“Na Corda Bamba”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 170 (13 a 19 de abril)

Leonor despeja vingativa o saco de lixo à porta de casa de Artur, que chega, entretanto, e olha espantado para a sua porta.

César e Gabriel continuam a tentar agredir-se descontrolados, com as coisas só a acalmarem por Simone ficar com a camisa rasgada no meio da confusão.

Artur diz a Simone ter a certeza que foi Leonor quem despejou o lixo à porta de casa deles como retaliação dele namorar com Carmo, achando que o melhor é ignorá-la para ela não fazer pior.

Marta entrega um envelope do seu tio a Isabel, quando chega Olívia preparada para ter uma aula de airyoga, dizendo a Marta que agora que é sócia do Studio pode fazer o que bem lhe apetecer ali.

Isabel liga para Sérgio a contar-lhe que já descobriu pelo registo de entradas no hospital que houve uma enfermeira que esteve a trabalhar no hospital um único dia, precisamente o dia em que a filha deles desapareceu.

Gilberto ameaça Lúcia de a denunciar à polícia se ela não aceitar que Heitor vá para casa dela tomar conta de Rita.

César chega em mau estado a casa, e conta a Lúcia que andou à pancada com Gabriel, e pede-lhe explicações sobre ele a ter acusado de ter matado o pai de Edu.

Gabriel critica Sara por andar a difamá-lo, e por não reconhecer que Pipo era tão criminoso quanto Lúcia por ambos terem sido cúmplices no roubo de bebés e na morte de Filipe.

Lúcia defende-se a César que foi Pipo e não ela quem matou Filipe, e choraminga a pedir para não falarem mais disso.

Lúcia explica a César ter sido forçada pelos Montenegro a aceitar que Heitor vá trabalhar lá para casa para não ir parar à prisão, e César suspira agastado a dizer não aguentar mais problemas, mostrando a máquina fotográfica que Gabriel lhe partiu.

Joana avisa Olívia que não vai permitir que ela mude o Studio, mas Olívia responde-lhe que tem o direito que fazer o que quiser, por não ter gostado nem um pouco da aula dela.

Isabel sai disparada sem explicar a uma intrigada Marta que envelope era aquele que Armando lhe pediu para lhe entregar.

Sara reforça a Duarte que o facto de ter visto Gabriel tão descontrolado só vem alimentar ainda mais a sua teoria dele ser suspeito da morte de Pipo.

Gabriel suspira exausto a lastimar-se do dia que teve, que começou com a pancadaria com César e culminou a ser acusado por Sara de ter matado Pipo.

Isabel diz a Leonor ter esperança que Armando seja a peça-chave para conseguir encontrar a sua filha, mas fica apreensiva por Leonor insistir em querer ir com ela encontrar-se com Armando.