[Edição 5] “Avaliação Contínua”, rubrica do Zapping

O Avaliação Contínua está de regresso. Os temas do momento são avaliados por um painel que pode ser semanalmente alterável, formado por quem mais discute televisão: os membros do fórum Zapping.

São eles que todas as semanas, em regime de rotatividade dão notas às temáticas que todos comentam nas revistas, sites e fóruns da especialidade.

Os temas da semana:

“Hijos del Monte” (título provisório) – Aprovado com 14 VALORES
A estreia da segunda temporade de “Feitos ao Bife” – Aprovado com 16 VALORES
“E-Especial” e “Fama Show” – Reprovado com 6 VALORES
“Portugal em Festa” – Reprovado com 5 VALORES

“Belmonte” é a próxima novela da TVI

Durante a semana que passou, a TVI deu a conhecer a sua próxima aposta na ficção nacional. “Hijos del Monte” ou “Belmonte” é o regresso da estação às adaptações sul-americanas. Este é o primeiro tema que se vai avaliar:

Nota: 12//20

Muitos podem achar esta aposta como um retrocesso. Eu não concordo! Acho que é uma forma mais barata e fácil de produzir uma novela, dando até mais tempo para os autores da casa recarreguem as baterias. A novela parece-me uma boa escolha e à primeira vista fez-me recordar a saudosa “Espírito Indomável”.

 

Por Flávio Araújo

Nota: 11//20

Enquanto não se sabe tudo, quero dar o benefício da dúvida. É certo que se podia apostar em autores nacionais em vez de se apostar em adaptações, contudo, ultimamente têm existido novelas de autores nacionais que não vão de encontro às expectativas do público. Daquilo que já se sabe, não me agrada a participação de Nicolau Breyner, que não admiro particularmente e esteve recentemente numa outra produção. Quanto a história em si, a fazer lembrar “Espírito Indomável” – que foi um sucesso – se for bem gerida, pode funcionar.

Por Sandra

Nota: 18/20

Sinceramente, não entendo todo o alarido ao facto de se recorrer a uma adaptação para colmatar alguma da falta de criatividade que existe – o mundo da TV é feito de adaptações, Portugal não é excepção. Claro que é sempre bom inovar e criar por meios próprios, mas neste caso, face ao facto de a ficção da TVI ter perdido o fulgor e a grande importância que tinha para a liderança da estação, mais vale apostar numa aposta segura – um projecto que fez sucesso no gigante mundo das telenovelas latino-americanas – e claro, trabalhar nos ingredientes certos (texto, elenco, horário estável de exibição). O exemplo da estação do lado é, sem duvida alguma, bastante motivador.  

Por David Caetano da Silva

Vasco Palmeirim

O “Feitos ao Bife” regressou à RTP1 com muitas novidades

No passado sábado, a RTP1 estreou a segunda temporada de “Feitos ao Bife”. O programa deixou de ser apresentado por Catarina Furtado e trouxe grandes novidades.

Nota: 16/20

“Feitos ao Bife” é um bom programa de entretenimento e uma boa alternativa que a RTP oferece face aos enlatados e novelas das privadas. Sem dúvida, merecia mais uma temporada! Bons concorrentes e um júri bem escolhido. A aposta no Vasco Palmeirim também me pareceu ser bastante acertada. A nível audiométrico, está longe de ser um sucesso, mas infelizmente nenhum programa da RTP naquele horário o é…

Por Flávio Araújo

Nota: 14/20

Gostei bastante da estreia da 2ª temporada. A troca de apresentador, passando o Vasco Palmeirim a apresentar em vez da Catarina Furtado, beneficiou o programa que ficou mais descontraído e mais animado. Também acho que o lote de concorrentes é ligeiramente superior ao da 1ª temporada e o facto de ser em directo é também outro ponto positivo, tem muito mais dinâmica que um programa previamente gravado.

