"

Homicídios misteriosos e mediáticos para descendar no ID – Investigation Discovery

Investigation Discovery

ID – Investigation Discovery

Em junho, alguns dos homicídios mais misteriosos e mediáticos dos últimos anos ganham a atenção do canal ID – Investigation Discovery.

O canal vai transmitir uma série de programas que exploram casos em que as questões mais importantes continuam sem resposta.

Em “Natalie Wood: An ID Murder Mystery” são investigados todos os aspetos relacionados com a misteriosa morte da icónica atriz. A 29 de novembro de 1981, o corpo de Natalie Wood foi encontrado pelas autoridades na costa da ilha de Santa Catalina, na Califórnia, onde estava em passeio num iate. O que lhe terá acontecido? Acidente? Homicídio? Quem poderia beneficiar com a morte da atriz? Quase quarenta anos mais tarde, este é um caso que continua a intrigar as autoridades fazendo dele um dos mais misteriosos de sempre de Hollywood.

“Natalie Wood: An ID Murder Mystery” para seguir no ID no dia 7 de junho à meia-noite (sábado para domingo) e no dia 30 de junho às 20h.

An American Murder Mystery: The Staircase” investiga um caso que tem apaixonado milhões de fãs de crime-real em todo o mundo: a morte de Kathleen Peterson. Na madrugada de 9 de dezembro de 2001, o escritor Michael Peterson liga em pânico para o 911 a pedir ajuda. A sua mulher, Kathleen, tinha sofrido um acidente. Caíra das escadas. Quando os serviços de emergência chegam ao local apercebem-se de uma realidade bem diferente. Encontraram o corpo sem vida da mulher deitado numa poça de sangue. Algo não batia certo.

 Michael Peterson sempre clamou inocência, mas as autoridades têm uma visão diferente, e o escritor acaba condenado à prisão perpétua. Conheça os detalhes que fazem deste um dos mais interessantes casos de sempre de Durham, na Carolina do Norte. “An American Murder Mystery: The Staircase” para ver dia 13 de junho às 22:h.

Em “Who Killed Jeffrey Epstein? An ID Murder Mystery”, entrevistas exclusivas e investigações em profundidade revelam novas pistas sobre o submundo obscuro de Jeffrey Epstein, a sua vida privilegiada e a sua morte controversa.

Epstein foi acusado de criar uma rede para abusar de menores nas suas mansões, rede essa que funcionou entre 2002 e 2005. Nesse período terá pago a menores para irem às suas casas de luxo em Nova Iorque e na Florida, para manter relações sexuais. Enquanto aguardava julgamento, acusado de trafico de menores com objetivos sexuais, Jeffrey Epstein ter-se-á enforcado. Mas há quem conteste essa ideia e que a sua morte serviu apenas para o calar. O milionário, de 66 anos, era uma das figuras mais conhecidas dos EUA e tinha uma rede poderosa de amigos, entre eles, o atual presidente, Donald Trump, e o antigo, Bill Clinton, mas também elementos da família real britânica. “Who Killed Jeffrey Epstein? An ID Murder Mystery”, um caso apaixonante a não perder no dia 20 de junho às 22h.

Jodi Arias: From Lust To Murder” examina a fundo um caso que surpreendeu a opinião pública dos EUA. Em 2008, Jodi matou o namorado Travis Alexander aparentemente num ataque de fúria. Mas não foi um ataque de fúria qualquer… Jodi esfaqueou Travis 27 vezes, deu-lhe um tiro na cabeça, e cortou-lhe ainda a garganta com tal profundidade, a ponto de quase decapitá-lo. Durante meses, Jodi Arias foi uma celebridade, dando entrevistas na televisão. O julgamento foi transmitido em direto de dia enquanto à noite nos programas se debatia o caso. Jodi Arias cumpre uma pena de prisão perpétua, mas existem ainda muitas perguntas sem resposta que são colocadas neste especial do ID “Jodi Arias: From Lust To Murder”, que pode ser acompanhado dia 27 de junho às 22h.