"

“Medo de Sentir” não vai representar Portugal no “Festival Eurovisão”

Medo de Sentir

“Medo de Sentir” representaria Portugal no “Festival Eurovisão 2020” que foi cancelado

O Grupo de Referência do Eurovision Song Contest discutiu, de novo, a elegibilidade das canções apuradas em 2020 para a edição de 2021.

Neste grupo figurava “Medo de Sentir”, vencedora do “Frstival da Canção 2020” e que representaria Portugal na Eurovisão 2020. Com o cancelamento do evento devido ao surto de Coronavírus havia que resolver o problema das canções apuradas em cada um dos países.

O grupo acordou de forma unânime que terão de ser selecionadas novas canções para a próxima edição, mas os artistas poderão ser novamente escolhidos para representar o seu país. No site www.eurovision.tv foi atualizada a área de Perguntas & Respostas.

O Grupo de Referência teve em consideração o seguinte:

  • EBU, os 41 países participantes e a Universal Music irão promover as canções selecionadas para a edição de 2020 numa programação alternativa, com um CD de tributo e inclusão nos canais digitais nas próximas semanas.
  • Levar as mesmas canções ao ESC2021 não estaria dentro do espírito do concurso e faria perder o entusiasmo e a tração criados em torno das seleções dos países, assim como o orgulho nacional, a diversidade e relevância do tema, influenciando negativamente o rating de cada emissão. Essa escolha iria impactar naturalmente também a importância do evento nas redes sociais, no online e nas emissões durante as finais e nos espetáculos prévios.

Acordaram igualmente que abandonar a regra do 1 de setembro para o lançamento comercial, mesmo que nestas circunstâncias, levaria a uma competição injusta em 2021, em que alguns emissores poderiam submeter a canção deste ano ou escolher uma nova canção.

Desde esta decisão:

  • A  EBU e NPO/NOS/AVROTROS anunciaram um espetáculo – Europe Shine A Light. “Medo de Sentir” fica sem espaço na emissão deste ano mas não perde lugar nos anais da História da Eurovisão.
    O espetáculo “Europe Shine a Light” irá para o ar no dia 16 de maio e pretende reunir os artistas de 2020 a partir dos seus locais de origem numa performance de hits familiares do evento internacional, num formato não competitivo.
  • A EBU está também a oferecer a todos os artistas deste ano a oportunidade de participarem na iniciativa “Eurovision Home Concerts” no YouTube. O primeiro episódio foi para o ar na última sexta-feira.

Esta decisão da EBU obriga os países a elegerem, no próximo ano, novas representantes para o “Festival Eurovisão 2021”.