“Jogo Duplo”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 247 (22 a 28 de outubro)

Rosa assina o contrato de trabalho no café. Teodoro entra, completamente bêbado e pede mais bebida. Alexandre e Ti Chico querem levá-lo para casa, mas Teodoro não quer ir e conta que Clara é a sua perdição.

Rosa leva Teodoro para casa.  Gabriela entra e inspeciona o quarto. Diogo quer comprar uma casa e ter um espaço só deles e Gabriela pergunta se ele levou para lá alguém. Diogo fica atrapalhado e Gabriela desvia o assunto.

Gabriela quer ir tomar um banho com Diogo.  Marta entra na Fénix e diz que Maria João vai ter alta e que vai continuar a gerir a empresa. Laura e Renato dizem estar fartos e despedem-se. Marta tenta demovê-los, e pergunta se mais alguém se quer demitir. Tiago observa os técnicos a instalar câmaras de vigilância no exterior da casa de Maria João.

Manuel observa pela janela as movimentações no exterior e manda mensagem a Susana a contar que estão a instalar câmaras de vigilância no exterior da casa.  Maria João chega do hospital e diz que preferia ir para sua casa. Está furiosa com Manuel e Maria João diz que com Afonso não seria diferente.

Diana e Margarida defendem o pai, deixando Maria João pensativa.  Tiago mostra a João onde estão instaladas as câmaras de vigilância na casa de Manuel. Tiago acha impossível João entrar sem ser visto e João diz-lhe que acha que Manuel quer um confronto à vista de todos.

Tiago quer arranjar uma maneira de desligar o sistema e pede a João para não fazer nada.  Steven está a trabalhar, quando entra Botija e o acusa de ter estado a espiar para a PJ. Botija ameaça Steven e Teresa e sai. Rosa e Ti Chico levam Teodoro a casa. Teodoro diz que estragou tudo e que a única coisa que lhe vale, são os filhos. Rosa tanta anima-lo e diz-lhe que ele é um homem bom.

Maria João diz que está arrependida do casamento com Manuel e as filhas dizem que a avisaram. Maria João acha que João tem uma grande admiração por Manuel e Margarida diz que João tem um bom coração, ao contrário de Manuel.

Manuel está pensativo e relembra a conversa que teve com João quando se despediu dele em Macau. Clara conta a Amália que teve de encostar Teodoro à parede. Alexandre entra, furioso e acusa Clara de ser a culpada do pai estar bêbado e diz-lhe que eles são um casal destrutivo.

Clara diz que vai falar com ele e Alexandre aconselha-a a ter cuidado com o que diz, pois o pai mudou muito.  Marta recebe um telefonema e fica a saber que os barcos sonda saíram da área de concessão e houve um derrame de um dos barcos. Marta fica em pânico. Óscar e Miguel contam como correu a operação ao campo de tiro ilegal. Miguel diz que falta falar com Botija.

Vítor diz que têm outro assunto para tratar: encontrar Susana e Cátia. Joaquim diz que não há pistas. Marta liga a Maria João e conta o que se passou com o navio sonda e esta pede-lhe para falar com o advogado.

Rodrigo mostra a Helena a notícia da apreensão do barco da Fénix, no blog de Sara e diz que não vão poder ignorá-la. Manuel vê a notícia no blog de Sara e fica irritado e envia uma mensagem a Susana. Susana recebe a mensagem de Manuel e diz a Cátia que ele quer saber quem está por detrás da sabotagem.