“Sol de Inverno”: resumo de 30 de dezembro a 5 de janeiro

96º Episódio

Mariano ganha o caso em que defendeu o avô em tribunal, deixando Afonso desconfiado pela forma como tudo se passou, já que Célia fugiu da sala de audiências a meio e o neto usou um discurso pouco habitual em julgamentos. Laura sai do gabinete aos beijos com Manel e Sofia surpreende-os, causando mais um momento de grande constrangimento.

Laura enfrenta Sofia e dispara forte ao dizer que desde que ela se enfiou debaixo do seu marido que queria aquela cadeira. Sofia devolve a ofensa, reafirmando que nunca dormiu com Francisco apenas porque não quis, mas que outras o devem ter feito muitas vezes. Laura sai do gabinete, furiosa e sem levar as suas coisas, que estão arrumadas numa caixa. Repreende Benedita por não a ter avisado que que Sofia estava lá dentro. A secretária diz que bem tentou e pergunta qual a sua posição na empresa. Laura afirma que continua a trabalhar para ela e ordena-lhe que mande bloquear a sua caixa de correio electrónico, porque existe um funcionário que a anda a inundar com proposta de marketing para a Boheme. Ambas ignoram que se trata de Fábio, que está empenhado em subir na empresa.

Ana compra alguns produtos de beleza na loja de Alice e mostra-se esperançada em que Vasco goste do penteado que acabou de fazer. Quando paga as compras, Alice diz que o pagamento não está autorizado. Sem qualquer constrangimento, Ana entrega outro cartão e consegue realizar a operação, saindo da loja com um sorriso de satisfação.

Rosa conversa com Nuno e mostra-se preocupada com Ana, temendo que ela esteja a esconder alguma coisa, pois acabou de lhe ligar e ela disse que estava numa reunião, embora pelo ruído parecesse que estava na rua. O filho desvaloriza o comportamento estranho da irmã, achando que ela pode estar a ressentir-se por ter voltado a morarem casa dos pais, mas Rosa avança a hipótese de ela estar a faltar ao trabalho. O assunto morre por ali quando Nuno mostra o ramo que acabou de fazer. A mãe conta-lhe que se inscreveu num curso de escrita e ele apoia o facto de ele querer manter-se ativa, agora que está reformada.

Isabel confessa a Horácio, durante a pausa no trabalho da fábrica, que de vez em quando sente a falta de implicar com a irmã. O encarregado sorri e diz que é preciso ter feitio para viver sozinho. Horácio telefona entretanto a Jacinto e conta-lhe que um outro amigo precisa que lhe pitem a casa. Jacinto agradece-lhe por se ter lembrado de si e conta a novidade a Artur e Lurdes, que estão na expectativa que ele tenha conseguido um trabalho. Artur poisa os sacos com as compras que fez e dá dinheiro ao pai para que compre os medicamentos de que necessita e algum material para fazer os seus trabalhos em pele. Jacinto agradece cabisbaixo e algo envergonhado. Artur também entrega algum dinheiro a Rosa que manda guardá-lo, pois pode fazer-lhe falta.

Mariano ganha o caso em que defendeu a causa do avô em tribunal e festeja com grande euforia. Afonso estranha o comportamento do neto e também o mal que terá feito com que Célia fugisse da sala de audiências. Ela disfarça e avança que deve ter sido do ar condicionado, que lhe tirou a voz. Mariano sugere que vão festejar, tomando chá juntos, por sua conta.

Teresa regressa a casa depois de ter feito tratamento no hospital e conta a Dulce que se a infecção não passar, terá de remover o cateter que lhe permite fazer diálise em casa. Dulce fica preocupada e Teresa também confessa que ficou um pouco alarmada com o que o médico lhe disse.

Carlos entra na cozinha e conta que Teresa se esqueceu dos medicamentos no carro. Rita não presta atenção e pergunta-lhe se ele foi para a farra na última noite. O motorista descobre-lhe uma ponta de ciúme que ela até reconhece, embora afirmando que não quer nada com ele para não ter problemas com Dulce. Carlos conta que foi a um karaoke e que cantou um tema de Tony Carreira, lembrando-se de Fátima. Carlos assume que foi um erro e escreve uma mensagem no telemóvel.

Lé entra na livraria e fica de boca aberta ao ver que o espaço está cheio de jovens a comprar livros. Fátima reconhece que já vendeu umas coisitas e Lé afirma que mariano vai querer contratá-la. Repara nesse instante que ela tem os óculos de mariano e os seus suspensórios postos. Ambos se riem pelo facto de ela se ter esquecido de tirar os adereços. Nesse instante, Fátima recebe uma mensagem de Carlos e confessa que já está farta dele. Lé elogia-a por estar a manter a sua posição. A empregada conta que se levantou de madrugada para beber água e foi dar com Concha, ainda acordada, a ver um filme no computador. A conversa é interrompida pela chegada de mais um jovem que Fátima se apressa a atender.

Matilde e Salvador percorrem de mota o deserto de Viana em Cabo Verde e vão dar a uma praia. Apaixonados beijam-se e vão nus tomar banho.

Laura deambula furiosa pelo gabinete de Teresa e ouve Simão reconhecer que ficou espantado quando soube que Sofia a tinha desapossado da sua sala. Laura não duvida que Sofia insiste em provoca-la. Simão confere com a mãe o estado de saúde de Teresa e diz que vai visitá-la. Laura atende a seguir uma chamada de Manel que a convida para jantar, já que ela se recusa a deixar a empresa durante a tarde, enquanto não tiver uma ideia para dar guerra a Sofia. Apesar do problema grave que tem em mãos, Laura fica mais calma e até feliz pelo interesse demonstrado pelo namorado.

