“O Beijo do Escorpião”: Resumo de 1 a 7 de setembro

Resumo dos episódios de “O Beijo do Escorpião” de 1 a 7 de setembro

Episódio 167

Perante as ameaças da mãe, André culpa Alice por tudo o que aconteceu com ele. Mas Rita não se deixa manipular e garante que se for preciso irá tomar medidas drásticas.

No hospital, a inspetora continua a conversar com Alice. Com ar vitimizado, ela reitera que não esteve com André e muito menos que tenha sido empurrada. Inês não acredita numa única palavra e adia a conversa para outro dia.

Fechado no quarto, André lembra-se do que fez a Alice e sente-se completamente perdido. Cheio de remorsos, pega no telemóvel para lhe ligar, mas desiste e fica sem saber o que fazer.

Para tranquilizar Rita, Afonso liga para o hospital para saber notícias de Alice. Dizem-lhe que ela já teve alta e que está tudo bem, o que deixa Rita mais aliviada. Também ficam a saber que Alice disse ter caído acidentalmente e não apresentou queixa. Rita sente que a irmã está a mentir e pede a Afonso que lhe conte o que sabe. O psicólogo fica incomodado por não poder responder e aconselha-a a não perder tempo com dúvidas, porque o mais importante é ajudar André a recuperar. Rita compreende e abraçam-se carinhosamente

Depois do susto, Alice volta para casa ainda fraca. Rafael e a mãe tentam dar-lhe todo o apoio, mas Alice arranja maneira de tirar Rafael de casa e aproveita para ser agressiva com Conceição, expulsando-a dali.

Entretanto André começa a receber chamadas de Alice. O rapaz fica muito perturbado e desliga o telemóvel. Como André não atende, Alice deixa-lhe uma mensagem, dizendo-lhe, com ironia, que não se lembra do que aconteceu, mas se ele não se encontrar com ela pode vir a lembra-se.

Logo em seguida o telemóvel de Alice toca. Ela pensa que é André, mas é Romão que lhe liga para a pressionar mais uma vez a ser rápida com o seu plano de vingança. Com a auditoria no banco Romão está a ficar sem tempo e com medo de ser apanhado. Alice garante-lhe que ele não tem motivos para se preocupar pois ela nunca falha.

Nuno está empenhado em reconquistar Vera. Deixou o filho em casa de Manuel e decidiu preparar um jantar a dois. Nada é deixado ao acaso: música ambiente, mesa de jantar decorada com velas e flores. Mas Vera está atrasada e Nuno vai ficando cada vez mais ansioso.

Vera ainda está no shopping, a falar com Rafael. Ela está perplexa com o facto de Rafael ter voltado para Alice, mesmo depois de tudo o que ela lhe fez. Ele defende-se, dizendo que tem os seus motivos e que um dia lhe vai explicar tudo. Rafael pede que confie nele, mas Vera sente-se enganada e vira-lhe as costas, deixando o rapaz desconcertado.

A escola de mergulho está cada vez melhor. A ideia de Duarte está a ser um sucesso e Maria, Carlota e Frederico não têm mãos a medir com os clientes que compram biquínis e marcam mergulhos. Entretanto, Paulo e Miguel chamam Duarte á área reservada e fazem-lhe uma proposta. Querem que Duarte fique a trabalhar na escola de mergulho, juntamente com Carlota, Frederico e Maria, durante todo o verão. Duarte fica radiante.

Afonso conversa com André no quarto e, assim que ele sai, o rapaz ouve a mensagem que Alice lhe deixou no voice-mail. André fica em pânico.

Episódio 168

André está completamente aterrorizado com a mensagem de Alice e a ideia de estar nas mãos dela deixa-o apavorado.

Em casa de Manuel, Martim faz birras para conseguir comida. Manuel sabe do problema da criança e age com compreensão, assim como Beatriz, que é muito meiga com ele. Natália, por sua vez, fica impressionada com a agressividade de Martim e Manuel comenta com ela que a doença de Martim está a desgastar o casamento dos pais. Rita está farta dos problemas que Alice arranja e só quer resolver a situação o mais depressa possível. Para ela, o melhor é dar a Alice o dinheiro que ela tanto ambiciona, para que desapareça de uma vez por todas da sua vida e da vida dos seus filhos. António teme que não seja assim tão fácil verem-se livres de Alice e desconfia que tenham de a aturar até que o filho que ela espera seja maior de idade.

