Semana 47: Eduardo manda matar Daniel

Anterior1 de 5Seguinte

Esta semana em “Podia Acabar o Mundo”:

                            (19 a 25 de novembro de 2012)

155º Episódio

Cláudia está deliciada ao reencontrar Jaime no bairro social, especialmente porque a criança também retribui o afecto que recebe.

Sónia e Maria de Jesus chegam entretanto a outro ponto do bairro.

Rui está desanimado e pensa desistir da campanha eleitoral mas Catarina anima o namorado garantindo que, no final, ele vai vencer Geraldo.

Vera começa a encostar Eduardo à parede e pede-lhe explicações sobre a morte de Sebastian, que trabalhou para ele.

Sónia avista Cláudia no bairro social e corre ao seu encontro, beijando-a na face. Jaime cativa Sónia de imediato e Cláudia diz-lhe que é o menino que pretendia adoptar com ela. Maria de Jesus observa a cena à distância e protesta furiosa com Mateus por levar Cláudia ao bairro, considerando-a uma má influência para as crianças. Mateus não lhe dá ouvidos e deixa-a a falar sozinha.

Na Quinta do Paço, Eduardo reconhece perante Vera que converteu Sebastian em seu empregado depois do espanhol ter sido contratado por Mercedes para o matar. Eduardo começa então a mentir dizendo que quem lhe salvou a vida foi Henrique, que não aceitou na altura a proposta de Mercedes para o liquidar quando estava em coma e também Geraldo, que ajudou a simular a sua morte. Vera recusa-se a acreditar nesta teoria mas está pronta a explodir, percebendo que Eduardo construiu um álibi aparentemente indestrutível.

Vitória, novamente toldada pelo ciúme, discute com Rodrigo porque mais uma vez largou tudo para se encontrar com Vera. Vitória aproveita para dizer que está tentada a vender as suas acções a Eduardo, por pensar que a verdadeira criminosa é mesmo Mercedes. Entretanto, Vera chega e conta chocada como Eduardo inverteu toda a situação, atribuindo a Mercedes todos os crimes que ocorreram. Contra toda a lógica, Vitória defende Eduardo para espanto e desilusão de Vera e Rodrigo.

Hélder sugere a Geraldo que nomeie Sara para assessora de imprensa da candidatura para responder aos eleitores. Geraldo, aceita feliz pela noiva e Tonino fica furioso por perceber que Hélder quer é estar perto de Sara. Entretanto Geraldo recebe uma mensagem de Eduardo para que vá ter com ele à quinta sem que ninguém saiba.

Vitória exige a Rodrigo que vá falar com Eduardo. Como ele recusa, Vitória tem mais uma fúria e dizendo-se farta de ter sempre Vera entre si e o homem que ama, sai porta fora sem que Rodrigo a consiga deter.

Sara e Hélder combinam encontrar-se em casa de Luísa para “tratarem da correspondência”. Tonino não gosta da ideia e avisa Hélder para não se exceder.

Eduardo convence Geraldo a confirmar a história que contou a Vera, para que não o liguem a Mercedes.

Vitória faz um ultimato a Rodrigo dizendo que ou fica com ela de corpo e alma, ou opta por ficar com Vera.

Neste instante Vera está mais preocupada em descobrir com António, Rogério e Catarina uma brecha que possa derrubar Eduardo.

Sara e Hélder começam divertidos a ler as cartas dirigidas à candidatura de Geraldo mas cedo cedem à paixão.

Cláudia tenta mais uma vez convencer Sónia a adoptarem Jaime mas a namorada diz que ainda pensa em ter um filho gerado por si.

Mercedes telefona a Geraldo ameaçando-o de morte lenta e dolorosa. Geraldo em pânico corre a contar a Eduardo que o sossega garantindo que o tem protegido de forma discreta, mas eficaz.

Vitória e Rodrigo acabam por entrar em novo tempo de tréguas e beijam-se, prometem apoiar-se em mais uma fase difícil.

Eduardo tenta cativar a simpatia de Nuno dando-lhe os parabéns pelo casamento de Rosário.

Finalmente é chegado o grande dia. Rosário, já vestida de noiva, fala do vestido com Justina. Vítor chega entretanto e não esconde a emoção de poder conduzir Rosário ao altar.

Nuno e Joana também estão prontos para saírem para a igreja. Eduardo surge dando palavras de incentivo a Nuno e elogios a Joana que o convida a assistir à cerimónia. Eduardo recusa dizendo que não quer impor a sua presença a membros da família que ainda não o aceitaram. Geraldo volta a dizer a Eduardo que continua preocupado com as sucessivas ameaças de Mercedes e o irmão reafirma que lhe está a dar protecção.

Entretanto, Mercedes posiciona-se no largo da igreja e traz consigo um atirador para matar Geraldo. 

Anterior1 de 5Seguinte
Partilhe: Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Noticias relacionadas

Ao continuar a utilizar este site, está a concordar com o uso de cookies. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close