“O Beijo do Escorpião”: Alice esconde segredo terrível do passado que justifica a sua personalidade


Apesar de ser guiada pela ambição e pelo desejo de recuperar a enorme herança que a mãe sempre guardou para Rita, a vilã tem no seu passado a chave que a levou a ser movida pelo ódio. Ainda antes de Rita nascer, a mãe viveu dias de angustia ao ter engravidado ainda adolescente de um homem casado que não quis a criança.

Com medo do que poderia vir a acontecer e sem meios para criar o bebé, entregou a filha com poucos dias de vida, ao irmão e à cunhada, que poderiam dar-lhe uma vida melhor. De seguida, emigrou para os estrangeiro, onde acabou por conhecer e casar com o pai de Alice, que morreu pouco tempo depois desta nascer.

Pobre e sem meios, regressou a Portugal, onde se envolveu com um homem violento. Foi esse padrasto quem transformou a vida de Alice, ao abusar sexualmente dela quando ainda era criança.

Desamparada e obrigada a esconder o segredo terrível com medo do que o homem pudesse fazer, ela manteve silêncio sobre as agressões, pois sempre achou que a mãe sabia de tudo e fechava os olhos.

Adelaide acabou por perceber que o companheiro era violento e conseguiu afastá-lo da vida das duas, mas na verdade nunca soube dos abusos.

Alice cresceu com ódio da mãe e a sua personalidade foi moldada por este acontecimento, tornando-se numa jovem cruel e dissimulada.

Com informações revista ANA.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close