“Terra Brava”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 113 (6 a 10 de abril) 

Sara quer abrir a prenda mas não quer entrar no carro. Mário exaltado, obriga-a. Beatriz assiste à cena e corre para ajudar Sara, mas não chega a tempo. Mário arranca a toda velocidade e leva Sara com ele. 

Elsa consegue trocar a pilha da escuta. Filipe apanha-a na sacristia e fica desconfiado, diz que vai descobrir o que ela anda a tramar. Elsa diz que só está a rezar, já não tem dificuldade em perceber as mensagens de Deus.

Xana e Afonso pedem a Tomás autorização para guardar bolo de casamento na arca. Xana chora e Tomás cede. Raul quer saber se Tomás vai candidatar-se a presidente da câmara. Tomás está de luto, não pensa nisso.

Filipe insiste para Tina ir com ele e começarem uma nova vida juntos longe de Vila Brava. Ela fica atrapalhada quando ele pergunta o que a prende à Vila. Decidem acabar e cada um ir para o seu lado. Filipe arrasado

Elsa irritada porque ninguém se confessa. David quer fazer as pazes com Sílvia, pergunta pela Catarina. Sílvia fica furiosa. André intervém e David vai embora. Sílvia irritada com o pai sai também

Beatriz encontra Diogo no “seu” sítio. Agradece para ele ter falado com Fred. Diogo diz que sempre a vai proteger, diz que se ela o aceita de volta ele desiste de tudo. Ela quer saber o que ele esconde. Diz que nunca mais voltam a estar juntos.

Mercedes e Francisco falam dos familiares das vítimas do acidente. Eduarda confirma que quer candidatar-se à presidência da Câmara. Francisco acha absurdo. Arminda ouve. Mercedes contra Eduarda.

Prazeres confessa-se a Filipe. Diz que guarda um segredo há mais de 10 anos, é sobre Eduarda. Filipe diz para ela falar. Ela arrepende-se. Fala de Raul. Filipe farto diz para ela lutar por ele. Avisa que vai deixar a Vila.

Elsa ouve o que se passa na sacristia. Fica chocada ao perceber que é Prazeres a mulher com quem pai tem um caso. Olha para o pai e nem quer acreditar.

Mário tira os comprimidos e arruma-os na caixa dos comprimidos. Ouve um barulho no corredor e fica alerta. Vai ver o que se passa. Uma empregada pergunta se ele precisa de alguma coisa. Ele diz que não e fecha a porta.

Sara feliz com o jantar.Rita sai para o trabalho. Sara vai para o quarto. Carlos preocupado com Diogo, ele diz que falou com Beatriz e percebeu que a perdeu. Tem de focar-se na vingança.

Eduarda diz que reconsiderou, percebeu que Diogo fazia muita falta na Herdade. Beatriz desconfiada. Martim entra de muletas. Eduarda apreensiva. Beatriz apoia o filho. Abraça-o. Eduarda observa.

Tina dança de forma sensual. Todos eufóricos. Candy fica cheia de inveja e dança também, entrando em guerra com Tina. Rosete põe ordem na casa. Xana triste vai embora. Rosete não quer que Afonso fale com o pai.

Fazem o fecho. Joana sente-se triste. Fala de Henrique a ter trocado para uma miúda. Tomás diz que ela dá 10 a 0 a qualquer miúda. Ela quer saber se Henrique a traiu. Tomás diz que não sabe. Trocam olhares intensos

Prazeres diz Raul que precisa dele, quer gritar à vila que estão juntos e se amam. Não quer saber se Elsa fica a saber. Há corte de energia geral. Prazeres atira-se a Raul que tenta fugir mas ela agarra-o.

A empregada bate à porta. Mário em estado de alerta. Tem uma prenda. Segura na arma e aponta para a porta, as mãos tremem. Leva arma e prenda e sai do quarto.

Rita chega do hospital. Diogo admite que continua a gostar de Beatriz. Rita tenta beijar Diogo. Ele afasta-a. Ela merece mais. Rita diz ser paciente. Diogo fica pensativo.

Sara e Carlos entram para tomar o pequeno almoço. Carlos vai falar com Tomás ao balcão. Falam sobre acidente. Mário aproveita distração deles e convence Sara a ir com ele.

Sara quer abrir a prenda mas não quer entrar no carro. Mário exaltado, obriga-a. Beatriz assiste à cena e corre para ajudar Sara, mas não chega a tempo. Mário arranca a toda velocidade e leva Sara com ele.

Tomás diz que já marcaram a data para as eleições antecipadas na câmara. Carlos vê que Sara não está na mesa e fica preocupado. Vai para fora.

Carlos assustado porque não vê Sara. Beatriz chega a correr, diz que Mário levou Sara de carro, não o conseguiu impedir. Carlos pede para ela avisar Rita. Ele vai para o posto pedir ajuda.

Sara está assustada, quer voltar, diz que não avisaram Carlos nem Rita. Mário diz que ninguém os vai separar, diz para ela abrir o presente. Diz que não teve culpa do acidente de Maria.

Rita desesperada ao saber que Mário levou Sara. Beatriz pede desculpa para não ter conseguido impedir Mário. Rita diz que ele ameaçou matar Sara e suicidar-se. Decidem ir ao posto

Raul e Prazeres acordam com Elsa a tentar entrar no café. Elsa farta diz que sabe que eles estão juntos. Fica muito desiludida com o pai. Prazeres furiosa com Raul porque ele diz ter vergonha dela.