“Terra Brava”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 162 (22 a 26 de junho) 

Beatriz está devastada com tudo o que lhe está a acontecer. Diogo pede para ela não o afastar. Beijam-se apaixonados. Ele diz que a ama. Ela diz que não consegue lidar com o facto dele ter matado o pai. Diogo diz que Jorge está vivo. 

Tina sente-se nervosa, Miguel entra, e é frio com a mãe. Mónica conversa com eles. Miguel preferia ir para o lar. Tina fica irritada e diz ao filho que sempre fez o que achou melhor para ele. Miguel acaba por concordar em ficar com Tina.

Prazeres reza quando Filipe entra, conta que limpar a igreja faz parte do serviço comunitário. Pede para Prazeres lhe arranjar trabalho na câmara. Ela contrata-o para a ajudar nas limpezas.

Tiago e Beatriz discutem. Ele diz que não quer o filho a viver com Eduarda e se for preciso vai a tribunal. Beatriz fica nervosa, Diogo quer ajudá-la. Beatriz farta, diz para Diogo a deixar em paz, continua a vê-lo como um assassino.

Eduarda fala ao telemóvel com Vladimir, diz que precisa analisar as coisas, depois voltam a falar, não se esqueceu dele. Prazeres quer gabinete para ela, ameaça Eduarda que acaba por ceder.

Tina entra com Miguel, apresenta-lhe Rosete e Filipe. Rosete é muito carinhosa com Miguel. Fica impressionada com o carácter dele. Filipe atrapalhado, convida Miguel para passeio pela Vila.

Vasco já contou a Elsa que mãe depositou dinheiro do jogo na sua conta. Elsa está furiosa. Vasco farto de esquemas quer acabar com o jogo ilegal. Elsa diz que não podem desistir agora que já têm gente.

Prazeres quer festejar vitória com Carlos. Ele não tem paciência, inventa desculpa. Prazeres faz proposta para trabalharem juntos na câmara. Ele recusa. Prazeres diz que ela é a mulher certa e um dia ele vai perceber isso.

Tiago provoca Rita que acaba por confirmar que Diogo a deixou. Diz que Beatriz é uma sonsa e beijou Diogo. Tiago disfarça a raiva. Diz que não lhe afeta, ele tem namorada, seguiu com a sua vida.

Diogo ajuda trabalhadores a carregar uma carrinha, segue Beatriz com o olhar, ela desmonta, continua desanimada. Segue com o cavalo para o interior das cavalariças.

Beatriz está devastada com tudo o que lhe está a acontecer. Diogo pede para ela não o afastar. Beijam-se apaixonados. Ele diz que a ama. Ela diz que não consegue lidar com o facto dele ter matado o pai. Diogo diz que Jorge está vivo.

Eduarda diz Dr. Cunha que vai honrar compromissos com o hospital. Ele tem de sair. Eduarda aproveita para provocar Rita. Esta paga na mesma moeda, diz que ela e Diogo acabaram porque ele andou aos beijos com Beatriz.

Beatriz está furiosa com Diogo. Não acredita nele. Diogo diz que combinou tudo com Jorge e encenaram a sua morte para Eduarda não o matar. Diz Beatriz que a adora e não quer continuar sem ela. Beatriz abalada, vai embora.

Tomás não se conforma com a derrota. Diz a Tiago que vai aceitar ser vereador mm sem pelouro. Qr controlar Eduarda. Tiago cheio de raiva diz que a vontade dele é matar Eduarda. Tomás diz para ele ir passear com Candy.

Prazeres aproveita para provocar Raul. Filipe entra com Miguel, aceita fazer as limpezas no café. Prazeres e Raul atentos à conversa entre Filipe e Miguel. Ficam a saber que ele é filho de Tina.

Carla diz Beatriz para arriscar, para ser feliz com Diogo. Beatriz diz que não consegue atirar-se de cabeça. Carla faz crítica à salada e Gabriela responde-lhe mal. Joana diz Tomás que ele vai perder clientela por causa de Gabriela.

Diogo diz que Beatriz descobriu algo que ele fez e não consegue recuperar a confiança dela. Arminda nem quer saber o que aconteceu. Está preocupada com Vasco, tem a certeza que ele anda metido nalguma.

Vasco não quer continuar com o jogo ilegal na papelaria, tem medo que mãe descubra. Elsa tem ideia e rouba as chaves da papelaria. Raul conta à filha que Tina tem um filho adolescente. Sílvia e Catarina falam do futuro.

Tina diz a Miguel para ele ir dar uma volta pela cidade. Ele quer ficar no bar. Tina insiste. Miguel fica irritado com ela. Tina diz para ele lhe dar uma oportunidade, diz que não houve dia em que não pensasse nele.