“Rising Star” despede-se em julho sem a promessa de regressar à TVI

Rising Star

É já em julho que Leonor Poeiras e Pedro Teixeira despedem-se do “Rising Star: A Próxima Estrela”, o caça-talentos de domingo à noite da TVI.

Apesar de ser o programa líder de audiências, o talent show não conseguiu alcançar os valores da “Casa dos Segredos” e do “A Tua Cara Não Me É Estranha Kids”. Estes dados podem levar a TVI a não fazer regressar o programa nos próximos tempos.

«Estou muito satisfeito com o programa. A primeira edição termina em julho e é prematuro dizer se vai haver uma segunda edição ou não. Este ano não vai haver, isso posso dizer, se regressa no próximo ano, ainda é cedo para falar disso», afirma Luís Cunha Velho à Noticias TV.

“Rising Star: A Próxima Estrela” conta até ao momento com sete edições, que apresentam em média pouco mais de um milhão de telespectadores, o programa da TVI está a ser um «grande sucesso. De formato, de interatividade, de inovação, com um publico diferenciador e jovem, com uma imagem muito moderna e atual», garante o responsável à mesma publicação, rasgando elogios a Leonor Poeiras e a Pedro Teixeira: «Os dois apresentadores são extraordinários.»

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close