“Valor da Vida”: Resumo dos próximos episódios

"

Episódio 129 (18 24 de fevereiro)

Alexandre está furioso e dá um murro a Vitorino. Camilla defende Artur e diz que matou o ex-noivo dela em legítima defesa e Júlia expulsa Vitorino e Camilla e pergunta-se quando é que Artur vai parar de os surpreender.

Bruno chega a casa e diz que tinha esperança de não voltar a acordar e Horácio diz que a vida é o bem mais precioso e conta que Leo pode não voltar a andar. Carlos diz que a operação foi um sucesso e Michelle liga a Jaques para trazer Patrick, pois Dalva vai gostar de vê-lo.

Leo diz que não sente as pernas e o médico diz que vão fazer-lhe testes para avaliar o estado dele. Artur acorda e recorda as memórias que teve e diz que se lembrou de salvar Vitorino de morrer e de estar a ser criogenado.

Bruno acha que Isabel vai deixar Leo e continua revoltado por ser filho de criminosos. Horácio aconselha-o a voltar ao ringue e Bruno diz-lhe que o boxe já não faz sentido. Vasco conta que vai jantar com Carolina e os filhos e diz a Luís que a mãe não quer ir para o Brasil, pois ficou a saber-se que ela está falida.

Maria Pia acha que foi Rodolfo que lançou a notícia da falência dela e diz que se vai vingar. O médico diz a Leo que ainda pode recuperar, mas a probabilidade é muito pequena, deixando-o em choque.

Renato diz a Jesus que estão preparados para o resgate de Raissa e pede para não contar nada a Jamilah. Eugénio e Paulo estão disfarçados de mulheres muçulmanas e têm de aproveitar que Nasser e Aminah vão sair, para tirarem Raissa de casa. Carolina diz aos filhos que os ratos são de um estudo que está a fazer e promete liberta-los no fim.

Pedro pergunta o que é que ela está a estudar e Carolina conta que está a tentar que eles fiquem mais novos. Todas estão felizes de ver Dalva bem e a brasileira diz que sabe quem é que fez aquilo e quer contar à polícia.

Jaques vai ter com Camilla e diz-lhe que sabe que ela é a chefe da rede de tráfico de bebés e a culpada de tudo o que aconteceu a Dalva. Camilla diz que nunca roubou ninguém e o estilista vinca que todos vão saber quem ela é.

Dalva conta a Carlos que foi Leo que disparou sobre ela e o inspetor informa-a que ele também foi baleado, deixando incrédula. Aminah prepara-se para sair e Raissa consegue roubar-lhe as chaves de casa.

Nasser e Aminah saem e Raissa corre a tirar o seu passaporte de uma gaveta. Jaques sabe que corre riscos ao abrir a boca e Camilla afiança ser incapaz de lhe fazer mal. Jaques acusa-a do que aconteceu a Dalva e Leo e a brasileira nega ter sido ela. No hospital, Isabel visita Leo e diz-lhe que a vida dele acabou e pede à namorada para seguir com a vida dela, pois ele está paralisado. Dalva diz às amigas que quer falar com Leo e Michelle avisa-a que ela não se pode mexer.

Raissa pega na chave que escondeu, coloca o véu e sai de casa e assusta-se ao ver duas mulheres. Paulo identifica-se e Eugénio diz que a foram salvar. Renato diz que os vai levar para o aeroporto e que lhe arranjou um avião privado.

Júlia não aceita o que fizeram a Artur e este diz que autorizou que o congelassem. Alexandre entra e fica admirado de ver o pai acordado e quer saber se é verdade que o ele matou um homem. Dalva vai de maca até ao quarto de Leo e pede a Carlos, Cidália e Michelle para a deixarem a sós com ele e pergunta-lhe se foi Camilla que fez aquilo.

Jaques diz que não vai mudar de ideias e que não existe dinheiro nenhum que o impeça de a denunciar. Camilla volta para o gabinete a chorar.

Horácio dirige-se ao gabinete de Camilla, que se assusta e estranha, a presença de “Samuel” ali. Artur confirma que matou um homem no Brasil e que se tratou de um acerto de contas do passado. Artur decide contar que foi o ex-noivo de Camilla que a violou no dia do casamento deles.