"

“Quer o Destino”: Resumo dos próximos episódios

Episódio 91 (6 a 12 de julho)

Vitória pede desculpa por estar a interromper, mas Carlos vinca que não têm nada e Vitória sai.

Maria fica ofendida com as palavras de Carlos, e acusa-o de ele não gostar dela o suficiente e deseja-lhe sorte.

Vitória mostra-se surpreendida por ter visto a irmã com Carlos, mas Maria mente e diz que não está apaixonada por ele.

Lucas conta a Vitória como correu o encontro com Rita quando são interrompidos por Ana, que está pronta para a festa.

Vitória não pode ir porque Mateus ainda não se sente preparado, Ana quer ir convencer o tio, mas Catarina não deixa.

Joana não quer que Carlos vá embora e pergunta ao filho se já a perdoou, Carlos abraça a mãe e diz-lhe que não tem de perdoá-la por uma coisa que não tem culpa.

Alfredo aproxima-se do café acompanhado por Maria e fica em pânico por ver que está fechado e corre em direção da pensão.

Patrícia está deitada na cama, e Alfredo pergunta se quer ir ao médico, Patrícia acha que o caso dela não tem solução, mas a companhia dele ajuda.

Joana e Carlos arrumam as coisas quando Alfredo chega e fica a saber que o filho vai embora.

Alfredo fica comovido e diz-lhe que só quer que ele seja feliz. Isabela liga a Mateus por ele não ter ido ao aniversário de Pilar e este pede-lhe que se divirta.

Vitória chega com caixa de chás, e ele convida-a a beber um chá consigo.

Mateus recorda a violação e começa a sangrar, Vitória cuida dele, e ele pede para ela não o deixar.

Lucas encontra Ana e ela pergunta-lhe se ele voltou para Rita, Lucas nega e Ana anui gostar muito de Vitória e abraçam-se felizes.

Vitória sente-se enjoada, com tonturas e quase desmaia. Mateus quer ajudá-la, mas Vitória percebe que Mateus pôs alguma coisa na chávena do chá e consegue escapar.

Todos cantam os parabéns a Pilar, Catarina está apoiada no braço de Lucas e sorri a olhar para a família.

Vitória cai várias vezes até chegar ao seu quarto aterrorizada, tenta ligar a Carlos, luta consigo própria para manter os olhos abertos mas acaba por desfalecer.

Marcos aproxima-se de Catarina, e ela indica ao filho que ele devia ter casado com outra mulher, Carla ouve e olha com ódio para Marcos.

Mateus reza o terço ao mesmo tempo que se automutila, guarda o terço e o punhal e levanta-se decidido.

João vai atrás de Carla e pede desculpa pelas palavras da mãe e pede-lhe que não o confunda com o resto da família. Madalena vai ter com Hugo e diz-lhe que trabalham juntos e não dá para ter mau ambiente e beijam-se, Sandra assiste a tudo, tristíssima.

Vitória continua desmaiada, Mateus entra e avança na direção dela, apalpa-lhe as pernas e tem a respiração cada vez mais ofegante com a excitação, começa a rezar.

Não se apercebe do telemóvel de Vitória em chamada com Carlos.

Carlos tenta ouvir o que se passa, percebe a voz de Mateus e sai apressado para a casa grande.

Mateus põe as mãos no pescoço de Vitória, pondera asfixiá-la, mas decide agarrar numa máquina de filmar e aproxima-se de Vitória, despe-a e fotografa-a.

Começa a despir as calças até que se apercebe da chamada com Carlos, simula respiração como se estivesse no ato sexual e desliga a chamada.