"

[Raio Z] Entrevista a Carla Maciel: “As pessoas raramente me conhecem na rua, só pela voz.”

Nascida a 3 de setembro de 1974, Carla Maciel é casada com o ator Gonçalo Waddington, com quem tem dois filhos.
A atriz pode ser vista diariamente na RTP1, na novela da hora de almoço, na qual dá vida à vilã Luísa, mas não é tudo… Carla Maciel está também na minissérie “Mulheres de Abril”, no canal público.

Com vários trabalhos em Portugal e no estrangeiro, é Carla Maciel em Raio Z!

Zapping: Terminou recentemente as gravações de ‘Os Nossos Dias’. Como foi esta experiência?
Carla Maciel: Foi mais um projeto feliz, com uma equipa fantástica de atores, realizadores, técnicos, argumentistas e de produção.

Z: A Luísa era estéril. Como se preparou para viver esta personagem?
CM: Conheço algumas mulheres com este tipo de problema e li sobre o assunto. Depois foi viver o mais possível esta Luísa cada dia. Tem uma intensidade dramática enorme. Oscilante emocionalmente. Muito interessante de se fazer. Bom trabalho da equipa de argumentistas, liderada por Mário Cunha.

Z: Já foi abordada na rua por pessoas que se identificaram com a sua personagem?
CM: As pessoas raramente me conhecem na rua, só pela voz. Mas, neste caso, apenas me congratulam pelo desempenho.

Z: Fala-se na possibilidade da novela ter uma segunda temporada. Acredita nisto ou é apenas especulação?
CM: Quando terminaram as gravações sei que era um desejo que continuasse, mas não ouvi falar mais disso. Mas creio que se continuasse o elenco seria outro. Apenas alguns núcleos permaneceriam.

Z: Pode levantar um pouco a “ponta do véu” sobre o final da sua personagem?
CM: Vai sofrer horrores e ficar algo perturbada.

Z: Viver uma vilã dá mais gozo do que viver a “mocinha” da história? Em termos de construção, qual das duas se torna mais complexa?
CM: Ambas são complexas, apenas muda a personalidade da personagem.

Z: Participou na novela ‘Laços de Sangue’. Como recebeu a notícia de que a novela venceu um Emmy Internacional?
CM: Fiquei muito orgulhosa e feliz. Foi merecido.

Z: Não é habitual vermos a Carla em novelas. Tenta ser o mais seletiva possível?
CM: Faço novelas há 12 anos, mas sou muito discreta.

Z: Está, também, na minissérie ‘Mulheres de Abril’, na RTP. O que nos pode contar sobre esta produção?
CM: É uma produção da HOP do Porto. Realização e Produção estão a cargo de Henrique Oliveira e conta com a participação de muitos atores. É uma série passada em várias décadas, contada pelo ponto de vista de algumas mulheres que se encontram num aniversário no dia 25 de Abril

Z: Em que outros projetos está envolvida neste momento?
CM: Estou em preparação para uma peça de teatro, ‘Madame Bovary’, de Gustave Flaubert com encenação de Tiago Rodrigues. Conta com um elenco: Carla Maciel, Gonçalo Waddington, Isabel Abreu, Pedro Gil e Tiago Rodrigues. Estreia dia 7 de Junho no Teatro S. Luiz.

Z: Já sabe o que se segue, em TV, depois da minissérie?
CM: Estou disponível para propostas.

Z: Perguntas Rápidas:
Maior Vício: trabalho
Livro/Filme/Música/Série Favoritos: A obra completa de ‘Em Busca do Tempo. CM: Perdido’ de Marcel Proust. Filme tenho muitos…’Exorcista’ (adoro terror e marcou a minha infância) e último que vi, ‘Her’, e achei brilhante. Ouço muita música e todo o género. Série, últimas que vi : ‘Breaking Bead’ e ‘Homeland’.
Na TV não dispenso: Muito raramente vejo. Só para ver notícias e séries na FOX
A pessoa que mais admiro é: “era“ o meu Pai e continuo a admirar.
Não vivo sem: os meus filhos, amor, saúde, amigos , sol , trabalho…..
Não saio de casa sem: Mala e creme na cara 🙂
Um dia corre bem quando: sinto que cumpri a 100% todos os meus papéis -Mãe, profissional e esposa.

Z: Pergunta Final:
A sua vida dava uma novela? Porquê?
CM: Para lá caminho, mas ainda não é suficiente. Preciso de viver um pouco mais :). Talvez daqui a 30 anos…

Entrevista de Ricardo Neto
Revisão de Inês Silva