O jantar não correu como Nuno esperava. Vera não apareceu e ele acabou por adormecer no sofá. Quando Vera chega a casa, Nuno acusa-a de fazer de propósito e começam a discutir. Ela confessa que aquilo que a unia a Nuno acabou no dia em que percebeu que Nuno culpa sempre os outros pelos seus próprios problemas. Sem lhe dar resposta, Nuno sai para ir buscar Martim.

André decide responder à mensagem de Alice. Diz-lhe que se encontra com ela, mas sem que ninguém saiba. Combinam encontrar-se no parque no dia seguinte, e é melhor que ele apareça, caso contrário ela vai à polícia denunciá-lo. Rafael desconfia que Alice esteja a tramar mais alguma, mas ela nega e desvia a conversa, pedindo-lhe que a leve a uma consulta.

Rita sente-se frágil e pede a Afonso que lhe faça companhia esta noite. Já deitados, começam a beijar-se e deixam-se levar pela paixão que os une.

Nuno vai buscar Martim e percebe que algo de errado se passou. Natália e Manuel contam-lhe o que aconteceu, mas desvalorizam o sucedido. Nuno pede desculpa e sai, devastado com tantos problemas.

No dia seguinte Alice e Rafael saem para a suposta consulta médica. Enquanto esperam pelo táxi, Alice repara no agente que a tem seguido. Rafael finge que não vê.

André também sai para ir à consulta de psiquiatria. Afonso esperava acompanhá-lo, mas André insiste que prefere ir sozinho e o psicólogo, apesar de hesitante, acaba por concordar.

Depois de saírem do táxi, Alice tem de se livrar de Rafael e diz que afinal vai sozinha à consulta. Rafael estranha aquela atitude e fica muito desconfiado.

Em casa dos Albuquerque, Ricardo e Henrique conversam sobre a auditoria no banco. Henrique sente-se cansado, já não tem a mesma disposição de há uns anos atrás e Ricardo sugere-lhe que dê lugar aos mais novos. No entanto, Henrique não pretende afastar-se dos negócios e recusa com veemência essa possibilidade, pois isso seria o princípio do fim para o BBA.

Alice e André encontram-se finalmente. Ele não consegue esconder o nervosismo e olha em volta, para garantir que não é visto. A conversa é rápida, Alice só pretende que André fique do seu lado na próxima reunião da administração do shopping e lhe entregue a parte dele das ações. Caso ele não o faça, Alice conta tudo à polícia. André fica siderado com a proposta da tia.

Episódio 169

André não se deixa intimidar pelas ameaças de Alice, afirmando que nunca se unirá a ela, muito menos para prejudicar a própria mãe. Mas no fundo ele sabe que não tem escolha, pois Alice não hesitará um segundo em entrega-lo à polícia, caso ele não ceda à sua chantagem.

Rafael passeia pelo parque e parece-lhe ver Alice ao longe, a conversar com alguém. Aproxima-se, com cuidado, para tentar ver quem é.

Paulo chega à escola de mergulho e encontra Miguel muito animado. Uma senhora daquela zona disse-lhe que era bom ver um casal feliz à frente da escola. Os dois estão entusiasmados com a nova vida e beijam-se em grande cumplicidade.

Entretanto, em casa dos Albuquerque, Romão aparece para uma visita. Ofélia impede-o de entrar, mas ele insiste, dizendo que vai buscar algumas roupas. Ricardo aproxima-se e diz-lhe que ele leve tudo o que lhe pertence e não volte àquela casa. Avisa-o ainda que se descobrirem falcatruas dele no banco que vai ter muitos problemas. Romão fica furioso.

André está cada vez mais nervoso com as chantagens de Alice. Ao longe, Rafael observa-os, mas está escondido e não consegue ver quem é a pessoa com quem Alice fala.

Nessa manhã, Rita regressa ao shopping, deixando todos muito satisfeitos. Alexandra fica radiante por ver a amiga de volta ao trabalho e os lojistas dizem-lhe que ela fez muita falta no Shopping Place.

