"

Dacar recebe “Portugueses pelo Mundo”

Portugueses pelo Mundo: Dacar

Esta noite, a RTP1 viaja até até Dacar, a capital do Senegal. Esta é uma cidade cujo nome é muito familiar aos amantes de desportos motorizados.

“Bem-vindos a Dacar!”

Cândida Silva, 32 Anos, Voluntária das Nações Unidas, natural de Macedo de Cavaleiros. Conhecemos a Cândida num mercado do centro da cidade onde se vende um pouco de tudo e ficamos a conhecer as razões que a levaram ao Senegal. Acompanhamo-la até um alfaiate onde a nossa convidada faz parte da sua roupa. Apanhamos o transporte mais concorrido de Dakar, o car rapid, uma colorida carrinha que faz inúmeros percursos pela cidade e que nos leva até ao mercado do peixe, onde a Cândida treina a suas capacidades de regateio. Já no fim do dia, bebemos o copo num terraço com vista para a Corniche e descemos depois à praia para assistir à atuação de um grupo de batucada.

Luís Norton de Matos, 58 Anos, Treinador de Futebol, natural de Cascais. No Estádio Leopold Sedar Senghor encontramos o Luís a treinar a sua equipa. No bairro Bopp, vamos com o Luís almoçar em casa do presidente do clube, que nos mostra, orgulhosamente, algumas recordações de jogos com equipas de futebol portuguesas. Antes do almoço típico, ainda temos tempo de conhecer a extensa família do nosso anfitrião. Depois de comer, seguimos até outro bairro que tem um grande significado para o Luís, já que foi aí que recrutou o seu melhor jogador. Despedimo-nos do Luís num dos seus locais favoritos com o mar como pano de fundo.

José Horta, 57 Anos, Professor Universitário, natural de Carcavelos. Interrompemos uma aula do José para o cumprimentarmos e acompanhamos o nosso convidado numa visita à Universidade que acaba no restaurante da Faculdade de Ciências, local frequentado principalmente por professores e estudantes estrangeiros. Numa ponte que nos liga a Fadiouth, conversamos com Adji, uma antiga aluna do José. Já na ilha, subimos a bordo de uma piroga que nos leva até ao cemitério local, onde vemos muitos baobad, uma árvore característica do país. Ainda na ilha, aproveitamos para visitar a família da empregada do nosso convidado, que cumpre assim uma importante regra de cortesia local. Na Corniche, ao fim do dia, observamos muitos jovens a fazer exercício e, antes de nos despedirmos do José, ainda o acompanhamos num jantar entre amigos.

José Mendes, 58 anos, Diretor da Dakarnave, natural de Lisboa. É nos estaleiros onde trabalha que conhecemos o José. Apanhamos o ferry até à ilha de Gorée, disfrutando de Dacar visto de uma perspetiva diferente. Já na ilha, visitamos alguns vestígios da passagem portuguesa no país e conversamos um pouco sobre a cultura religiosa do Senegal. Entre as dunas, dentro de um camião todo-o-terreno fazemos parte do percurso do rali Dacar e dirigimo-nos a Lac Rose, local importante de extração de sal. Despedimo-nos do José no Lagon, um dos seus restaurantes favoritos.

“Portugueses pelo Mundo” para  ver às 22H15.