“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

288º Episódio (24 a 30 de junho)

Na audiência do tribunal, Gustavo está confiante e todos esperam que ele saia em liberdade. O juiz acaba de analisar todos os documentos e declara que Gustavo vai ficar em prisão preventiva até à data do julgamento, deixando todos em choque.

Raimundo entrega o dinheiro da renda a Aida que o recusa pois são um casal. No entanto, ele insiste pois quer ajudar nas despesas. Aida pergunta-lhe se já falou com Celso sobre eles e Raimundo explica que ainda não contou mas vai contar depressa.

Laura está amuada por causa de Clara ter aparecido ali. Deolinda informa Celso que o pai namora com Aida e está furiosa. Rui mete-se na conversa mas Deolinda manda-o calar-se e ir fazer café para todos.

Diana ri-se das coisas que Rodrigo conta sobre Laura e Celso. Acha que ele estava muito melhor com Clara. Conversam animados e Rodrigo afirma que encontrou nela e no bebé que vem a caminho o que procurava.

Jacinta conversa com Carmo ao telemóvel e fica a saber que do assalto. Adelaide fica alarmada com o que ouve. Jacinta diz a Carmo para passarem a noite ali e passa o telefone a Adelaide.

Carmo acalma a avó e a mãe e diz-lhes para ficarem descansadas pois está tudo bem agora. Pedro já falou com a polícia e não quer ir ao hospital. Apesar de Sofia não querer lá ficar, Pedro diz a Carmo que vão ser muito felizes naquela casa.

No bar, Rui fala com Clara sobre a mercadoria que vai chegar e Vitória humilha Clara por estar a trabalhar ali. Rui impõe-se e defende Clara e Vitória vai embora altiva. Clara agradece-lhe o apoio.

Na escola de circo, um dos agentes da PJ informa Naomi que a arma encontrada no carro de Gustavo foi a que matou Lucas e tem as impressões digitais de Gustavo. Nervosa, Naomi afirma que o marido não matou o próprio irmão. Diana reage e diz que quem matou Lucas foi Gonçalo.

Na rádio, Rodrigo bebe água e Celso está preocupado com ele. Rodrigo desvaloriza e o seu problema tem tratamento. Laura chama Celso e ele ignora-a mas Laura entra no estúdio. Seguem para o gabinete dela.

Laura quer falar sobre o fato de Celso saber que Clara mora em casa da mãe dele e não lhe ter dito nada. Discutem e Laura exige que ele case com ela em Las Vegas. Celso foge do gabinete dela.

Cá fora, Celso recupera o fôlego está em pânico pois não quer casar com Laura.

Rui vai para a escola de circo e Clara está muito abatida. Ele ressalva que ela é muito melhor do que Vitória e Clara lamenta que tudo lhe corra mal. Rui sugere que ela pense em coisas boas pois há muita gente que gosta e se preocupa com ela.

Vitória está triste porque perdeu a sua única amiga, Clara. Gonçalo afirma que eles não precisam de ninguém pois são melhores do que toda a gente. Têm tudo o que precisam. Ela acaba por concordar com o pai que fica satisfeito.

Naomi visita Gustavo na prisão e está preocupada porque horas as provas o incriminam. Ele está confiante que vão conseguir provar que a arma não é sua e que não matou o irmão. Pede a Naomi que tente juntar tudo o que têm de Cabo Verde.

Diana e Julia conversam e acham que foi Vitória quem incriminou Gustavo. Júlia afirma que ela nunca ultrapassou o fato de ele a ter trocado por Naomi duas vezes. Pode também ter sido Vitória a matar Nelson.

Em casa dos Macedo, Carmo fala do assalto e Deolinda mete-se na conversa. Jacinta e Adelaide oferecem a casa a Carmo e a Pedro mas ela não tenciona sair dali e acredita que vai correr tudo bem.

Na biblioteca, Nestor e Pedro falam sobre o assalto e Nestor fala comovido sobre as reações das pessoas perante o medo e situações extremas. Declara que nunca vai esquecer que Pedro enfrentou armas para salvar a vida de Carmo e Sofia.

Marta fala com Vera ao telemóvel e não tem mais novidades de Gustavo. Naomi tem receio que as coisas corram mal tal como aconteceu com Léo. No entanto, Marta responde que o irmão tem um álibi sólido e que o juiz tem de ter isso em conta. Está confiante que vai correr tudo bem.

Sofia desabafa traumatizada com Leonor sobre a experiência do assalto. Leonor conversa com ela e sugere que ela aprenda a dominar o medo e fala da sua própria experiência e que faz para se sentir melhor.

Em casa de Carmo e Pedro o polícia toma nota de tudo o que eles se lembram do assalto na noite anterior. Repara numa capa com o nome da imobiliária de Júlia e confirma que eles compraram a casa através dessa agência.

Gonçalo propõe ao ladrão que se entregue na polícia e que diga que a mandante dos assaltos é Júlia. Oferece muito dinheiro e um bom advogado em troca.

Diana fora de si confronta Vitória e acusa-a de ter incriminado Gustavo. Ela responde de forma fria e altiva e Diana termina dizendo que quando Gonçalo for apanhado ela vai ficar sem nada e sozinha. Vitória fica zangada.

Na audiência do tribunal, Gustavo está confiante e todos esperam que ele saia em liberdade. O juiz acaba de analisar todos os documentos e declara que Gustavo vai ficar em prisão preventiva até à data do julgamento, deixando todos em choque.