“Alma e Coração”: Resumo dos próximos episódios

"

277º Episódio (10 a 16 de junho)

Gonçalo está a trabalhar em casa quando ouve um telemóvel a vibrar. Encontra-o e acha estranho. Decide atender mas não fala. Fica furioso ao reconhecer a voz de Diana e perceber que Júlia o anda a enganar.

Em casa do falecido Nelson, Júlia tenta abrir tudo o que tem fechadura com a chave que Nelson deixou a Vitória. Nenhuma corresponde, o que a deixa frustrada.

Na escola de circo, Naomi, nervosa, conta a Diana e António que Leo foi preso. Revoltada, Diana afirma que o verdadeiro assassino está à solta. António responde que é melhor esperar novidades de Gustavo.

Na prisão, Gustavo diz a Leo que precisa de saber tudo o que aconteceu entre ele e Nelson para o poder defender. Leo alega que só está preso porque é o preto do bairro. Noutra mesa, Vitória reúne-se com Zé Maria e quer informações sobre o tráfico de droga de Gonçalo mas o jovem não diz nada.

Na autocaravana, Carla faz uma massagem a uma jovem da escola de circo quando começa a ouvir pancadas. Cheia de medo, afirma que é o espírito do seu falecido avô. Esmeralda “ralha” com ela e Carla por sua vez acusa a sócia de estar interessada em António.

Na marisqueira, Rui desabafa com Martim sobre Deolinda, afirmando que agora trabalha ainda mais do que antes porque ela o explora. Marta e António falam sobre a sua possível gravidez e António acaba por revelar que Diana também está grávida e que vai continuar a dar aulas.

No hospital psiquiátrico, Sara oscila entre momentos de lucidez e de confusão. Diana conta que está grávida e fica de rastos ao saber que a mãe tem esquizofrenia. A médica fala sobre o tratamento que vai administrar quando Diana recebe uma chamada de Júlia.

Julia liga para dizer que esteve em casa de Nelson e vasculhou tudo. A chave não abre nada que lá esteja. Diana declara que não podem desistir. Gonçalo entra em casa e Júlia apressa-se a esconder o telemóvel.

Na rádio, Vitória provoca Clara. Laura fala num tom meloso para Celso que fica constrangido e sai dali com ela. Antes de ir, Laura impõe que Clara faça uma tarefa. Depois dela sair, Clara grita a Rodrigo que Laura é uma vaca sem saber que está no ar. Rodrigo tenta remendar a situação mas é tarde demais.

Fora do estúdio, os colegas de Clara estão em choque, toda a gente ouviu o que ela disse. Laura, zangada, chama Clara ao seu gabinete. Vitória observa tudo a adorar a situação enquanto Celso está preocupado.

Laura está furiosa com Clara e esta pede desculpa apesar de saber que o mal está feito e que não pode voltar atrás. Laura quer que ela peça desculpa em público mas Clara recusa e sai de forma altiva.

Clara está muito nervosa mas tenta disfarçar o melhor possível. Começa a arrumar as suas coisas e Celso aproxima-se preocupado. Ela acusa-o de lhe ter destruído a vida e recusa falar mais com ele. Vitória também tenta aproximar-se e Clara trata-a mal.

Gustavo explica a Ainda e Naomi que a situação de Leo não é fácil. Naomi reage mal, o irmão não pode pagar por um crime que não cometeu. Aida desespera mas Gustavo ainda tem esperança de convencer Leo a dizer a verdade.

Luis conversa, revoltado, com Vera. Não se conforma de ainda ser suspeito de tráfico de droga. Vera desvaloriza e afirma que a polícia tinha de começar por algum lado e tenta acalmá-lo. Pergunta-lhe por Leonor e Luis explica que a filha está com Sofia.

Leonor está triste por causa da prisão de Leo enquanto Sofia afirma que aquilo até pode ser bom para a carreira dele. Leonor não quer acreditar que Sofia tenha dito aquilo. Marta aproxima-se delas e pergunta cómo está a situação de Luís.

Diana fala sobre a gravidez com Vitória e ela responde de forma fria. Não gosta que Júlia esteja grávida e quer que a mãe recupere. Júlia entra e sente-se mal. Quer ligar ao obstetra e Diana e Vitória ficam preocupadas com ela.

Na rádio, Laura e Celso discutem por causa de Clara. Este defende a ex-namorada e acha que ela não fez de propósito e que é injusto ter ficado sem trabalho. Laura fica fula com ele.

Clara vai à casa de chá e desabafa com Raimundo. Está de rastos e tudo lhe corre mal. Admite que ainda não esqueceu Celso. Raimundo tem muita pena dela e tenta consolar, afirmando que ela pode contar sempre com ele. Clara agradece.

Júlia e Vitória vão ao médico e Júlia diz ao médico que sabe que tem de deixar de tomar a medicação para poder continuar a gravidez. Vitória não quer acreditar que a mãe está disposta a morrer para ter o bebé. Chama-lhe egoista e desaba a chorar.

Diana conta a Rodrigo que Júlia se sentiu mal e decide ligar pois está preocupada com ela.

Gonçalo está a trabalhar em casa quando ouve um telemóvel a vibrar. Encontra-o e acha estranho. Decide atender mas não fala. Fica furioso ao reconhecer a voz de Diana e perceber que Júlia o anda a enganar.

Do outro lado, Diana acha estranho que tenham atendido sem falar e Rodrigo desvaloriza, dizendo que Júlia retornará a chamada quando puder. Tem a certeza que está tudo bem.

Raimundo compra coisas para casa na mercearia de Aida e para a mimar conta que já tratou da roupa e fez o jantar. Ela agradece e quando Raimundo vai tirar um pacote de farinha, encontram um cofre escondido. Aida tem um mau pressentimento.

Um dos agentes da PJ vai a casa de Luis e partilha as novidades da investigação. Luis deixou de ser suspeito e talvez seja só chamado como testemunha. Depois do polícia ir embora todos ficam aliviados. Leonor observa que agora só falta Leo sair da prisão e Gustavo vai defendê-lo.

Naomi fala ao telemóvel e tenta saber o paradeiro de Fátima mas ninguém sabe dela. São muitos refugiados no mar. Naomi fica preocupada. Falam sobre Leo e Gustavo afirma que se ele disser toda a verdade talvez consiga ajudar.