Também Rosalinda fica contente por ver ali Rita e aproveita para lhe falar das ameaças de Alice. Rita tenta acalmá-la dizendo que Alice não tem poder para expulsar ninguém do shopping. A muito custo, Rosalinda lá fica convencida de que não tem motivos para se preocupar.

Depois de deixar Rita no centro comercial, Afonso liga ao psiquiatra para saber como correu a consulta de André. O colega diz-lhe que André ainda não apareceu, deixando o psicólogo muito preocupado.

Natália está a descansar quando alguém toca à campainha. Abre a porta e fica em choque ao ver Romão à sua frente. Ela tenta, a todo o custo, que Romão saia dali, dizendo-lhe que ele não é bem-vindo naquela casa, e fica incrédula quando o marido lhe diz que está disposto a reconciliar-se com ela e esquecer a sua traição. Mas Natália garante-lhe que nunca voltará para ele. Romão torna-se cada vez mais agressivo.

Quando Rafael está a chegar a casa, já a inspetora o espera. Inês quer saber todos os passos de Alice e Rafael informa-a que ela se encontrou com alguém que provavelmente conhece bem. Inês pede a Rafael que descubra quem é essa pessoa e o que Alice anda a tramar. Rafael diz que já tem uma ideia de quem possa ser essa pessoa, deixando Inês curiosa.

Rita fica furiosa com as ameaças que Alice fez aos lojistas. Está determinada a marcar uma reunião do conselho de administração e combina com António reunirem com Alice. Diz ainda que os filhos não irão e levará uma procuração a representar Duarte e André.

Natália tenta manter a calma perante o ar ameaçador de Romão. Ele avança sobre ela e força algum envolvimento. Natália, totalmente enojada, consegue desenvencilhar-se dele e diz-lhe que se Romão voltar a tocar-lhe que o mata com as próprias mãos.

No Shopping Place espalham-se os rumores sobre uma crise no centro comercial. Os lojistas estão preocupados e Nuno e Hilário ainda pioram a situação, insinuando que Rita não tem capacidade para resolver os problemas do shopping.

Alexandra, que passava por ali, percebe que Nuno tenta inquietar os lojistas. Aproxima-se do grupo e avisa que este tipo de confusões só traz má imagem ao centro comercial. Nuno fica enraivecido com Alexandra por ela o chamar à atenção.

Rafael e a inspetora combinam um plano arriscado para apanhar Alice. Ele fica reticente, mas não tem outra alternativa…ou aceita ou vai preso.

Depois de ir ao psiquiatra, André vai ter com Afonso ao consultório e conta-lhe tudo sobre o encontro com Alice. O psicólogo aconselha-o a não ceder a chantagens e diz-lhe para se afastar e deixar o caso nas mãos da polícia. Mas André quer desmascarar Alice, por isso pede a Afonso que o ajude. Afonso fica inquieto, sem saber o que dizer.

Episódio 170

André insiste com Afonso que o ajude a derrubar Alice. O psicólogo ouve o plano do rapaz, mas acha-o demasiado arriscado, pode até magoar-se a ele e a outras pessoas. André diz a Afonso que se não quer colaborar, pelo menos que guarde segredo. Afonso fica indeciso se deve ou não ajudá-lo.

Alice chega ao shopping para a reunião com António e Rita. Antes de entrar na sala da administração, Alice cruza-se com Alexandra que lhe deixa um aviso: se ela tentar prejudicar o Shopping Place terá de se ver com ela.

A reunião começa e Alice estranha a ausência de André e Duarte. Rita e António esclarecem-na sobre algumas regras que Alice terá de respeitar se quiser continuar a fazer parte do grupo de acionistas do centro comercial. Alice olha-os na defensiva.

Henrique e Ricardo estão preocupados com as notícias que correm na imprensa sobre o banco e nem desconfiam de quem poderá estar por trás desta fuga de informações. Ricardo propõe ao pai ser ele a resolver o assunto com a imprensa, o que deixa Henrique impressionado.

Rita e António exigem a Alice que ela pare de imediato com as ameaças aos lojistas. Rita diz-lhe ainda que, enquanto ela não provar a paternidade da criança, não terá qualquer envolvimento com o centro comercial. Alice percebe que não vai ser fácil tornar-se acionista do shopping.

