“Nazaré”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 158 (11 a 15 de maio)

Duarte pensa vender a Quinta para evitar que Verónica compre a Atlântida.

Bernardo rouba o contrato de compra e venda à mãe e anula a venda da Atlântida.

Carol declara-se a Matias e beija-o.

Bárbara vai a casa de Verónica e começa a ofendê-la dizendo que a odeia. Verónica, com o seu ar altivo, é irónica e diz-lhe que compreende que agora está casada com um homem pobre e que isso constitua uma frustração para ela. Bárbara, fora de si, diz a Verónica que ama Duarte e que juntos vão acabar com ela. A discussão só termina quando Érica aparece e pede que parem imediatamente antes que acordem Yara.

Na Quinta, Isabel comunica a Bárbara e Duarte que Verónica vai comprar a Atlântida a menos que Duarte tenha dois milhões para devolver a Isabel e anular o contrato de compra e venda. Duarte tenta convencer Isabel de que Verónica é uma mentirosa e manipuladora, mas sem grande efeito.

Bernardo vai ter com Verónica enquanto esta toma o pequeno-almoço e pergunta sobre a sua pulseira de ouro de quando era bebé. Verónica diz-lhe que está no cofre e o filho pede-lhe que a vá buscar pois quer oferecê-la à sobrinha. Verónica diz que depois tratar disso, mas Bernardo é insistente pois quer que a mãe vá abrir o cofre.

Ainda na Quinta, Duarte desafia Isabel a investir na Atlântida ao invés de a vender a Verónica, mas Isabel não aceita. Isabel diz que volta nessa tarde para assinarem a escritura, mas Duarte diz que não vai assinar nada e que a vai convencer a mudar de ideias. Quando Isabel sai, Duarte diz a Bárbara que vai por a Quinta à venda pois é a única saída que tem.

Verónica está a abrir o cofre, sob o olhar atento de Bernardo, mas só marca apenas 4 dos 6 dígitos pois é interrompida por alguém que toca à campainha. Isabel vem contar a Verónica que Duarte tentou dar a volta ao negócio e oferecer-lhe uma parte da empresa. Isabel tem receio que Duarte tenha algum truque na manga, mas Verónica desvaloriza e não se sente minimamente ameaçada.

Bernardo liga a Nazaré e diz-lhe que só conseguiu ver 4 dos números do cofre. Os dois debatem as possibilidades que têm, quando Bernardo interrompe a conversa dizendo que vai pensar, mas que tem de pedir ajuda a Érica. Bernardo e Érica estão junto ao cofre, Érica vigia enquanto Bernardo testa 2 combinações que dão errado. Bernardo concentra-se e tenta uma última vez.

Verónica sai do banho e, já vestida, desce à sala quando se apercebe que o quadro que cobre o cofre está torto. Quando abre o cofre percebe que o contrato não está lá e grita de raiva.

Na Quinta, Duarte está cabisbaixo a ver uma notícia antiga sobre a Atlântida quando é interrompido por Bernardo e Nazaré que aparecem com o contrato. Duarte rasga-o enquanto se ri de felicidade e todos se abraçam por terem conseguido vencer mais esta batalha.

Todos ainda em clima de festejo quando Bárbara chega e fica com ciúmes por ver Nazaré. Érica liga a Bernardo a contar que Verónica já deu conta que o contrato desapareceu. De repente, de um grito só, todos se viram e é Verónica quem chega a acusar Bernardo de a ter roubado. Duarte protege o primo e diz a Verónica para aceitar que está feito e que a empresa será dele.

Verónica conta a Isabel do plano de Bernardo para ajudar Duarte mas diz que está determinada a não os deixar ganhar. Isabel comenta que deviam ir à bruxa quando Verónica, de repente, vê o casaco de Luís pendurado e corre para o quarto de Érica. Verónica dá com a filha e Luís a dormirem agarrados. Verónica agarra no braço de Luís com força, magoando-o, e avisa-o que o quer longe da sua filha e da sua neta.

Duarte partilha com Bárbara a sua preocupação que o milhão que têm não chegue para dar a volta às coisas na Atlântida. Bárbara aproxima-se dele, quer fazê-lo esquecer os problemas, mas Duarte afasta-a e só consegue pensar em Nazaré.

Em casa de Nazaré, Toni refila e diz que está farto que Nazaré não consiga desligar de Duarte. A Jovem explica que prometeu eu ia ajudá-lo e é isso que está a fazer.

Matias está com Carol em casa enquanto Sofia foi a uma entrevista de emprego. Carol declara-se a Matias e acaba por beijá-lo. Matias, apanhado de surpresa, explica que gosta muito dela mas como se fosse sua sobrinha. Carol fica muito envergonhada e implora a Matias que não conte nada do que se passou a Sofia.