“Vidas Opostas”: Resumo dos próximos episódios

"

156º Episódio (24 a 30 de setembro)

Jorge publica o seu artigo sobre a rede e acusa Álvaro de ser o cabecilha da organização. A PJ prende-o mas ele promete a Cecília que vai regressar mais depressa do que ela pensa, voltando a ameaçá-la.

Joel, conta à mãe que fez amor com Íris, para provar que não sentem nada um pelo outro. Salomé ralha com ele por ter traído Soraia e fica muito apreensiva, pois não acredita no sucesso daquela experiência. Apesar de tudo, Salomé promete guardar segredo.

Ricardo e Maria conversam animadamente quando ele vê uma notícia no tablet e conta entusiasmado que Jorge conseguiu.

Álvaro prepara-se para tomar o pequeno-almoço quando lê o artigo que Jorge publicou a denunciá-lo como líder da maior rede de doping em Portugal. Álvaro fica muito perturbado e sente uma forte dor no peito, indiciando que está prestes a colapsar com a notícia.

Eva espera por Jorge em sua casa e grata por ele não a ter envolvido no escândalo do doping, pede-lhe a chorar uma segunda oportunidade para ficarem juntos. Jorge fica abalado a pensar o que vai dizer.

Íris apercebe-se de que o pai está a sentir-se mal e Álvaro pede-lhe um copo de água. Cecília acha que aquilo de que ele precisa é de uma ambulancia. Entretanto, agarra no tablet e lê o artigo que Jorge escreveu, denunciando Álvaro como líder da rede de doping. Íris fica chocada e Cecília precipita-se sobre o marido e bate-lhe sem parar. Íris controla a mãe e Álvaro avisa-a para que não o force a fazer o que não quer. Cecília diz que ele é um assassino e chantagista, deixando Íris baralhada com aquelas acusações.

Eva tenta reconquistar Jorge mas ele diz que não consegue perdoar-lhe e que apesar de a amar vai lutar contra esse sentimento.

Íris está a chorar no sofá, revoltada por ter ficado a saber que o pai é um criminoso. Ricardo chega e não poupa Álvaro, estranhando com ironia que a polícia ainda não o tenha levado. Cecília desabafa que só o quer ver fora de casa. Álvaro tenta defender-se mas Íris explode de raiva e quase conta que ele matou Vítor. Ricardo interrompe a irmã e não permite que ela denuncie o pai.

Fausto fica confuso com o aparato de jornalistas na MUVV. Anabela mostra-lhe o que saiu nas notícias sobre Álvaro e toda a gente fica muito apreensiva com as consequências que podem destruir a empresa.

Álvaro tenta fazer com que Íris se mantenha ao seu lado mas a filha não está nessa disposição. Ricardo interrompe a conversa e confessa que ajudou Jorge a investigar a rede. O pai fica indignado mas Ricardo acusa-o de ter mandado agredir quem se lhe atravessou no caminho e garante que só não o esmurra porque ele é seu pai. Álvaro fica arrasado.

No laboratório onde se produz o doping é a debandada geral. Os químicos roubam ampolas e dinheiro e colocam-se em fuga, sem atenderem a chamada de Aurora.

Aurora acusa Eva de ter entregado as provas que destruíram a rede mas ela nega, embora reconheça que isso iria acontecer mais tarde ou mais dedo. Aurora perde a cabeça e dá-lhe um estalo. As duas trocam acusações e ameaças.

Salomé fica muito preocupada com o que pode acontecer a Eva, agora que rebentou o escândalo sobre a rede de doping. Lucinha fica angustiada por não conseguir que Eva a atenda e Joel mostra pena por Íris.

Mónica comenta no hospital com Maria que Jorge foi muito corajoso ao expor a rede e denunciar Álvaro. Maria acha que ele devia ter sido mais arrojado mas é interrompida pelo médico que cuida de Hugo e que lhe pede que o acompanhe.

Hugo começa a despertar do coma e Maria emociona-se. Ele tenta revelar quem matou o pai mas o médico coloca-lhe a máscara para respirar melhor e ele acaba por não conseguir dizer o que sabe.

Trovão comenta na pastelaria a notícia que revelou que Álvaro é o cabecilha da rede de doping quando Débora recebe a chamada de Maria a dizer que Hugo acordou. Débora chora de alegria e acaba por confessar ao avô que gosta de Hugo.

Tito conta a Joana que Hugo acordou e ele fica radiante, dizendo que assim já lhe podem contar que estão apaixonados um pelo outro.

Gonçalo tenta conquistar mais terreno para estar com Bia e oferece a Caio bilhetes para o teatro, levando-o a aceitar.

Ricardo desabafa com Maria sobre a tragédia que se está a abater sobre a sua família e ela partilha que Hugo queria dizer-lhe algo sobre a morte do pai. Ricardo não tem coragem para revelar que foi o seu pai que matou o pai dela.

Álvaro continua agressivo para com Cecília e garante-lhe que vai voltar mais depressa do que ela julga pois é ele quem manda. Entretanto, ordena-lhe que arranje forma de que Ricardo se reconcilie com ele.

Álvaro é detido pela PJ e provoca o inspector Filipe. Antes de ser levado para os calabouços diz a Cecília que não se esqueça do que lhe disse. Íris, destroçada e desiludida com o pai, diz-lhe que não espere visitas.