“Nazaré”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 180 (22 a 26 de junho)

Toní e Duarte pedem Nazaré em casamento ao mesmo tempo!

Toni está ao telemóvel com Nazaré enquanto lhe vai dando coordenadas. Nazaré está confusa e sem perceber porque está a caminhar no areal e o que vai encontrar. Toni chega perto dela e Nazaré vê escrito na areia o pedido de casamento de Toni.

Toni declara-se fazendo um discurso muito emotivo quando é interrompido pelo barulho de uma avioneta com um novo pedido de casamento.

Nazaré fica confusa, mas Toni tenta apropriar-se do segundo pedido. Duarte chega, surpreendendo Nazaré, e reclamando o seu pedido de casamento.

Nazaré olha para eles os dois e percebe que chegou a altura de decidir com quem quer passar o resto da sua vida.

NUNO DEIXA VERÓNICA À MORTE EM ALTO MAR

Verónica é surpreendida pelo inspetor Santos, em sua casa, com o intuito de a deter pela morte de Mike. Verónica reclama-se inocente, mas Santos insiste que tem de a levar à esquerda.

Verónica pede para ir ao quarto buscar um documento que prova a sua inocência e tranca o inspetor no seu quarto, vai ao cofre retirar todo o dinheiro, e foge perante o olhar estupefacto de Érica e Bernardo.

Duarte e Nazaré, determinados a apanhar a vilã, juntam-se a Bernardo para reunir todas as pistas que os possam levar aVerónica. Acabam por descobrir que alugou um carro e combinam ir até ao local e esperar que ela apareça.

Assim acontece, Verónica vai ao stand para levantar um carro alugado, enquanto Nazaré a observa do carro pois Duarte e Bernardo foram ao café.

Nazaré, destemida, e não querendo deixar escapar a oportunidade, não aguarda nem por Duarte nem por Bernardo e faz frente a Verónica.

Verónica pega no carro, tenta fugir, mas Nazaré atira-se à vilã com unhas e dentes e não a deixa escapar.

Quando Santos chega ao local para deter Verónica, chega também Nuno e tudo acontece muito rápido. Nuno manda um gás para dentro do carro onde está Verónica detida e “arranca” a vilã para a levar consigo.

Já em alto mar, Nuno abandona Verónica um barco apenas com um balde de água e uma arma deixando-a à sua mercê sem dó nem piedade. Ficamos no desespero de Verónica.

GONÇALO ENTREGA-SE À POLÍCIA PELA MORTE DE MIKE

Laura engendra plano para incriminar Verónica pela morte de Mike. Coloca cabelos da vilã no corpo e faz uma denúncia anónima.

A PJ localiza o corpo e dá Verónica como culpada.

Gonçalo, depois de saber que Verónica foi detida, fica em pânico e não percebe como é que ela pode ser acusada de uma coisa que foi ele que fez. Laura pede-lhe que não diga nada e mantenha as coisas como estão.

Mais tarde, Prata conta a Laura que descobriram que foi Verónica quem encomendou o ataque ao hotel e que ordenou Mike que fizesse mal a Ana. Laura fica cheia de raiva e com sentido de dever cumprido pois finalmente Verónica vai pagar por todo o mal que fez à sua família.

Laura conta a Gonçalo que foi Verónica que ordenou o ataque ao Hotel e Gonçalo fica atónito.

Mais tarde, Santos vai ao Hotel e Laura surpreende-se com a sua presença. Santos diz que ali está a pedido de Gonçalo. Gonçalo entrega-se pela morte de Mike e pede à família que compreenda que seria incapaz de viver com a culpa de outra pessoa estar a pagar pelo seu crime.

BÁRBARA TENTA MATAR NAZARÉ NO DIA DO CASAMENTO

É o dia do casamento de Nazaré.

Nazaré está na praia e olha o mar quando Matilde a encontra e refila por estar a sujar o vestido. Nazaré ri-se e pede à mãe que seja ela a levá-la ao altar. Ficamos na emoção das duas e percebemos quem alguém as observa, mas não sabemos quem.

Quando Nazaré chega à igreja e está prestes a sair do carro, aparece Bárbara de caçadeira em punho.

Bárbara diz-lhe que não merece ser feliz com Duarte e que não a vai deixar ganhar. Nazaré, destemida, diz-lhe que vai casar com Duarte e que vai ser feliz. Vira as costas e segue determinada para a porta da igreja quando Bárbara faz mira para lhe acertar.

Santos, que conduzia o carro que trouxe Nazaré até à igreja, saca da arma e diz a Bárbara que se mantenha quieta. Nuno, surge por trás de Bárbara, e imobiliza-a, caindo os dois no chão. Ouve-se um disparo e todos correm cá para fora.

Bárbara é detida sob o olhar triste de Dolores.

TONI INTERROMPE CASAMENTO DE NAZARÉ E DUARTE 

É dia de casamento. Todos estão presentes para vivenciar esta união tão esperada e tão querida por todos.

Nazaré entra na igreja, de braço dado com Matilde, e quando o sorriso dos dois se cruza, temos a certeza que serão felizes para sempre.

O Padre inicia a cerimónia mas, de repente, ouve-se uma voz a chamar por Nazaré enquanto entra na igreja- é Toni.

Toni, de rastos, faz um discurso muito emotivo e diz a Nazaré que não podia perder esta última oportunidade de lhe dizer o quanto a ama e de lhe mostrar que ele sim é o homem certo e aquele com quem ela deve ficar.

A igreja está inundada de um silêncio constrangedor.

Nazaré, fica parada, olha para Duarte e olha para Toni. Ficamos na dúvida de Nazaré, sem saber com quem irá afinal casar.