“Vidas Opostas”: Resumo dos próximos episódios

"

234º Episódio (17 a 23 de dezembro)

Milene dá o seu testemunho sobre o atropelamento e morte do filho. Álvaro vai-lhe transmitindo coragem para continuar. Maria teme ser condenada à pena máxima.

Mariana tenta convencer a família de Tito a fazer um filme com a história deles mas ninguém aceita. Ela faz uma representação em desespero de causa mas mesmo assim não convence ninguém.

Eva tem um pesadelo em que Álvaro a está a estrangular e só fica descansada quando depois de acordar confirma que ele não está lá em casa.

David mostra-se afectado por não Bia não o ter perdoado quando lhe foi pedir desculpa e por os pais dela o terem expulsado. Aurora faz ver ao filho que Vera só está a tentar proteger Bia e que quando ele a quiser ver ou falar com ela deve avisar os pais dela.

Vera não contém a irritação por causa da ida de David lá a casa mas Caio acha que ela exagerou desta vez pela forma como tratou o miúdo. A discussão é inevitável e Caio atira à cara de Vera que ela o traiu com Ricardo e pergunta-lhe em que ponto está agora o seu casamento. Vera fica irritada.

Soraia está muito enervada e tira satisfações com Eva, pois quer saber qual é a sua relação com Rodrigo. Eva mente-lhe e diz que o médico a viu a chorar e que por isso a apoiou. Entretanto aproveita para lhe pedir que investigue Álvaro.

Soraia tira fotocópias dos documentos que conseguiu apanhar a Álvaro quando Mariana chega e diz que vai avançar com o filme sobre a família de Tito apesar de eles não aceitarem.

Eva recebe ramos de flores e em cada um está uma mensagem romântica de Rodrigo. Ela sente-se mal por não conseguir gostar dele.

Íris e Ricardo continuam em desacordo sobre o que cada um quer para a MUVV. Cecília diz que vai apoiar Maria na audiência em tribunal.

No tribunal, Álvaro começa a ficar nervoso por Milene ainda não ter chegado. Maria alimenta a esperança de que a conversa que teve com ela possa ter surtido efeito mas Milene acaba por aparecer e olha para Maria cheia de raiva.

Íris apanha Ricardo distraído a ver a prova de ciclismo da equipa da MUVV e pede-lhe que assine uns documentos para levar avante as suas ideias para a empresa. Artur chega naquele instante e pergunta por Cecília. Íris diz que a mãe foi apoiar Maria no tribunal.

Pedro, Hugo e outros corredores disputam a prova de ciclismo em que a MUVV se faz representar.

Na pastelaria, Débora está eufórica com a prova de Hugo. Trovão põe freio à euforia da neta. Um agente imobiliário entra na pastelaria e Rafael troca com ele um cumprimento muito discreto. O homem apresenta-se e faz uma proposta a Trovão para comprar a pastelaria.

Hugo segue em segundo lugar na prova de ciclismo.

Benny pede a Mónica que volte para ele porque sente a sua falta mas ela responde-lhe que devia ter pensado nisso antes de se envolver com Andreia.

Milene dá o seu testemunho sobre o atropelamento e morte do filho. Álvaro vai-lhe transmitindo coragem para continuar. Maria teme ser condenada à pena máxima.

Anabela fica muito satisfeita por Arnaldo a ter levado à oficina onde o bombo foi reparado. Ele continua a fingir.

Joana descobre de onde é o dono que tem a oficina fechada e Fausto dispõe-se a que vão procurá-lo no dia seguinte.

Na MUVV festeja-se a vitória por equipas na prova de ciclismo e Ricardo discursa. De seguida faz-se o brinde com champanhe e Artur conta orgulhoso a Pedro que foi treinador de Hugo. Ele diz que isso explica o excelente desempenho que ele teve.

Hugo discute com Rodrigo, reclamando por só ter conseguido o terceiro lugar na prova de ciclismo, apesar de se ter dopado.

Eva fala desesperada com Elias para saber se já conseguiu o contacto do tribunal e diz-lhe que tem de entregar a encomenda no local combinado. Rodrigo aparece em casa dela sedutor e ela agradece as flores mas não permite mais avanços e diz que tem de sair para ir a um lugar onde não pode levar companhia.

Soraia atrapalha-se com a chegada de Álvaro e deixa cair as fotocópias que tinha tirado. Ele repara que se trata de documentos da academia. Álvaro diz-lhe que vão ter de falar sobre aquilo com tempo porque a conversa vai ser longa e Soraia fica em pânico.

Soraia chega ofegante a casa de Eva e pergunta a Salomé pela filha. Salomé diz que ela ainda não chegou e que foi ali para lhe fazer um bolo e dar um jeito na casa. Soraia lê os cartões que acompanhavam as flores que mandaram a Eva e quando percebe que foi Rodrigo que as enviou e desata a chorar, sentindo-se traída. Salomé estranha que ela vá embora de repente.