Natália e Manuel conversam sobre a visita de Romão. Manuel está furioso, mas Natália tem um plano para se verem livres dele de uma vez por todas. O casal abraça-se e os dois beijam-se, apaixonados.

Com o aumento das marcações na escola de mergulho, Frederico teme não dar conta do recado sozinho. Paulo e Miguel sugerem, então, a Duarte que faça um curso de mergulho, mas o rapaz recusa, deixando os novos donos da escola surpreendidos. Frederico percebe o motivo de Duarte, mas finge estar surpreso com a sua decisão.

Ainda na reunião, Alice mostra-se revoltada pela forma como está a ser tratada. Perante as ameaças de Alice, António expulsa-a do gabinete. Alice sai, cheia de ódio, deixando Rita tão perturbada que acaba por desmaiar. António fica em pânico com Rita nos seus braços.

Duarte desabafa com Maria que recusou o curso de mergulho porque não consegue entrar no mar depois do acidente que teve. Maria compreende que Duarte esteja traumatizado e abraça-o.

Rafael procura algo por todos os cantos da sala, até que encontra as chaves de casa de Alice. Prepara-se para ir até lá, mas é interrompido por Conceição que o observa.

Para alívio de António, Rita recupera finalmente os sentidos. António prepara-se para chamar uma ambulância, mas Rita diz-lhe que foi só uma tontura e não há necessidade de ir para o hospital. Embora contrariado, António anui ao pedido da amiga.

Rafael pede à mãe que confie nele, pois só está a fazer o que pode para os salvar das garras de Alice. Conceição sabe bem do que ela é capaz e fica muito preocupada com o que possa acontecer com o seu filho. Rafael entra em casa de Alice e coloca várias escutas, saindo de seguida.

André sente-se muito melhor com a medicação que está a tomar, o que deixa Rita muito mais descansada. Sob o olhar preocupado da mãe, André pede-lhe que acredite nele, aconteça o que acontecer nos próximos dias.

Henrique lê uma notícia sobre o banco quando Ofélia o interrompe, dizendo que tem uma visita. Henrique fica perplexo ao ver ali Natália.

Episódio 171

O ambiente entre Natália e Henrique não é o melhor. O Albuquerque mostra o seu desagrado com esta visita tardia, mas a filha diz que precisam de ter uma conversa muito séria. O objetivo de Natália é contar ao pai que tipo de pessoa é Romão. Diz-lhe que ele foi a casa onde ela está a morar, provocando-a, para que perdesse o bebé e que Romão é o responsável por tudo o que tem saído na imprensa. Henrique fica abismado ao ouvir as acusações de Natália ao homem que escolheu para seu braço direito.

Enquanto isso Romão fala ao telemóvel com a sua cúmplice para saber como vão os seus planos para conseguir o shopping. Alice dá-lhe boas notícias: para além de ter André nas suas mãos novamente, já não tem a polícia a vigiá-la. Romão aproveita e combina ir ter com ela no dia seguinte.

Ao final do dia, Nuno oferecesse para fechar a loja, dizendo a Marta que não tem nada em casa à sua espera. Marta tenta chamá-lo à razão e aconselha-o a repensar as suas atitudes para que volte a ser respeitado pela mulher e pelos amigos. Nuno fica a pensar nas palavras de Marta e mostra-se arrependido.

Alice continua a manipular André. Envia-lhe uma mensagem ameaçadora, dizendo que vai precisar dele no dia seguinte. André liga-lhe de imediato e diz-lhe que ela pode contar com ele. Quando desliga a chamada André respira fundo e tenta controlar-se, enquanto Alice sorri vitoriosa.

Manuel e Natália chegam a casa. Marta pergunta pela filha e Manuel fica aflito quando percebe que se esqueceu de Beatriz em casa de Vera.

Quando Alice se preparava para se deitar o telemóvel toca novamente. Desta vez não é André, mas sim alguém a quem ela deve dinheiro e que a ameaça. Alice desculpa-se com o acidente e desliga a chamada, ficando muito nervosa.

Marta foi buscar Beatriz e quando chega a casa tem Manuel à sua espera. Ele sente-se culpado e pede desculpa por se ter esquecido de ir buscar a sobrinha. Mas Marta está furiosa com o irmão e diz-lhe que está na hora de começar a procurar uma casa para ela viver com a filha e Ricardo. Manuel fica abalado.

