de Marta, afirma a Diana que conhece bem Vitória e tem a certeza que ela é culpada.

Jacinta fala com Deolinda sobre o teste da verdade na igreja e esta fica surpresa, só costumam escolher as pessoas mais abastadas para fazer esse teste mas isso é uma coisa muito boa e acha que consideram Jacinta especial.

André encontra-se com Giacomo e conta que Benedita forjou a própria morte e que agora voltou para o ameaçar. Giacomo fica gélido e pensativo.

Já em casa, Diana escreve uma carta para Vitória, explicando que é a sua mãe, que não se conhecem mas quer aproximar-se dela. Está tão absorta que nem repara quando João chega. Ao ver o que ela está a fazer, João aconselha-a a ser mais paciente.

Daí a pouco, Diana chega junto ao edifício da rádio e respira fundo para ganhar coragem e segue em direção à entrada.

Vitória, Paulo e Ana conversam sobre o artigo dos jovens desaparecidos quando a recepcionista chama Vitória e entrega-lhe um postal que Diana deixou. Vitória começa a ler e fica em choque com o conteúdo. A seguir vai até à entrada da rádio para tentar ver quem deixou aquilo ali mas não vê ninguém. Ao longe, Diana observa a filha.

Perturbada, Vitória pede a Paulo para sair mais cedo e ele autoriza mas pergunta se está tudo bem. Depois de Vitória sair, Paulo tenta aproximar-se de Francisca mas esta esquiva-se e fala sobre o artigo de Leonor.

Em Itália, Camila e Leonor não aguentam mais estar presas. Falam sobre haver um cliente que as quer às duas e Leonor está decidida a aproveitar isso para fugirem.

Na loja de tecnologias, Luís fala com Celso e não tem motivos para comemorar. Luís atende uma chamada de Cecília ao telefone e fica triste pois esta nem se lembra do aniversário dele e só fala de Sophie e da sua atitude estranha. Depois de Luís desligar, Celso consola o patrão.

Vera pede a Adelaide para sair mais cedo do trabalho e a patroa estranha. Vera fica irritada ao saber que Adelaide vai dar um projeto novo a André. Sabe os seus verdadeiros motivos para o fazer mas não diz nada.

No bairro, Leo e Naomi levam tintas para o edifício abandonado. Gustavo aparece e Naomi conta-lhe que vai construir ali uma associação e que já tem trabalho na loja de Flávio. Animado, Gustavo oferece a sua ajuda.

Diana desabafa com António, sente-se culpada pois quando abandonou a filha, queria que ela fosse criada por uma boa família e não por alguém como Júlia. Está expectante com a reação dela quanto Vitória lhe mostrar o postal.

Júlia fica chocada ao ver o postal que Vitória recebeu. Sabe que foi Diana mas disfarça e pede à filha que esqueça o assunto e insinua que possa ter sido Margarida. No entanto, Vitória está determinada em descobrir quem o escreveu e sai para a rádio para ir ver as imagens de segurança. Em pânico, Júlia pede a Fernando que vá até lá apagar tudo.