“Onde Está Elisa?”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 56 (14 a 20 de janeiro)

Rui já está com a pulseira eletrónica colocada e Raquel dá as últimas instruções e sai. Francisca e Rui acabam por discutir outra vez. Carlos entra com Elena em casa, ainda a digerir a informação de Yuri e Elena tenta beijá-lo, mas Carlos diz que precisa estar sozinho.

Rui fala com Francisca sobre como é que a relação deles chegou àquele ponto. Carlos recebe Anabela na sua casa e conta-lhe sobre a mensagem que Yuri lhe deixou.

Bruno oferece um livro a Elisa e lê-lhe umas linhas e Elisa cita de cor o poema e chora. Carlos e Anabela continuam a conversar e o inspetor vai buscar as fotos de Elisa adormecida e comenta com Anabela, achar muito duvidosas as provas que incriminam Rui.

Elisa e Bruno acabaram de se envolver e Elisa revoltada, atira com um candeeiro e Bruno tenta acalmá-la, dizendo-lhe que neste momento já não há retorno.

Já prenderam uma pessoa e muito em breve vão poder sair do país e viver a sua história de amor. Elisa recorda o passado. Elisa encontra Matilde no colégio e pede-lhe que diga à professora que ela está doente. Encontra-se com Bruno e ouvem música no carro.

Bruno e Elisa chegam à casa abandonada e Elisa lê poema do seu livro castanho. Bruno beija-a e Elisa corresponde apaixonada. Deitam-se no chão e começam a despir-se. Bruno chega e Constança diz que Rui está em prisão domiciliária.

Constança abraça Bruno e pergunta porque nunca mais fizeram amor e Bruno promete que as coisas vão mudar. Constança acorda Bruno e diz-lhe que Matilde e Gonçalo não querem ir para a escola, por tudo o que se está a passar com a detenção de Rui.

Carlos sonha com a família, tocam à campainha e é Tiago, que manifesta que sente a falta de Carlos na investigação. Carlos relembra-o que está suspenso e Tiago confronta-o pelo facto de ele ter estado no bar de strip.

Sebastião diz que também não quer ir ao colégio, por tudo o que andam a dizer sobre a sua família. Constança e Bruno tentam convencer os filhos a ir à escola e Gonçalo e Matilde negam.

Rui pergunta por Francisca a Sofia que lhe diz que foi levar as filhas ao colégio. Rui abre a porta e fica contente por ver Joana. Rui pede a Sofia que prepare algo para comerem e Joana senta-se, um pouco nervosa.

Francisca conversa com Carlos e diz-lhe que não acredita que Rui possa ter feito mal a Elisa e pede a Carlos para não a abandonar agora e abraçam-se.

Tiago quer saber se Júlio desconfia que Carlos matou o Yuri e Júlio sugere ele investigue. Inácio leva Sebastião para passar o dia com os primos por não irem à escola.

Rui diz a Joana que vai voltar a trabalhar na Fundação e pede-lhe que arranje provas de que ele foi ao Algarve naquele fim-de-semana de que foi acusado que estaria com Elisa.