“Nazaré”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 152 (4 a 8 de maio)

Vendedores do Mercado fazem sessão fotográfica para calendário.

O plano de Nazaré e Sofia corre mal e Heitor rapta Nazaré.

Encontrada bala no carro de Félix e Duarte é o principal suspeito.

Nazaré consegue escapar e Nuno apanha Heitor.

Em casa, Verónica dá dinheiro ao contabilista da Atlântida (que a ajudou com o desfalque) para se ir embora. Isabel chega e cruza-se como o contabilista, estranhado a sua presença. As amigas falam sobre o Mercado e Isabel comenta que os vendedores, liderados por Dolores e Glória, vão seguir em frente com o calendário solidário com fotografias.

No Mercado decorre a sessão fotográfica e estão todos prontos mas João, o fotografo responsável, acha que falta ali qualquer coisa. Toni dá a ideia de que os homens deviam estar de tronco nu e João fica a considerar a ideia. João acha que podem fazer uma coisa com alguma nudez, mas com bom gosto, Glória é contra. Ismael, de repente, fica em tronco nune Matias e Toni imitam-no, mas dizem logo que a mãe não se despe.

Na Atlântida, Bárbara confronta Verónica e diz-lhe que sabe que foi ela que fez o desfalque na empresa. Verónica, sonsa, disfarça e diz que não tem nada a ver com isso e tenta imputar as culpas para a contabilidade.

Em casa dos Carvalho Carol sai para ir ter com Matias e Sofia começa a preparar o café da manhã. No café de Heitor, Sofia coloca umas gotas para o drogar. Heitor bebe o café e começa a sentir-se mal apercebendo-se que Sofia o drogou. Heitor cai inanimado no sofá.

Nazaré, apressada, sai de casa para ir ter com Sofia. Quando chega a casa dos Carvalho, Nazaré quer obrigar Heitor a confessar. Heitor faz-se de forte e ainda se ri, gozando com as duas. Sofia perde a cabeça e começa a bater-lhe, lembrando-se de todos os episódios que viveu com ele. Nazaré pede à amiga que sai de casa e diz que lhe liga quando puder.

Em casa de Verónica, Isabel acaba de tomar o pequeno-almoço quando a amiga desabafa que está nervosa pois tem a conferência no tribunal para saber se fica com a guarda da neta ou não. Isabel diz à amiga que sempre conseguiu tudo o que quis e que, desta vez, não será diferente.

Nazaré continua a pressionar Heitor e este, fingindo ter ficado sem forças, num movimento brusco consegue dar uma cabeçada a Nazaré que desmaia. Em Heitor a tentar soltar-se.

Sofia volta a casa e fica em choque ao ver a sala vazia. Sofia apressa-se a ligar a Nazaré e fica em pânico quando percebe que o telemóvel da amiga está ali na sala, mas nem sinal dela.

Nazaré acorda e vê Heitor a olha-la e a fechar o porta bagagens. No pânico de Nazaré que grita desesperadamente.

Chegados do Tribunal, Bernardo está chateado com Érica porque a irmã não disse mal de Cris na conferência. Érica explica ao irmão que seria incapaz de piorar, ainda mais, a situação de Cris uma vez que nem apareceu na conferência da guarda da filha. De repente, tocam à campainha e é o inspetor Santos. O Inspetor diz a Bernardo que tinha razão quando lhe disse que deviam fazer uma nova perícia ao carro de Félix explicando que encontraram uma bala na carroçaria do carro que correspondia à arma de Félix, vista pela última vez na posse de Duarte.

Sofia assoma ao Mercado e vai falar com Nuno e Toni contando o plano que tinha com Nazaré para fazer Heitor confessar. Sofia conta-lhes que Nazaré desapareceu e Heitor também, sem deixar rasto. Seguem todos à procura de Nazaré.

Heitor para o carro numa estrada vazia e, quando abre o porta bagagens, Nazaré dá-lhe um pontapé e Heitor cai para trás. Nazaré começa a correr, em fuga, e quando Heitor se prepara para ir atrás dela aparece Nuno, que lhe ponta uma arma.

Heitor e Nuno trocam palavras ameaçadoras e Nuno diz-lhe que sabe que ele é o homem de confiança de Verónica e que é também o responsável pelo fogo que lhe matou a mulher e o filho. Ficamos em Nuno a desbloquear a arma, pronto a disparar.