“Jogo Duplo”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 192 (13 a 19 de agosto)

Já nas instalações da PJ, Vítor diz a João que acredita que queira corrigir os erros do passado, mas João diz que não tem nada a acrescentar ao que lhe disse antes e quando Vítor lhe mostra a foto dele, a sair do armazém, João diz que é uma montagem e acusa a PJ de o perseguir a todo o custo.

Vítor diz que só querem apanhar o verdadeiro culpado e pede que João os ajude. Vítor acha que João fez bem em livrar-se daqueles criminosos, mas acrescenta que não podem ter uma pessoa a fazer justiça pelas próprias mãos. João diz que Vítor tem uma imaginação fértil e pede para falar com o advogado.

Manuel, reunido com Tomás, discute a demora no apoio do partido quando recebe uma chamada e fica a saber que João foi detido.

Manuel pede a Tomás para falar com o pai, para que este interceda junto do diretor-geral da judiciária. Tomás sai e Manuel liga a Tiago tentando saber o motivo da detenção de João, mas este não lhe diz, nem mesmo quando Manuel o ameaça.

Diogo conta a Margarida que João foi detido, mas não sabem por que motivo. Também lhe pergunta se sabia que Afonso tinha comprado o café, mas ela estranha, pois, o pai está falido. Vítor diz a Tiago que não conseguiu nada de João e o inspetor sugere baterem-lhe até ele colaborar.

Álvaro, o advogado de João, diz a Vítor, Tiago e Miguel que se estão a habilitar a uma queixa por abuso de autoridade. Maria João diz a Emília que tem de arranjar um amante e sugere-lhe Afonso. Emília diz que Tomás faz mais o seu género e que caso engravidasse, podia dizer a Tiago que tinha sido dos tratamentos.

Maria João dá um ralhete a Gabriela por ir casar com Diogo, mas Gabriela mantém-se firme e diz que Diogo é o amor da sua vida.

Gabriela pede a Maria João que convença Afonso a desistir da compra do café, mas a outra diz que não tem poder sobre o ex-marido.

Vítor diz à mulher que acha ter sido um erro prender João. Helena, preocupada, pergunta se João sabe que foi ela que lhes deu a fotografia.

Vítor acha que não, mas acha melhor que ela se despeça. Maria João aborda Tomás, tentando perceber os planos políticos de Manuel, mas Tomás não se descose.

Maria João fala a Tomás de Emília, mas este não está interessado e acaba por se afastar. Clara, Teodoro, Leonor e Amália jantam quando são interrompidos por Diogo que quer falar com Clara, mas Teodoro irrita-se e pega-lhe nos colarinhos, não o deixando falar.

Clara separa-os e diz que quer ouvir o que Diogo tem a dizer. Diogo, depois de desejar felicidades a Clara, conta que Teodoro violou uma rapariga, deixando Clara em choque.

Teodoro nega e torna-se violento, levando Clara a pô-lo fora de casa. Afonso vai ao café à procura de um canalizador para as obras em casa dos pais dele e tranquiliza todos, dizendo que não vai alterar nada, apenas arranjar o que precisar de ser arranjado e que conta com Ti Chico para o ajudar.

Margarida conta a Rodrigo que João foi preso e pede-lhe, desesperada, que publiquem que ele está a ser perseguido pela PJ. Margarida conta que ele foi preso por causa da fotografia. Rodrigo acede em publicar a notícia.