“Nazaré”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 106 (10 a 14 de fevereiro)

Sofia sente-se atraída por Matias.

Nazaré recebe localização que pensa ser de Joaquim.

Duarte recorda Nazaré.

Nuno está no Restaurante quanto Toni se junta a ele a beber uma imperial. Nuno fica a saber que Toni está sozinho em casa e aproveita para lhe colocar um comprimido na bebida sem que este note.

Matias foi a casa dos Carvalho para tentar reparar o cano do lava-loiças. Matias parece já ter a situação controlada quando, de repente, o cano volta a deitar água e o deixa a ele e a Sofia todos molhados. Sofia olha para Matias atraída por ele.

Nuno está na casa da família Silva e procura, por todo o lado, por uma pista que o leve até Nazaré. Glória chega nesse momento e apanha-o de surpresa. Nuno disfarça e diz que veio só trazer Toni a casa porque, pelo que se vê, bebeu demais.

Na cama, Duarte lê um livro enquanto recorda a conversa com Nazaré. Bárbara, por nota-lo distante, tenta uma aproximação, mas Duarte rejeita e diz que está cansado.

Joaquim está a pintar quando o capanga entra e lhe ordena que se despache. De repente, encontra o seu telemóvel sem desconfiar de que possa ter sido Joaquim e leva-o consigo.

Matilde insiste com Nazaré para que coma, mas ela está demasiado triste e sem apetite depois da conversa com Duarte. De repente, Nazaré recebe uma mensagem com uma localização de um número que desconhece. Matilde fica com medo que seja uma armadilha. Nazaré diz à mãe que tem de ir até ao local ver do que se trata e Matilde diz que a acompanha porque sozinha não vai a lado nenhum.

No Hotel, Toni está aborrecido por não se lembrar de nada. Nuno, testa-o, e diz-lhe que até falou de Nazaré, mas Toni apressa-se a dizer que não sabe dela há meses e desconversa. O seu telemóvel toca, é Matilde.

Já em casa de Nazaré, a jovem está irritada e diz que Matilde perdeu o juízo por ter ligado a Toni. Toni diz que vai com ela até ao local ver o que se passa.

Estão a tomar o pequeno almoço e Duarte está distante e, de certa forma, sente-se culpado por causa de Nazaré. Bárbara percebe que o marido não está a ouvir nada do que ela diz e percebe que algo de errado se passa.

Na Atlântida, Verónica pede a Nuno que esqueça a conversa que tiveram quando se chateou com Érica pois estava triste e vulnerável. Nuno oferece-lhe um CD que, diz ele, sempre o ajudou nos maus momentos.

Toni conseguiu informações de que vai haver um leilão no espaço que foram ver na noite anterior. Nazaré percebe então que deve ter sido Cortez a raptar o pai e quer arranjar um plano antes que seja tarde demais.

No bar do Hotel, Laura pergunta a Prata se há desenvolvimentos na investigação da morte de Elsa. Acabam por discutir sobre o possível culpado quando Prata lhe diz que tem de sair para seguir uma pista sobre Cortez.