Andreia fica desconfiada quando Luís se mostra muito empenhado em mandar um email que diz ser para inscrever uma jovem cavaleira numa competição. A sua desconfiança aumenta, pois assiste logo a seguir a uma conversa telefónica de Luís em que ele recusa uma oferta de trabalho. O instrutor equestre desculpa-se dizendo que a rapariga cujo pai queria que treinasse não tem jeito para a competição, acrescentando que está em negociações para desbastar poldros e que não quer aceitar a primeira coisa que lhe aparece para não parecer desesperado. Andreia não entende a sua posição e diz que sempre era dinheiro. Luís tenta abraçá-la mas ela esquiva-se a pretexto de ir descarregar o carro.

Margarida senta-se na cama onde Teresa está a repousar e pede desculpa à irmã pela inoportunidade de lhe lembrar que precisa do dinheiro para pagar ao chantagista. Teresa tranquiliza-a e garante que está a tratar do assunto. Nesse momento, Margarida conta que acabou de receber mais uma mensagem do bandido.

Benedita fornece mais uma informação fundamental a Sofia, sobre despesas injustificadas de Laura e deixa-a visivelmente satisfeita. Sofia não chega a ver os documentos porque, entretanto, Raul aparece-lhe no gabinete, pedindo-lhe que o vá ajudar a decorar o espaço onde quer abrir a sua nova padaria.

Teresa ganha simpatia por Rita e pergunta-lhe porque decidiu trocar o trabalho na fábrica pela cozinha da família. A rapariga confessa que trabalha numa sala cheia de mulheres é pior do que estar num vespeiro e por isso decidiu agarrar a primeira oportunidade para sair dali. Teresa sorri e diz que ela cozinha ainda melhor do que Dulce, embora não possa dizer isso em voz alto para não provocar um terramoto ali em casa.

Luís recebe uma chamada de Inês e mente a Andreia dizendo que era um cavaleiro que precisa da sua ajuda. Ela aplaca os ciúmes que estava a demonstrar por pensar que se tratava de uma mulher e aceita o convite para jantar. Luís sai de casa e esquece-se do computador que está a carregar.

Jacinto parece mais entusiasmado por lhe ter surgido a oportunidade de pintar a casa de um amigo de Horácio e combina encontrar-se com o homem para combinarem o trabalho. Depois de desligar, conta ao filho e à mulher que comprou dois rolos de pele e está a pensar em fazer umas bolsinhas para telemóveis. Artur aprova a ideia do pai e quando ele sai da sala diz à mãe que ele parece ter entrado nos eixos. Lurdes responde com dureza que é bom que não volte a descarrilar.

Célia conta a Concha como Mariano ganhou para o avô o caso em tribunal e a rapidez com que viajou de regresso para Lisboa. Concha fica espantada com o êxito do livreiro e afirma que conseguiram o impossível.

Mariano fica em choque quando entra na livraria e a vê cheia de clientes. Ainda esboça algum desagrado pelo facto de Fátima estar a ouvir Toni Carreira como se estivesse na feira mas logo muda a atitude ao ver quanto dinheiro ela ganhou. Quando recebe uma mensagem, cora e confessa ser da sua amiga da internet. Fátima incentiva-o a marcar um encontro e vai buscar um livro de um autor muito vendido, que associa como familiar a um jogador de futebol. Mariano fica convencido e aceita a ajuda de Fátima para enviar uma mensagem romântica á sua amiga.

Beatriz chega a casa e cumprimenta Adelino. Nesse instante recebe uma mensagem romântica do amigo que conheceu na internet, tratando-a por Penélope e sugerindo que se encontrem para finalmente atingirem a sua Troia. Beatriz disfarça o seu comprometimento e pergunta por Joana. O pai diz que ela chegou já há algum tempo e que se enfiou no quarto a ouvir musica em altos berros, obrigando-o a repreendê-la. Beatriz vai ver a filhe e Joana fica incomodada, dizendo que escusam de andar sempre em cima dela, ameaçando sair de casa. Adelino diz que era até melhor que alugasse uma casinha, pois assim ninguém a chateava. Joana sai de casa e bate com a porta, quando a mãe lhe pergunta se vai correr. Beatriz confessa que já não sabe o que lhe fazer e Adelino afirma que a neta está é mal-educada.

Laura pede ao detetive particular que habitualmente trabalha para ela que vá ao México confirmar se Eduardo está vivo ou, caso tenha morrido, arranjar provas contra quem o matou. O homem mostra-se renitente, temendo que ela não tenha dinheiro para lhe pagar por causa dos problemas que teve recentemente. Laura afiança que ele não vai ficar sem receber e o detetive aceita o trabalho. Manel aparece entretanto para a ir buscar para jantar e Laura confessa que está a precisar de sair da empresa, pois não aguenta estar paredes meias com Sofia, ainda mais depois de Sofia lhe ter tirado o gabinete. Manel fica perplexo e conta que esteve quase a ir lá bater à porta. Laura afirma que não haveria problema, troçando da rival ao dizer que ela saiu com o pretinho que a passeia pelo braço.

Laura sai do gabinete com Manel e sugere-lhe que vão antes para casa dele, em vez de irem ao restaurante. Manel sorri e ela continua a beijá-lo. Sofia entra nesse momento e solta um comentário jocoso, dizendo que parece ter chegado em má altura. Laura, irritada, afirma que ela chega sempre em má altura. (conclusão)

Pages: 1 2 3