“Nazaré”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 155 (4 a 8 de maio)

Heitor exige que Verónica lhe dê 2 milhões de euros.

Ermelinda, Floriano e Ismael põe em prática plano para afugentar Isabel.

Duarte fecha venda da Atlântida com Isabel.

Barbara está na Atlântida e tenta resolver o problema com os motoristas que se recusam a fazer a entrega da encomenda se isso significa terem de assumir eles os custos. Duarte liga a Bárbara e ela conta-lhe o que se está a passar e Duarte pede-lhe que tente fazer com que os motoristas vão até à Quinta para que Duarte possa falar com eles.

No meio desta crise, Verónica aparece e, mal se apercebe do que se passa, aproveita para deitar Bárbara a baixo e desdenhar do trabalho que ela e Duarte estão a fazer na empresa.

Em casa dos Soares, Luís está de volta a casa com a boa noticia de que não vão ter de lhe amputar o braço. Mas nem tudo são boas notícias quando fica a saber que Érica se mudou para casa de Verónica levando Yara consigo.

Sofia e Nazaré treinam no saco de boxe quando são interrompidas por Carol. A jovem tem vontade de contar que o pai esteve lá em casa mas, nesse momento, recebe uma SMS de Heitor e fica em pânico acabando por não dizer nada. Sofia percebe que a filha está a mentir e comenta com Nazaré a suspeita de Nuno sobre Heitor que acha que Verónica anda a ajudar Heitor e a dar-lhe dinheiro. Nazaré vai tentar descobrir mais alguma coisa.

Heitor surpreende Verónica na Atlântida. Aparece disfarçado, para evitar ser reconhecido, e diz-lhe que se não quer acabar a arder como António tem de arranjar 2 milhões de euros para que ele fuja com a família. Verónica cede, com medo de Heitor, e ele diz que quer o dinheiro amanhã e aconselha-a a ir-se embora também. Verónica diz que não tem medo porque não há provas contra ela.

Nazaré vai até à Atlântida e liga a Sofia quando está no escritório da presidência. Verónica apanha-a e Nazaré, sem medo, enfrenta-a e exige que lhe diga onde está Heitor. Verónica diz que não sabe e, de repente, ouve-se um grande burburinho vindo de fora e seguem as duas para perceber o que se passa.

No lobby da empresa, os funcionários reclamam por falta de pagamento. Bárbara não sabe o que há-de fazer e Verónica, aproveitando-se da situação, junta-se aos trabalhadores. Nazaré tenta ajudar Bárbara como pode.

Na Quinta, Bárbara conta a Duarte o que se passou e Duarte fica aflito pois não vai conseguir pagar aos colaboradores em 24h. Duarte pensa em Isabel como a sua única salvação.

No Hotel, Cris está fechado no quarto e a ressacar quando Ana entra com comida, Cris é agressivo e quer sair do quarto. Laura e Gonçalo, da receção, conseguem ouvir os gritos do filho e Gonçalo quer ir ajudar Ana, mas Laura não deixa e diz-lhe que se Ana precisar de ajuda, vai pedir.

No Lar, Bernardo mostra a Ermelinda e Floriano a arvore genealógica que fez de Isabel e dá-lhes uma breve explicação. Ermelinda e Ismael discutem o plano para derrubar Isabel.

Ermelinda chama Isabel ao Lar para conversar com ela sobre a situação de Floriano. Decidem por o plano em marcha, para a assustar, e Ermelinda diz a Isabel que o Lar está cheio de presenças do além e começa a falar com Isabel sobre a avó dela.

Heitor vai ter com Verónica e percebe que ela não tem o valor acordado. Heitor ameaça-a e diz que vai entrega-la à polícia mas Verónica pede-lhe mais um dia e garante que vai arranjar o dinheiro que falta.

Duarte chama Isabel à Quinta e diz-lhe que só aceita fazer o negócio se for por mais dinheiro. Isabel, olha-o e diz que não será por isso que o negócio não vai para a frente. Duarte está de rastos por ter de tomar esta decisão.

No seu quarto, Verónica acaba de preparar a mala com dinheiro para entregar a Heitor e envia-lhe uma SMS a combinar o encontro. Na tensão de Verónica.