“Nazaré”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 103 (10 a 14 de fevereiro)

Bernardo ajuda Duarte a estragar negócio de Verónica.

Laura decide ajudar Dolores e Matilde a encontrar Joaquim.

Vemos Joaquim amarrado num sítio abandonado.

Na mata, Toni puxa Nazaré que está descontrolada e quer desenterrar Elsa. Nazaré chora com medo que Verónica também tenha morto Joaquim.

Na Atlântida, Bernardo vai ter com a mãe numa tentativa disfarçada de lhe sacar algum tipo de informação. Pede a Verónica um copo de água e, quando esta se ausente, Bernardo vasculha as suas gavetas. Verónica regressa e apanha o filho a mexer nas suas coisas, mas desvaloriza porque não quer que Bernardo tenha um surto e, no fundo, quer ganhar a sua confiança de volta.

De volta a casa, Nazaré conta a Matilde e a Dolores o que encontrou na mata. Dolores fica aflita só de pensar na possibilidade de Joaquim estar morto. Nazaré diz-lhe que tem de ir à polícia e contar que Joaquim andava à procura de Elsa.

No lobby da Atlântida, Nuno e Maria ouvem a notícia sobre a morte de Elsa. Verónica aparece, fica tensa, mas rapidamente disfarçada mostrando-se chocada pela morte da enfermeira do filho.

Bernardo volta para a Quinta e conta a Duarte que viu uns documentos na Atlântida que lhe podem interessar. Bernardo conta ao primo que a Verónica está prestes a fazer um ótimo negócio. Duarte decide arranjar maneira de dar a provar a Verónica do seu próprio veneno.

No Lar, João e Floriano trocam a fralda ao bebé enquanto Ermelinda assiste a tudo furiosa. Ismael e Olívia falam quando são interrompidos por Ermelinda que se queixa de Floriano e não entende porque é que trouxe um bebé. Olívia acha que está na hora de os dois fazerem as pazes mas Ermelinda diz que agora vai começar a divertir-se.

Dolores conversa com o inspetor Prata e diz-lhe que Joaquim andava à procura de Elsa na tentativa de ajudar Nazaré. O inspetor começa a por em causa o possível envolvimento de Joaquim na morte da enfermeira. Nazaré, que ouvia a conversa toda, diz a Matilde que há uma pessoa que as pode ajudar.

Dolores e Matilde vão ter com Laura ao Hotel e pedem-lhe ajuda. Laura acede, mas diz que ninguém pode saber do seu envolvimento uma vez que já não é PJ. Gonçalo ouve a conversa e sai atrás de Laura. Gonçalo pede a Laura que fale com o inspetor Prata e lhe passe as coisas e que não faça nada contra a Verónica, por ele e pelos filhos.

Na Atlântida, Verónica pede a Nuno que não insista mais com as imagens das câmaras de vigilância pois a única intrusa foi ela. Verónica recebe telefonema e fica furiosa quando percebe que o empresário francês desistiu do negócio demovido por Duarte.

Olívia conta que vai levar Ermelinda à inauguração de um bar. Floriano fica cheio de ciúmes, mas Ismael diz-lhe que é bem feita, só tem o que merece.

Cris vai ver a filha e encontra Luís com a bebé. Luís explica que Érica saiu e que ele ficou a tomar conta de Yara mas Cris manda-o embora e diz que quem toma conta da filha é ele. Érica, que almoça com Ana, desabafa com a amiga que seria tudo mais fácil se fosse Luís o pai da bebé. Ana tem a certeza que Luís gosta dela, mas Érica mantém as suas dúvidas.

Na Quinta, Bárbara sugere a Duarte que façam um evento para os clientes irem conhecer o Pomar. Enquanto discutem a ideia, Verónica entra a ofender Duarte e ameaça-o que se vai arrepender de lhe ter estragado o negócio.

Laura vai à Atlântida e pergunta à secretária Maria se viu Elsa na empresa nos últimos tempos. Maria fica atrapalhada e Nuno, que aparece entretanto, pergunta a Laura o que se passa, pois, é ele o novo chefe de segurança da Atlântida. Laura diz que é PJ e que está a investigar a morte de Elsa.

Duarte desabafa com Bárbara, acha que pode ser demasiado para Bernardo estar a fazer este jogo com Verónica. Bárbara não quer que Duarte se magoe, ainda mais, com toda esta situação, mas Duarte garante que vai lutar até ao fim. Fazem amor.

Toni vai ter com Nazaré a casa e diz que trouxe um filme para verem. Nazaré, desanimada, diz que está sem vontade, mas Toni insiste. Nazaré está com medo do que possa ter acontecido ao pai.

Num sítio abandonado, vemos Joaquim amarrado e a debater-se para se soltar. Ficamos na dúvida se vai conseguir ou não.