“Nazaré”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 153 (4 a 8 de maio)

Joaquim vai viver para casa de Matilde e Nazaré.

Érica aceitar que Yara vá viver com Verónica caso ela vá também.

Isabel propõe a Duarte a compra da Atlântida.

Na estrada abandonada, Nuno continua com a arma apontada a Heitor. Nazaré aparece e impede Nuno de disparar. Heitor consegue fugir e Nuno fica revoltado com Nazaré por lhe ter estragado o plano.

Depois da visita do Inspetor Santos, Bernardo fica com dúvidas em relação ao envolvimento do primo na morte do pai. Duarte, já desesperado, diz a Bernardo que não tem a arma e que não foi ele quem matou Félix mas que, se mesmo assim, Bernardo não acredita nele pode procurar pela casa toda e nas suas coisas a ver se encontra alguma prova do seu envolvimento.

Na casa Silva, Sofia está muito nervosa com aquilo que Nuno e Nazaré lhe contam e tem a certeza que Heitor não vai fugir sem levá-la a ela e a Carol consigo.

Matilde fala com Nazaré e conta-lhe que Dolores pôs Joaquim fora de casa. Nazaré diz à mãe que lhe deviam dar guarida pois Joaquim tem mostrado que está disposto a tudo por ela e merece esta oportunidade. Mais tarde, Joaquim acaba de chegar à casa Gomes, de malas na mão, e agradece à filha e a Matilde o gesto não sabendo, porém, se merece esta consideração, mas Nazaré diz-lhe que ele tem sido o pai que ela sempre quis.

Em casa dos Soares, Dolores mostra a Érica o seu apoio e fá-la ver que não está sozinha. A jovem tem de voltar ao Tribunal e nem sabe o que vai dizer. Entretanto Cris aparece, visivelmente drogado, e diz que vai acompanhá-la. Érica, revoltada, expulsa-o entre lágrimas.

Na Quinta, Bárbara desabafa com o marido e diz-lhe que está muito preocupada com o irmão pois podem ter de lhe amputar o braço. Duarte comenta com Bárbara a visita do Inspetor Santos e pede-lhe que vá ao banco negociar o empréstimo para a Atlântida.

Verónica fala com Isabel e diz-lhe que vai precisar da sua ajuda para compor um plano que delineou. Verónica acaba de explicar o plano a Isabel, que aceita ajudá-la, e liga a Bernardo a pedir ao filho para ir lá a casa.

Bernardo está com a mãe, que lhe diz que tem saudades dele e pede que deixem o passado para trás, mas Bernardo continua a achar que a mãe é a responsável pela morte. De repente, Isabel chega e acusa Verónica de ter roubado a Atlântida e de ter deixado a empresa na ruína, encenando tudo tal e qual como ficou combinado com Verónica. Quando Bernardo regressa à Quinta, comenta com o primo o que se passou, que era exatamente aquilo que Verónica pretendia.

No Mercado, João anuncia que os primeiros calendários estão prestes a sair Enquanto Joaquim se dirige à banca de Dolores para tentar ajudar com a clientela. Dolores manda-o embora, cheia de raiva, e diz-lhe que já sabe que foi viver para casa de Matilde.

No Lar, Ismael, depois de investigar o paradeiro dos utentes que desapareceram misteriosamente, conta a Ermelinda que esses idosos estão a ser recolocados noutros lares, sem condições. Todos concluem que Isabel esteve, este tempo todo, a mentir-lhes.

Érica fala com a mãe sobre Yara quando Verónica lhe diz que o único acordo que aceita é que Yara vá viver com ela. Érica, já de rastos, diz à mãe que se é isso que é preciso para que fiquem todos em paz que permite que a filha vá viver com ela na condição de ela ir também.

Isabel vai até à Quinta encontrar-se com Duarte. A empresária, cumprindo o plano da amiga, diz a Duarte que confiava em Verónica até ter descoberto o que fez com a empresa e diz a Duarte que está disposta a ajudá-lo. Isabel propõe a Duarte a compra da Atlântida por 100 milhões de euros. Na iminência se Duarte vai aceitar a proposta.