“Nazaré”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 95 (27 a 31 de janeiro)

Duarte acha que foi Verónica que lhe envenenou o pomar.

Joaquim pede a Elsa que testemunhe contra Verónica.

Elsa aparece morta no carro de Joaquim.

Verónica contrata Nuno para gerir a segurança da Atlântida.

Na Quinta, Duarte fala com Luís sobre o negócio, mas ele está alheio, só consegue pensar na bebé e Duarte diz que ainda não a foi ver por causa de Verónica. Chega o agrónomo que lhes dá a triste notícia de que o pomar está doente.

Em Espanha, Nazaré está deitada na relva a apanhar sol quando sente a presença de alguém e se apressa a sacar da arma. Matilde assusta-se e a filha pede desculpa e mostra que a arma não tem balas. Matilde dá a Nazaré o telemóvel que lhe comprou.

Em casa dos Soares, Joaquim está muito feliz pois conseguiu falar com Elsa e marcar um encontro em casa de Nazaré. Dolores atende Duarte e fica preocupada com o que ele lhe conta.

De volta à quinta, Duarte está de rastos, vai ter um enorme prejuízo por causa do pomar. O agrónomo explica que quem envenenou o pomar usou químicos bastante fortes. Duarte tem a certeza que foi Verónica e sai apressado.

Duarte entra pela casa de Verónica a dentro e pergunta a Paula onde está a tia. Assoma ao quarto de Verónica a acusá-la de ter envenenado o pomar, mas Verónica, com um ar superior, diz-lhe que nunca se iria dar a esse trabalho e para ele se manter longe dela e daquela casa.

Bernardo e Érica conversam enquanto a bebé dorme nos braços de Érica. Com os gritos de Verónica e Duarte a bebé acorda. Bernardo e a irmã vão ver o que se passa e Érica fica zangada com o primo por não se ter dignado a ir visitar a bebé e agora aparecer para fazer um escândalo. Bernardo não acredita na mãe e sai com Duarte.

Já na casa Gomes, Joaquim pede a Elsa que confesse que Verónica lhe pagou para raptar e manter Matilde sedada. Elsa tem medo e não quer ir presa. Joaquim garante que lhe arranja um bom advogado e a mantém fora da prisão e Elsa fica de pensar no assunto.

Na Atlântida, a secretária Maria diz a Verónica que Elsa esta lá para falar com ela. Elsa conta a Verónica que Joaquim foi ter com ela e lhe pediu que fosse à polícia testemunhar contra Verónica. Verónica descansa Elsa, promete ajudá-la e pede-lhe que confie nela pois vai resolver a situação.

Na prisão, Carol conta a Heitor que Sofia já acordou do coma e Heitor chora sem parar.

No bar do Hotel, Gonçalo fala com Nuno e diz-lhe que tem a impressão de que o conhece. Nuno não identifica Gonçalo e, com o desenrolar da conversa, Gonçalo percebe que uno se candidatou para ser segurança da Atlântida.

Na Atlântida, Verónica congratula Nuno pois o lugar de segurança é dele e a proteção dela e da empresa está agora nas mãos dele. Nuno atira para cima da mesa o tema Nazaré para estudar a reação de Verónica.

Joaquim está junto a Dolores, no Mercado, que lhe diz que tem medo que ela fuja dele e o plano caia por água abaixo. Joaquim não quer agoirar. Quando sai, para ir fazer uma entrega, Joaquim encontra Elsa morta no porta bagagens do seu carro. Joaquim está desorientado, fecha a bagageira e procura algo no telemóvel antes de arrancar.

Nuno tenta ligar para Nazaré, mas o telemóvel continua desligado. Verónica avisa Nuno que Duarte está proibido de entrar na empresa.

Já no seu gabinete, Verónica recebe Mike e avisa-o para nunca mais se encontrar com ela ali. Ele quer o dinheiro pois já fez o trabalho que ela lhe encomendou. Verónica dá-lhe o dinheiro e manda-o embora. Quando Mike sai, Nuno repara nele e estranha a sua presença, percebe que ele não é dali.