Apesar da ordem do tribunal, estação pública grega continua fora do ar

GfK

A televisão estatal grega, ERT, continua hoje sem sinal apesar da decisão do Supremo Tribunal Administrativo, que ordenou na segunda-feira o restabelecimento imediato das emissões.

O tribunal ditou uma providência cautelar que obriga a transmissão do sinal e estabelece que a ERT deve permanecer no ar até que uma nova televisão pública consiga operar na Grécia.

Os três partidos da coligação governamental reuniram-se na segunda-feira à noite para analisarem a decisão do Supremo Tribunal Administrativo, mas segundo a EFE não foi obtido consenso sobre a medida cautelar.

O ministro das Finanças grego, Yannis Sturnaras, que está hoje reunido com os dirigentes da troika sobre o contencioso relacionado com a televisão pública, disse na segunda-feira à noite que não tem dúvidas de que a decisão judicial permite o encerramento da televisão pública.

«O Tribunal Administrativo aprovou o encerramento da ERT. Ordenou também ao ministro das Finanças e ao vice-ministro com a tutela dos meios de comunicação social que tome medidas necessárias para que haja emissões de radiotelevisão pública até que se crie um novo organismo», afirmou Sturnaras, citado pelo site Dinheiro Vivo.

Questionado pelos jornalistas sobre quando vão recomeçar as emissões de televisão, o ministro respondeu que vão efetuar-se «logo que possível».

A criação de uma nova entidade pública de televisão ou o aparecimento de uma nova estação a partir do encerramento da ERT é, de acordo com a agência EFE, um dos principais pontos de discórdia entre os partidos que compõem a coligação governamental grega.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close