"

Conheça a história de “Alma e Coração”, a nova novela da SIC

O Peso da Alma

Cláudia Vieira protagoniza “Alma e Coração”

Já é conhecida a história de “Alma e Coração”, a nova novela da SIC que está a ser escrita por Pedro Lopes (autor de “Laços de Sangue”, “Dancin’ Days” e “Coração D’Ouro”).

Benedita (Cláudia Vieira) responde agora pelo nome de Diana. Quando desapareceu encontrou refúgio num circo itinerante.

O carácter nómada circense ajudou-a a fugir do Porto e a manter o anonimato essencial à sua ‘nova’ vida. No circo ninguém lhe fez grandes perguntas.

De Portugal viajou para outros países, tendo corrido praticamente todo o mundo. Quando a reencontramos, está a tentar regressar ao seu país de origem, mais concretamente a Lisboa, onde arranja trabalho numa escola de artes circenses.

Segura de que conseguiu fugir ao passado, Diana não imagina que está muito perto de o reencontrar.

Júlia (Soraia Chaves), é uma mulher que há vinte anos foi internada num hospital no Porto para fazer um transplante cardíaco devido a uma degeneração mixomatosa.

Na operação, Júlia recebe o coração de Albano, o avô de Diana. Júlia sempre foi uma mulher bondosa, mas desde a operação o seu feitio parece ter-se alterado. A mulher doce e positiva deu lugar a uma pessoa cada vez mais amarga. A sua única preocupação aparenta ser a filha que adotou ilegalmente, e que pensa ser sua filha biológica.

Na recuperação que fez no hospital, Júlia cruzou-se com um bebé que havia sido abandonado e que se encontra num lar de acolhimento, e devido a um apelo que não consegue explicar consegue ficar com aquela criança.

Esse bebé recém-nascido é Vitória (Madalena Almeida), a filha de André (Afonso Pimentel) e Diana.

Vitória cresce e torna-se uma miúda de sorriso aberto, mas de alma negra. Júlia criou-a à sua imagem, sem grandes escrúpulos nem dilemas morais. Júlia conseguiu tornar Vitória naquilo que Albano queria transformar Diana.