“Na Corda Bamba”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 167 (6 a 12 de abril)

Fernanda critica Olívia por ter ido a sua casa contar-lhe que Gabriel e Alice não são filhos de Lúcia para se vingar dela e Olívia riposta que foi ela que errou ao dar crédito a Lúcia.

Alice espera por Afonso em casa e conta-lhe que voltou a envolver-se com Edu.

Leonor diz ao filho que não podem denunciar Lúcia à polícia por não terem provas contra ela, e ambos concordam que Pipo mereceu morrer e fitam-se desconfiados por qualquer um deles ter motivos para perpetrar esse crime.

Afonso explode com Alice a criticá-la por não saber o que quer, e Alice anui que o melhor é divorciarem-se.

Armando, tio de Marta, vai ao encontro de Sérgio e Isabel e eles perguntam-lhe se ele se lembra de há vinte anos ter desaparecido uma bebé e a sua mãe do hospital.

Óscar ouve espantado Joana a contar-lhe que Olívia escondeu aos Montenegro que sabia da existência de Rita desde o seu nascimento, e ambos ficam em choque por Rita contar que Lúcia está grávida. Lúcia abraça feliz César por ele estar de volta a casa.

Fernanda entra séria com Mário, e ambos ficam atónitos por Lúcia contar estar à espera de um filho de César.

Armando diz a Sérgio e Isabel que apesar de se lembrar desse caso, pouco pode adiantar por a administração na altura ter decidido abafar o caso.

Letícia surge nesse momento, e pergunta-lhes de sorriso provocador se se esqueceram dela.

Fernanda pede a César e Mário para falar a sós com Lúcia, perguntando-lhe de imediato se inventou esta gravidez para recuperar César, dizendo-lhe que a parteira que lhe fez o aborto há vinte anos atrás lhe disse que ela nunca mais podia ter filhos.

Letícia impõe a Sérgio e Isabel também querer estar presente naquela conversa e Sérgio explica a Armando que Letícia é a mãe do bebé que desapareceu. Lúcia explode e diz à mãe que era Pipo e não ela quem era estéril, tendo sido ele que a obrigou a adotarem três crianças.

Fernanda sai com Mário e diz a Lúcia que aquela conversa não vai acabar ali. Artur conversa com Gabriel e diz-lhe que devia pensar se quer mudar-se para sua casa quando começou agora a namorar com Simone, alertando-o também que vai acabar por cruzar-se muitas vezes com Edu e Leonor.

Sara conta a Afonso que Lúcia culpabilizou Pipo por todos os crimes e refere estar convicta que Pipo foi assassinado e não ir descansar até descobrir quem o matou. Sara repara que o irmão está desolado, e este conta-lhe que o seu casamento terminou.

Gabriel fica irritado com Sara por ela comentar ser uma loucura ele ir viver com Simone depois de tudo o que já se passou entre ela, Edu e Alice. Gabriel diz que não lamenta nem um pouco a morte de Pipo, mesmo que não seja ele o autor moral de o ter raptado a ele e aos irmãos, tal não invalida que ele não tenha sido cúmplice nos crimes de Lúcia.

Sérgio pergunta a Enzo se não queria que ele encontrasse Glória para não ter de dividir a sua fortuna com ela, e o brasileiro fica magoado por ele ter acreditado nas insinuações de Letícia e saí porta fora.