Nuno chega a casa mal disposto e dirige-se a Vera com maus modos. Ela sente-se cada vez mais saturada desta situação e diz-lhe que a melhor solução para eles é mesmo a separação. Até porque Martim pensa que eles andam zangados por causa dele e não é justo deixá-lo acreditar nisso. Nuno sente-se culpado.

No dia seguinte, Alice é interpelada à porta de casa pelo homem que sabotou o carro de Rita. Ele quer o dinheiro que lhe deve e os dois trocam algumas palavras tensas. Mas depressa se deixa seduzir por Alice e os dois trocam alguns sorrisos. O momento é fotografado por Rafael que os observa do outro lado da rua. Rafael liga, em seguida, para a inspetora e diz-lhe que já tem o que ela pediu.

Apesar do contratempo, Alice não desiste de atormentar a vida da irmã. Aparece em casa de Rita com o intuito de conseguir uma amostra de ADN de André e Duarte, para poder fazer o teste de paternidade. Rita fica furiosa e recusa ceder aos jogos dela, pedindo-lhe que saia pelo seu próprio pé, caso contrário sairá à força. As duas enfrentam-se prestes a partir para a violência.

Episódio 172

Alice e Rita continuam a confrontar-se e o ambiente entre as irmãs é cada vez mais hostil. Rita avisa-a que ela só conseguirá a amostra de ADN quando apresentar uma ordem do tribunal.

Alice fica irritada e provoca a irmã de tal forma que Rita não se contém e lhe dá uma valente bofetada. Alice fica a transbordar de ódio, enquanto Josefa, em grande aflição, corre para o quarto de André a pedir ajuda.

Quem não se apercebe de nada é Duarte, que está com Maria na piscina a tentar perder o medo da água. Assim que Duarte mergulha é dominado pelo pânico, lembrando-se do acidente.

Rita tenta expulsar a irmã de sua casa, mas Alice só sairá dali quando conseguir falar com os filhos dela. É então que André aparece e diz aceitar dar a amostra de ADN, deixando a mãe totalmente atordoada. Alice sorri, saindo mais uma vez vitoriosa.

Inês não quer perder tempo nas investigações e vai a casa de Rafael para saber se ele conhece o homem que estava com Alice à porta do prédio nessa manhã. Rafael nega conhecer o homem, e a inspetora insinua que poderá ser a mesma pessoa que sabotou o carro de Rita. Inês pressiona Rafael para que apanhem Alice e o seu cúmplice o mais depressa possível, mas para isso Rafael terá de conseguir uma confissão de Alice.

Quando Duarte entra em casa nem quer acreditar no que ouve. Ele confronta o irmão, perguntando-lhe se já se esqueceu do mal que Alice lhe fez. Mas André ignora todos os avisos e sai com Alice, deixando a mãe de rastos.

Em casa de Vera, Nuno estranha o facto de Martim ainda não estar no colégio. Vera diz-lhe que vão ter uma conversa a três e explicar ao filho que se vão separar. Inesperadamente, Martim reage bem, dizendo que prefere ver os pais separados do que sempre zangados. Vera fica emocionada, já Nuno quase a fuzila com o olhar. Nuno acusa Vera de ter manipulado Martim e diz que sairá de casa nesse mesmo dia.

Henrique começa a ceder e demonstra já não ser aquele homem duro e inflexível que sempre foi. Está genuinamente preocupado com Natália e admite também ser culpado de todo o sofrimento por que a filha passou. Ricardo fica sensibilizado com as palavras do pai e aconselha-o a estar do lado de Natália.

Como Duarte não consegue superar o medo de mergulhar, Maria aconselha-o a falar com Paulo e Miguel e contar-lhes tudo. Duarte explica, então, aos seus atuais patrões o motivo pelo qual recusou o curso de mergulho. Eles compreendem a situação e dizem que irão contratar um novo instrutor. Duarte fica aliviado.

Depois de ir ao laboratório com André, Alice regressa a casa e dá de caras com Rafael, que a espera à porta do prédio. Alice tenta controlar o nervosismo quando Rafael lhe pergunta quem é o homem com quem esteve nessa manhã e se está envolvida no acidente de Rita.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close