Saiba como acaba a segunda temporada de “Bem-vindos a Beirais”


A RTP anuncia para esta segunda-feira a exibição do último episódio de “Bem-vindos a Beirais”. A novela/série não vai, no entanto, sofrer qualquer interrupção.

Tal como aconteceu na passagem da primeira para a segunda temporada, o seguimento não se perde. “Bem-vindos a Beirais” chega terça-feira, no horário habitual, com a terceira temporada.

Saiba o que acontece no último episódio desta fase:

A carrinha funerária encontra-se junto à igreja e são muitas as pessoas que saem da igreja. Manel diz a Fernando que foi uma cerimónia bonita e dá-lhe os seus sentimentos.

Manel sabe que Fernando está a fazer uma postura de “duro”, mas sabe que ele está magoado. Fernando refere que é óbvio que está magoado pois foi a sua mulher Cristina que morreu.

Fernando não faz questão de acompanhar o cortejo e nem sequer entrou na missa porque acha que não merece. Manel tenta confortá-lo e diz que Cristina deixou o seu filho Domingos com Fernando e que isso talvez signifique alguma coisa.

Fernando está muito angustiado porque cresceu sem pai e ficou revoltado e agora é o seu filho que vai crescer sem mãe e tem receio que ele também fique revoltado. Manel deixa um conselho a Fernando e diz-lhe que todas as crianças precisam de amor e que está na hora de ele libertar toda a raiva que sente.

Na agência funerária, Moisés olha para a fotografia de Cristina. Moisés está de rastos com a morte de Cristina e Joaquim diz-lhe que se ele quiser pode ficar a descansar e pede ajuda a outra pessoa para fazer o enterro.

Moisés refere que Cristina ia gostar que ele estivesse presente no seu último momento. Moisés sente que podia ter ajudado mais Cristina quando ela estava viva e Joaquim diz-lhe que foi graças a ele que ela saiu de casa e encontrou uma nova vida. Moisés continua desolado pois apesar de ela ter encontrado uma nova vida, a doença roubou-lhe a vida.

Joaquim reconforta-o dizendo que essa nova vida a fez libertar do medo e que Moisés também foi o responsável por essa felicidade de Cristina.

No minimercado, Sandro, Xana e Alzira comentam a morte de Cristina. Todos se sentem tristes pelo sucedido e Xana diz que até se sente mal por se casarem já na próxima semana.

Sandro refere que não é só o casamento deles, mas sim logo três casamentos. Alzira refere que Cristina iria ficar feliz com os casamentos e que eles não têm que se sentir mal por isso.

Na Junta de freguesia, Diogo está a falar ao telefone entusiasmado. Ele desliga o telefone e partilha com São que Beirais já é uma zona protegida.

São dá-lhe os parabéns pois a aldeia está finalmente livre de uma possível barragem. Diogo vai anunciar a novidade depois do casamento dos noivos pois não quer roubar a “ribalta” das noivas. Marina insiste com Pedro que tem que ser ele o rapaz das alianças.

Pedro nem quer ouvir Marina pois não lhe agrada a ideia. Luís tenta convencer Pedro a levar as alianças pois eles precisam da sua bênção. Quando Pedro percebe que isso é um acto importante, ele fica feliz e Marina emociona-se.

Susana está nervosa com o casamento que já está muito perto. Susana vai olhando para vários papéis com esquemas de mesas. Ela começa a desesperar porque acha que está a fazer tudo errado e Olga pede-lhe para ela ter calma. S

usana diz-lhe que não consegue ter calma pois vai ter que refazer tudo e os casamentos são já amanhã. Olga pergunta-lhe se com três casais, não há ninguém que a ajude.

Entretanto, Nuno entra e refere que Susana quis tratar de tudo sozinha. Eles acabam por discutir pois Nuno ficou de tratar das flores e Nuno refere que não se lembra de ela lhe ter pedido para tratar das flores. Olga diz a Susana que está ela a tratar das flores e que está tudo a ser tratado.

Na casa de turismo, Clara diz a Rita que ela tem que ver o vestido de Xana pois está muito bonito. Xana refere que foi Sandro quem fez o vestido.

Xana vai passar a noite na casa de turismo e começa a contar alguns pormenores do casamento às sócias.

De repente, entra João com uma mala de viagem e um grande sorriso. Rita fica admirada por o ver ali e pergunta-lhe o que é que ele está ali a fazer.

João refere que isso não são maneiras de receber o pai da filha dela. Ela pergunta-lhe se Inês sabe que ele vinha a Beirais e João diz-lhe que não pois é uma surpresa. João refere que veio a Beirais para os casamentos e Rita pergunta-lhe se ele foi convidado e João diz que não, mas que o convite deve ter ficado perdido.

Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close