Por Sandra

Nota: 18/20

Não sou espectador assíduo da RTP1, confesso, mas pelo que tenho acompanhado das últimas sucessivas apostas (falhadas) da estação na ficção – que nunca percebi porque continuam a insistir (já temos 2 estações em sinal aberto que nos oferecem maratonas de ficção todos os dias da semana) – é de aplaudir a sua aposta no entrenimento, que retirando excepções, sempre resultaram minimamente para o que é o panorama da estação pública. E pelas opiniões que li em relação ao programa, houve um progresso em relação à edição anterior. Claro que não vai dar alegrias de liderança à RTP1, mas é uma aposta ganha, que poderá,  a seu tempo, trazer ‘frutos’. (“Dança Comigo” cof cof)

Por David Caetano da Silva

SIC

SIC mudou o horário de exibição “Fama Show” e o “E-Especial”

A SIC apresentou grandes mudanças no seu fim de semana. Para dar lugar ao “Portugal em Festa”, o “Fama Show” passou para o sábado e o “E-Especial” transferiu-se para o horário das 12H.

Nota: 8/20

A mudança de horários dos magazines não foi feliz. E o facto de esta mudança ter ocorrido por causa do Portugal em Festa ainda a torna mais infeliz! O Fama Show já era uma tradição aos Domingos e resultava muito bem. O E-Especial é um magazine completamente dispensável e já poderia ter sido cancelado há muito. Foi um horário já fragilizado e enterrou-o ainda mais.

Por Flávio Araújo

Nota: 8/20

 O “E-Especial” foi, claramente, o mais prejudicado com a mudança de horário e os líderes de Carnaxide deviam pensar numa forma de renovar o programa e de o tornar mais competitivo. Quanto ao Fama, beneficiou o horário de sábado, mas conseguia melhores resultados ao domingo. Com isto, acho que esta mudança de horários não é a melhor opção, ainda mais por causa de um programa de domingo, igual ao da concorrência que não faz melhor que antiga programação.

Por Sandra

Nota: 2/20

Admira-me muito estes 2 programas terem a mesma ”assinatura” do autor do Alta Definição. São vazios de conteúdo e dos maiores ”enche-chouriços” da TV  portuguesa – os seus resultados até eram por isso, bastante satisfatórios. A mudança de horário por consequência de uma aposta falhada, vai transformar esta aposta também num ”tiro ao lado”, pois foram 2 programas que estiveram anos a fio num mesmo horário e criaram público fiel. Nenhum espectador gosta de mudanças radicais.

Por David Caetano da Silva

Anadia

“Portugal em Festa” estreou no passado domingo na SIC

O “Portugal em Festa” é o novo programa dos domingos da SIC. Numa clara resposta ao “Somos Portugal”, a SIC recrutou José Figueiras e Rita Ferro Rodrigues para conduzir as emissões. Os resultados da primeira emissão deixaram pouco a desejar.

Nota: 5/20 

Foi a pior aposta que a SIC podia ter feito! Este “Portugal em Festa” é um programa que vai contra o ADN da estação, afasta o seu público mais fiel e acaba com a (pouca) diversidade que havia aos domingos à tarde.
Os resultados das audiências do 1º programa dizem tudo… O único aspecto positivo disto é o dinheiro que a estação pode conseguir com as chamadas telefónicas para puder presenciar os seus espectadores com uma rentrée de qualidade.

Por Flávio Araújo

Nota: 8/20

Não foi a TVI que inventou este género de programas, é certo, mas a aposta da SIC num programa para as tardes de domingo exactamente igual ao da concorrência é clara cópia. Para se ter sucesso é preciso ser-se original e a SIC poderia pensar num outro formato, um outro registo capaz de fazer melhores resultados ao invés de se contentar em igualar o formato da concorrência. Para se ser melhor que os outros, é preciso fazer o que outros não fazem. Ser igual a ninguém, nunca trouxe bons resultados.

Por Sandra

Nota: 2/20

A única vantagem desta aposta da SIC, é o lucro do 760. Porque de resto, é um caminho para a escuridão dominical: não há nada de criativo, perdem o público estável (apesar de perderem para a concorrência, os resultados não eram vergonhosos) e acabam por dar mais razões para os canais ”Cabo” sorrirem e terem uma (ainda) maior fatia de publicidade. Era bastante escusado, a SIC é capaz de melhor.

Por David Caetano da Silva

E este foi o “Avaliação Contínua” desta semana. Caso queira participar neste espaço de opinião, pode enviar um e-mail para [email protected] ou mandar, pelo fórum.zapping, uma mensagem privada (MP) para Zapping.

Até para a semana!

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close